Concursos Abertos Concursos 2020

Dicas de como estudar controle externo

Rodrigo Strassburger Rodrigo Strassburger comentários
10/06/2021, às 17:17 • 6 dias atrás

Fala, pessoal! Tudo bem? Aqui é o Rodrigo! Vamos falar sobre estudo para concurso público para área de controle? Nunca é demais lembrar que essa área está bombando este ano! Quer pegar umas dicas valiosas para a sua preparação rumo ao cargo de auditor de tribunal de contas? Então… Vem comigo!

Antes, uma pequena introdução para quem ainda não me conhece: meu nome é Rodrigo Strassburger, concurseiro há algum tempo e aprovado em concursos importantes. Atualmente, sou Técnico Tributário da SEFAZ/RS. Além disso, obtive sucesso nas provas para os seguintes cargos: Auditor TCE-RJ (primeiro), Auditor CI de Porto Alegre (terceiro), Analista IBGE temporário (primeiro) e Prefeitura de Bombinhas/SC (primeiro).

Contei um pouco mais da minha história aqui nesta entrevista: clique e assista!

Concurso público para área de controle

Pessoal, a área de controle está oferecendo muitas oportunidades em 2021 e a tendência é que continue assim em 2022. Só neste ano, mesmo com a pandemia, já tivemos provas para o TCE-RJ e pro TCDF.

Além disso, nas últimas semanas também tivemos publicação do edital do TCE-AM e do TCE-PI. Existe, ainda, o concurso do TCM-SP, que está suspenso desde o ano passado, mas que terá suas inscrições reabertas assim que for retomado. E, claro, há muita expectativa para o concurso do TCU, que já teve autorização para ocorrer e está com comissão formada!

Ou seja, a hora para começar a se preparar para a área de controle é AGORA!

Entretanto, os concursos da área de controle são muito concorridos e tendem a cobrar uma quantidade grande de disciplinas. Isso acaba deixando os concurseiros, especialmente os iniciantes, um pouco perdidos na hora de começar a estudar.

Diante dessa situação, trarei a seguir algumas dicas que podem fazer grande diferença para a sua aprovação. Continue comigo!

Dica # 1 – Mantenha um foco

Atualmente, para obter a aprovação em um concurso público de alto nível, é fundamental que o concurseiro vire especialista naquela área. Foque, primeiramente, em apenas uma área de estudo! Desse modo, não desperdiçamos tempo e atenção em disciplinas que não cairão em nossa prova e poderemos realizar um estudo mais profundo naquilo que realmente importa.

Essa dica é extremamente valiosa no momento atual em que estamos. Isso porque já existe movimentação para diversos concursos grandes para a área fiscal (Receita Federal, fiscos estaduais e municipais… ) e para área de controle (TCU, TCEs, CGU…). A fim de alcançarmos a aprovação, devemos, em um primeiro momento, focar em apenas uma área até ficarmos craques nela.

Atirar para todos os lados geralmente é a receita do fracasso. Assim, somente após atingirmos um elevado grau de conhecimento em determinada área é que poderemos pensar em arriscar em outro tipo de prova.

Dica # 2 – Domine as disciplinas básicas

Os editais de concurso público para a área de controle costumam ser longos e bastante abrangentes. Contudo, é possível identificar um núcleo duro de disciplinas que está presente em quase todas as provas de tribunais de contas. São elas:

  • Português
  • Direito Administrativo
  • Direito Constitucional
  • Controle Externo
  • Auditoria Governamental
  • AFO
  • Contabilidade Pública
  • Contabilidade Geral

O candidato que não estiver craque nessas matérias não será aprovado. Portanto, temos que buscar um aproveitamento mínimo de 80% de acertos em questões dessas disciplinas antes de encarar o estudo de outras matérias mais específicas.

Ah, além disso, são essas áreas de conhecimento que podem cair em sua prova discursiva, como veremos mais adiante. Então, atenção redobrada!

Dica # 3 – Resolva muitas questões da sua banca

Para chegar à aprovação, é fundamental que sejam resolvidas milhares de questões de concursos anteriores. Esse é o principal treino, pois assim é possível fixar o conteúdo e identificar o que a banca costuma cobrar nas provas.

Ou seja, além de ser o principal método de revisão do conteúdo estudado, a resolução de questões o ajudará a conhecer o estilo de cobrança da banca.

