Concursos Abertos Concursos 2020

Gabarito ISS Novo Hamburgo/RS 2020 – Contabilidade Geral

Igor Cintra Igor Cintra comentários
09/03/2020, às 13:40 • 8 meses atrás


E aí pessoal, tudo bem?

Estou disponibilizando comentários das questões de Contabilidade Geral da prova realizada em 08/03/2020 para o provimento do cargo de Auditor Fiscal de Tributos de Novo Hamburgo/RS (ISS Novo Hamburgo/RS).

Foram aplicadas cinco questões de Contabilidade Geral, das quais apenas uma cobrava conceitos de Pronunciamentos Técnicos emitidos pelo CPC.

Certamente os alunos que estudaram por materiais do Direção Concursos não tiveram problemas para gabaritar estas questões.

Se pintar alguma dúvida pode me procurar através das redes sociais!

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é REDES-SOCIAIS-1024x412.png

Vamos analisar, portanto, as questões desta prova!

24. (AOCP – ISS Novo Hamburgo/RS – 2020) Uma sociedade comercial adquiriu, a prazo, 80 unidades de mercadorias para comercialização no seu estabelecimento, ao valor de R$ 300,00 cada unidade. Sabe-se que a operação teve a incidência de ICMS de 18% e IPI a 6%. Com base nas informações apresentadas, a sociedade comercial apurou um custo de aquisição de mercadorias no valor de

(A) R$ 25.440,00.

(B) R$ 23.120.00.

(C) R$ 24.000,00.

(D) R$ 21.120,00.

(E) R$ 20.860,80.

RESOLUÇÃO:

Segundo o enunciado a entidade comercial adquiriu 80 unidades de mercadorias para comercialização no seu estabelecimento, ao valor de R$ 300,00 cada unidade. Considerando a incidência de ICMS de 18% e IPI a 6% temos o seguinte custo de aquisição:

            Preço de Aquisição         R$ 24.000,00
( + )    IPI            R$ 1.440,00           →      6% x R$ 24.000
( – )    ICMS a Recuperar           (R$ 4.320,00)         →      18% x R$ 24.000
( = )    Custo de Aquisição       R$ 21.120,00

Com isso, correta a alternativa D.

GABARITO: D

__________________________________________________

25. (AOCP – ISS Novo Hamburgo/RS – 2020) Analise a relação de contas e os seguintes saldos de uma empresa.     

Amortização Acumulada           R$ 50.000,00
Duplicatas descontadas           R$ 30.000,00
Despesas antecipadas           R$ 20.000,00
Capital social a integralizar           R$ 30.000,00
Ações em tesouraria           R$ 20.000,00
Adiantamento de clientes           R$ 50.000,00
Perda estimada para redução ao valor recuperável           R$ 10.000,00
Ajuste a valor presente de cliente           R$ 10.000,00
Ajustes de avaliação patrimonial positivo           R$ 5.000,00

Considerando as informações registradas, essa empresa evidenciará um montante com os saldos credores no valor de

(A) R$ 95.000,00.

(B) R$ 145.000,00.

(C) R$ 155.000,00.

(D) R$ 165.000,00.

(E) R$ 130.000,00.

RESOLUÇÃO:

Vamos realizar a classificação das contas de acordo com sua natureza.

Contas Devedor Credor
Amortização Acumulada R$ 50.000
Duplicatas descontadas R$ 30.000
Despesas antecipadas R$ 20.000
Capital social a integralizar R$ 30.000
Ações em tesouraria R$ 20.000
Adiantamento de clientes R$ 50.000
Perda estimada para redução ao valor recuperável R$ 10.000
Ajuste a valor presente de cliente R$ 10.000
Ajustes de avaliação patrimonial positivo R$ 5.000
SALDO R$ 70.000 R$ 155.000

Com isso, correta a alternativa C.

GABARITO: C

__________________________________________________

26. (AOCP – ISS Novo Hamburgo/RS – 2020) Em 31/12/2017, determinada empresa apresentava as seguintes informações acerca do Patrimônio Líquido (PL):

Capital Social: R$ 200.000,00;
Reserva Legal: R$ 30.000,00;
Reserva Estatutária: R$ 20.000,00;
Ações em Tesouraria: R$ 10.000,00

Em 2018, essa empresa apurou um Lucro Líquido no Exercício (LLE) no valor de R$ 250.000,00.

Sabe-se que a empresa apresenta a política de destinação do Lucro Líquido do Exercício da seguinte forma:

– Reserva legal correspondente ao estabelecido na legislação societária.

