Concursos Abertos Concursos 2020

550 questões resolvidas da ANPAD

Hugo Lima Hugo Lima comentários
11/10/2020, às 22:48 • 2 semanas atrás

Você está estudando para o Teste ANPAD e gostaria de ter acesso a mais de 550 questões resolvidas? Aqui você encontra! O nossos cursos de Raciocínio Lógico, Analítico e Quantitativo estão bem completos, com teoria e mais de 550 questões da ANPAD resolvidas.

Em cada edição do Teste ANPAD, é muito difícil conseguir as provas. A ANPAD não libera o acesso aos cadernos de prova. Por isso, já há alguns anos nós fazemos o trabalho de acompanhar as edições do teste ANPAD e pegar as provas com os alunos.

Em alguns casos, eu ou o Prof. Arthur Lima já chegamos a nos inscrever e fazer a prova apenas para ter acesso ao caderno de questões! Mas você não precisa passar por esse perrengue.

No nosso curso você vai encontrar MAIS de 550 questões da ANPAD resolvidas, de Raciocínio Lógico, Quantitativo e Analítico, inclusive as do último exame. Se você quiser conhecer nossos cursos, clique aqui e assista a aula demonstrativa.

teste anpad

Participe do nosso canal no Telegram para receber as artigos e informações a respeito do Teste Anpad. Procure Teste Anpad no Telegram ou clique aqui.

Agora, pensando na proximidade da sua prova, vamos resolver três questões da prova da ANPAD aplicada em março de 2020, de raciocínio analítico. Vem comigo!

  • ANPAD – 2020)

A COP25 – Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, realizada em Madri, em dezembro de 2019, reuniu representantes de quase 200 países. Segundo a ONU, derretimento de geleiras, aumento do nível do mar e secas são projetados caso não haja redução das emissões de gases-estufa. Por sua vez, há quem diga que os cientistas da área não são confiáveis, porque ganham mais verba quando criam alarmes relacionados ao clima. O Secretário Geral da ONU, António Guterres, lamentou ao final do encontro que faltou aos líderes da comunidade internacional maior ambição para mitigação, adaptação e finanças para combater a crise climática, anseio dos cidadãos comuns, sobretudo dos jovens. Veja abaixo algumas repercussões da COP25:

I. É triste não termos chegado a um acordo final na COP25, pois estivemos muito perto de atingir o objetivo de estabelecer mercados de créditos de carbono robustos e ambientalmente sustentáveis (Carolina Schmidt, ministra chilena do Meio Ambiente).

II. As negociações que ocorreram na COP25 refletem o quanto os líderes de importantes países estão desconectados do sentido de urgência apontado pela ciência e das demandas de seus cidadãos nas ruas (Helen Mountford, World Resources Institute).

III. O resultado da COP25 mostrou que, enquanto a comunidade jovem, um grupo crescente de empresas e vários países estão se comprometendo a seguir na direção certa, as lideranças globais ainda ficam aquém do necessário (Jonathan Pershing, Fundação Hewlett).

Considerando todas as repercussões como verdadeiras, a posição de Guterres (na quarta sentença sublinhada no texto) é convergente com:

A) I, apenas.

B) II, apenas.

C) I e III, apenas.

D) II e III, apenas.

E) I, II e III.

RESOLUÇÃO:

Perceba que o comentário de Guterres foi negativo, no sentido de que o encontro não teria atingido resultados satisfatórios. Na afirmação I diz-se que não foi possível chegar a um acordo final. Na afirmação II diz-se os líderes estão desconectados da urgência dos problemas climáticos. Na afirmação III diz-se que a atuação das lideranças fica aquém do necessário. Logo, todas as repercussões vão na mesma direção da posição de Guterres.

RESPOSTA: E

  • ANPAD – 2020)

Um argumento é, basicamente, a exposição de razões que sustentam uma conclusão. Um argumento é dito falacioso quando as razões nele contidas parecem sustentar a conclusão, mas de fato não a sustentam.

Considere as proposições a seguir:

I. Ninguém conseguiu provar que os episódios de queimadas na floreta amazônica ocorridos no último ano foram provocados por agricultores ou pecuaristas da região. Portanto, as queimadas mais recentes só podem ter sido provocadas por criminosos.