Mas qual será a banca do meu concurso público? Meu amigo, ultimamente o Cebraspe (CESPE) vem dominando as provas da área de controle, salvo algumas raras exceções. Então minha dica é: estude com questões do CESPE! Com certeza é o maior custo x benefício.

Ah, por fim, uma última dica nesse ponto: assinando o plano ilimitado do Direção Concursos, além das aulas, você terá acesso ao sistema do QConcursos, que possui milhares e milhares de questões para você treinar!

Dica # 4 – Estude a lei seca

Muitos alunos relutam em fazer a leitura das leis na íntegra, artigo por artigo. Todavia, esse pode ser um erro que pode custar caro.

Em levantamento feito pelos futuros auditores João Lara e Raphael Luiz, 70% dos aprovados no último concurso público de Auditor do TCE/RJ tinha o hábito de realizar a leitura de leis na íntegra com frequência.

Isso porque a leitura da lei seca é fundamental para o aluno entender melhor o conteúdo e serve também como uma excelente ferramenta de revisão. Além disso, as bancas costumam copiar artigos das leis e colar na sua prova, perguntando se está certo ou errado.

Abaixo, vou citar as principais leis e normativos que o candidato deve estudar para área de controle:

  • Leis de Licitações e Contratos: lei 14.133/21 (nova lei) e as antigas lei 8.666/93 e lei do pregão;
  • Constituição Federal (especialmente os artigos 70 a 75 e 163 a 169);
  • Lei Orgânica e Regimento Interno do órgão que está realizando o concurso;
  • LC 101/00 (Lei de Responsabilidade Fiscal)
  • Lei 4.320/64
  • Seções do Manual de Contabilidade Aplicado ao Setor Público (MCASP).

Ressalva-se que não é necessário decorar as leis, já que a leitura frequente e a realização de marcações e anotações são suficientes para o candidato resolver as questões de prova.

Dica # 5 – Estude as discursivas

As questões discursivas aparecem em todos os editais para a área de controle e são decisivas para aprovação ou eliminação do candidato. Recomenda-se o início da preparação para esse tipo de prova após o concurseiro ter um conhecimento razoável das matérias básicas da área de controle (ver dica # 2).

Geralmente, os tribunais de contas exigem respostas de questões por escrito e também a elaboração de um parecer técnico. Portanto, a preparação para a prova discursiva não deve se restringir à teoria das disciplinas cobradas. Para conseguir uma boa colocação, os candidatos também devem estudar as técnicas de resolução e a estrutura de pareceres técnicos.

Isso pode nos assustar no início da caminhada, mas nada que muito treino e simulações não resolvam. Vale pegar uma folha em branco e responder questões antigas simulando o ambiente e tempo de prova. Ao longo da preparação, a gente percebe que vai ficando cada vez mais confiante para a discursiva.

Um último e importante conselho…

Bom, pessoal, com certeza todas as dicas que trouxe aqui para vocês me ajudaram muito para que chegasse à aprovação. Mas o fundamental mesmo para o sucesso é bem mais simples: dedicação, disciplina e regularidade.

Com dedicação, disciplina e regularidade nos estudos com certeza, mais cedo ou mais tarde, alcançaremos o cargo dos nossos sonhos. E, assim, todo o esforço será recompensado!

Desejo, então, muita força e energia positiva pra todo mundo!

Sigam meu Instagram e o Instagram de notícias do Direção Concursos, o Direção News!

Um grande abraço!

Assinatura Ilimitada

Quer garantir centenas de cursos para os principais concursos públicos do país? Basta adquirir a Assinatura Ilimitada do Direção Concursos, em parceria com o QC, para ter acesso ao PDF 2.0: a plataforma que vem mudando a sua forma de estudar. Confira:

Faça parte do canal de Telegram para o compartilhamento de notícias em TEMPO REAL! Você nunca mais vai ficar de fora das novidades, clique aqui e participe.

concursos publicos
como estudar para concursos como estudar para controle externo dicas para controle externo

Rodrigo Strassburger

Contador Aprovado 1º lugar concurso TCE-RJ - Área contábil Aprovado 3º lugar concurso Auditor de Controle Interno de Porto Alegre Aprovado 1º lugar contador Prefeitura de Bombinhas/SC Aprovado 1º lugar concurso Analista IBGE - Temporário Aprovado SEFAZ/RS

Comentários