Concursos Abertos Concursos 2020

Amplitude de controle

Marcelo Soares Marcelo Soares comentários
25/11/2020, às 17:55 • 2 meses atrás

A amplitude de controle (ou amplitude administrativa) corresponde ao número de subordinados por cada chefe. Assim, se na empresa X, por exemplo, cada chefe possui dois subordinados, podemos dizer que a amplitude de controle é 2.

A amplitude de controle é um dos elementos formais da estrutura organizacional e influencia diretamente da carinha do organograma da organização.

“Como assim, Marcelo?”

Quanto maior a amplitude de controle, menor o número de níveis hierárquicos necessários. Afinal, pense um pouco: se cada chefe cuida de maior subordinados (maior amplitude de controle), menor o número de chefes necessários. O número menor de níveis hierárquicos, por sua vez, deixa a estrutura organizacional mais horizontal (gordinha).

Que tal aprendermos isso de maneira mais prática?

As imagens a seguir ilustram duas organizações com 15 funcionários. A primeira organização adota uma amplitude de controle de 6.

A segunda organização, de outra forma, adota uma amplitude de controle de 2:

Veja que, embora possuam a mesma quantidade de funcionários, a segunda organização teve que criar mais níveis hierárquicos e até um novo cargo (Diretor) para que fosse possível respeitar a amplitude de controle de 2.

Vendo os organogramas (gráficos acima), acho que você consegue entender melhor o porquê de a literatura da Administração pontuar que estruturas mais lineares são, comparativamente, mais caras que estruturas horizontais.

Pense um pouco: para coordenar o trabalho do mesmo número de empregados (15 funcionários), a segunda organização teve que contratar mais coordenadores e teve que criar um cargo de nível hierárquico mais alto.

Outra consequência bastante visível é que, conforme já havíamos dito, maiores amplitudes de controle conduzem a estruturas organizacionais mais horizontais (“gordinhas”). Estruturas organizacionais com amplitudes baixas deixam a estrutura organizacional mais linear (“alta”).

Outro ponto interessante para comentarmos é que a amplitude de controle diminui à medida que um funcionário ascende na estrutura organizacional. Em outras palavras, um supervisor (nível hierárquico mais baixo), por exemplo, tende a possuir um maior número de subordinados imediatos do que um Presidente (nível hierárquico mais alto). Isso ocorre porque as atividades realizadas pelos subordinados de um supervisor são sensivelmente mais simples do que àquelas realizadas pelos subordinados de um Presidente.

Todos esses conhecimentos sobre a amplitude de controle são explorados em provas de concursos. Alguns concurseiros sofrem com essas questões, pois tentam decorar a relação entre amplitude de controle e estrutura organizacional, em vez de compreende-la. Espero que tenhamos resolvido isso hoje. Que tal alguns questões para finalizarmos o nosso bate-papo?

FGV – Câmara de Salvador – Assistente – 2018

O processo de organização é pautado por alguns princípios ou elementos básicos, formulados por autores como Fayol e Weber. O número de subordinados pelos quais um gestor é responsável e que determina, no processo de organização, formatos mais verticais ou horizontais das estruturas organizacionais é conhecido como:

a) cadeia de comando;

b) amplitude de controle;

c) descentralização;

d) divisão do trabalho; e) especialização horizontal.

Comentários

O número de subordinados por cada gestor corresponde ao conceito de amplitude de controle (amplitude administrativa), por isso o gabarito da questão é a alternativa B.

Gabarito: B

CEBRASPE – EMAP – Assistente – 2018

A respeito das estruturas organizacionais, julgue o item subsequente.

À medida que um funcionário ascende na estrutura organizacional, torna-se menor a sua amplitude de controle sobre seus subordinados.

Comentários

Perfeito. De fato, à medida que se sobe na hierarquia da estrutura organizacional, menor tende a ser o número de subordinados imediatos.

Gabarito: Certo

Questões interessantes, certo?

Caso almeje aumentar se tornar um faixa preta em Administração, sugiro que conheça os nossos cursos:

Marcelo Soares

administração estrutura organizacional função de organização questões de concursos

Marcelo Soares

Auditor do Estado do Mato Grosso ( 3º lugar em 2014). Graduado em Administração, pós-graduado em Gestão Pública e mestrando em Administração (Estratégia e Governança Corporativa). Aprovado e nomeado nos cargos de Auditor Fiscal da Receita Municipal de Cuiabá, Auditor Governamental do Piauí e Analista Judiciário área administrativa (TRF-1ª, TRT-11ª).

Comentários