II. Os dividendos pagos aos acionistas são isentos de imposto de renda, o que faz com que as empresas paguem grandes dividendos. Portanto, caso sejam taxados, as empresas reduzirão gradativamente o valor pago, até a extinção dessa forma de remuneração aos acionistas.

III. O aquecimento global tem sido cada vez mais comentado pela imprensa, além de estar bem descrito em artigos científicos idôneos e baseados em metodologias consistentes e de ser muito criticado por ambientalistas. Portanto, a Terra deve estar mesmo passando por uma elevação importante na sua temperatura média.

É possível identificar argumentação falaciosa em:

A) I, apenas.

B) III, apenas.

C) I e II, apenas.

D) II e III, apenas.

E) I, II e III.

RESOLUÇÃO:

Em I a conclusão é de que as queimadas foram provocadas por criminosos. No entanto, o fato de não ter sido provado que as queimadas foram provocadas por agricultores ou pecuaristas não pode significar que foram criminosos. Temos aqui um argumento falacioso.

Em II a conclusão é de que os dividendos serão extintos pelas empresas. No entanto, a simples tributação dos mesmos não garante que eles serão extintos. Temos aqui outro argumento falacioso.

Em III a conclusão é de que a Terra deve estar passando por aquecimento. Perceba que não é uma conclusão enfática. Pelo contrário, ela fica no campo das possibilidades. Assim, o fato de o aquecimento global ter uma maior cobertura da imprensa pode sim significar que a Terra esteja, de fato, aquecendo. O argumento não garantiu isso, apenas levantou essa possibilidade. Não temos aqui um argumento falacioso.

RESPOSTA: C

  • ANPAD – 2020)

Leia o texto a seguir:

Nos últimos 50 anos, a produção de grãos no Brasil acumula crescimento substantivo, sobretudo por conta dos avanços tecnológicos proporcionados pelas pesquisas desenvolvidas pela Embrapa e por outros institutos. Saímos de uma safra de 46 milhões de toneladas em meados da década de 1970 para mais de 240 milhões de toneladas em 2019.

(…)

Por isso, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD/IBGE) mais recente, cerca de 25% da população brasileira vive em situação de insegurança alimentar. Isso significa que quase 52 milhões de pessoas consomem até 1/3 dos legumes, verduras e frutas necessários para uma alimentação equilibrada.

A aparente contradição no texto acima pode ser solucionada ao se substituir (…) por pelo menos um dos seguintes argumentos:

I. Em contrapartida, o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal aponta que 79% do agrotóxico no Brasil é usado na soja, milho, algodão e cana-de-açúcar. Dessas culturas, só o milho compõe o cardápio cultural brasileiro, ainda que penas 1% do milho brasileiro seja para consumo humano.

II. Em contrapartida, dados do IBGE apontam crescimento de 47% da área cultivada e aumento de 41% na produtividade no período entre 2000 e 2014. Contudo, o volume de agrotóxicos vendido no mesmo período subiu 191%. Logo, o uso de agrotóxicos cresceu bem mais que a área plantada e a produtividade.

III. Em contrapartida, a distribuição de recursos necessários ao acesso à alimentação é ineficiente, sobretudo em países em desenvolvimento. Além disso, segundo a ONU, 1/3 dos alimentos produzido no mundo acaba no lixo, seja por desperdício ou por deterioração, situação que se agrava em todos os países em desenvolvimento.

Considerando, nas alternativas a seguir, que “ou” indica que ambas ou todas as afirmações são igualmente possíveis (embora jamais utilizadas simultaneamente), é correto substituir (…) por:

A) I, apenas.

B) III, apenas.

C) I ou II, apenas.

D) II ou III, apenas.

E) I, II ou III.

RESOLUÇÃO:

A aparente contradição surge do fato de que no primeiro parágrafo é dito que a safra aumentou muito enquanto que no terceiro parágrafo é dito que grande parte da população consomem até 1/3 dos legumes, verduras e frutas necessários. Temos uma divergência entre as ideias dos dois parágrafos.

Analisando os argumentos: em I não foi apresentada uma justificativa para o fato relatado acima; em II novamente não foi explicado o porquê de a safra ter aumentado e grande parte das pessoas comerem abaixo do mínimo necessário. Em III sim tivemos uma explicação, que passa pela falta de recursos para acesso à alimentação e pelo desperdício. Portanto, é correto substituir (…) por III, apenas.

RESPOSTA: B

Comentários