– Reserva estatutária corresponde a 10% do lucro líquido, conforme estabelecido na legislação societária e no estatuto social da empresa.

– Dividendos obrigatórios correspondem a 30% do lucro líquido do exercício, deduzido da reserva legal, nos termos estabelecidos na legislação societária e no estatuto social da empresa.

Com base nas informações apresentadas, essa empresa registrará um valor de dividendos obrigatórios de

(A) R$ 65.000,00.

(B) R$ 68.250,00.

(C) R$ 75.000,00.

(D) R$ 72.000,00.

(E) R$ 71.250,00.

RESOLUÇÃO:

Considerando a apuração do Lucro Líquido do Exercício de R$ 250.000,00 vamos calcular o valor destinado à Reserva Legal.

Reserva Legal = 5% × LLE = 5% × R$ 250.000 = R$ 12.500,00

Vamos verificar se a entidade pode destinar esta quantia à Reserva Legal, dado que há um limite máximo a ser respeitado, qual seja:

Limite da Reserva Legal = 20% × Capital Social
Limite da Reserva Legal = 20% × R$ 200.000 = R$ 40.000,00

Considerando que a Reserva Legal apresentava um saldo de R$ 30 mil conclui-se que a entidade não poderá destinar R$ 12.500 adicionais para tal reserva. Isso extrapolaria o limite máximo permitido! Sendo assim, a entidade deverá destinar apenas R$ 10.000 para a Reserva Legal.

Enfim vamos calcular o valor dos dividendos, considerando que correspondem a 30% do lucro líquido do exercício, deduzido da reserva legal.

Dividendos = 30% × (LLE – Reserva Legal)
Dividendos = 30% × (R$ 250.000-R$ 10.000) = R$ 72.000,00

Com isso, correta a alternativa D.

GABARITO: D

__________________________________________________

27. (AOCP – ISS Novo Hamburgo/RS – 2020) A respeito do arrendamento mercantil, é correto afirmar que

(A) o arrendamento operacional é o arrendamento que transfere substancialmente todos os riscos e benefícios inerentes à propriedade do ativo subjacente.

(B) o arrendamento financeiro é o arrendamento que não transfere substancialmente todos os riscos e benefícios inerentes à propriedade do ativo subjacente.

(C) o ativo de direito de uso é o ativo que é o objeto de arrendamento, para o qual o direito de usar esse ativo foi fornecido pelo arrendador ao arrendatário.

(D) o ativo subjacente é o ativo que representa o direito do arrendatário de usar o ativo subjacente durante o prazo do arrendamento.

(E) o arrendador, no arrendamento financeiro, deve fornecer explicação qualitativa e quantitativa sobre as alterações significativas no valor contábil do investimento líquido em arrendamentos financeiros.

RESOLUÇÃO:

Vamos analisar as alternativas apresentadas.

a) Incorreta. Arrendamento operacional é o arrendamento que não transfere substancialmente todos os riscos e benefícios inerentes à propriedade do ativo subjacente

b) Incorreta. Arrendamento financeiro é o arrendamento que transfere substancialmente todos os riscos e benefícios inerentes à propriedade do ativo subjacente.

c) Incorreta. Ativo de direito de uso é o ativo que representa o direito do arrendatário de usar o ativo subjacente durante o prazo do arrendamento.

d) Incorreta. Ativo subjacente é o ativo que é o objeto de arrendamento, para o qual o direito de usar esse ativo foi fornecido pelo arrendador ao arrendatário.

e) Correta. Segundo o item 93 do CPC 06 o arrendador deve fornecer explicação qualitativa e quantitativa sobre as alterações significativas no valor contábil do investimento líquido em arrendamentos financeiros.

GABARITO: E

__________________________________________________

28. (AOCP – ISS Novo Hamburgo/RS – 2020) Acerca dos critérios de avaliação do ativo, nos termos da legislação societária, analise as assertivas e assinale a alternativa que aponta a(s) correta(s).

I. As aplicações em instrumentos financeiros, inclusive derivativos, e em direitos e títulos de créditos serão classificadas no ativo circulante ou no realizável a longo prazo e serão avaliadas pelo seu valor justo, quando se tratar de aplicações destinadas à negociação ou disponíveis para venda.

II. Os direitos que tiverem por objeto mercadorias e produtos do comércio da companhia, assim como matérias-primas, produtos em fabricação e bens em almoxarifado, serão avaliados pelo custo de aquisição ou produção, deduzido de provisão para ajustá-lo ao valor de mercado, quando este for maior.

III. Os elementos do ativo decorrentes de operações de curto e longo prazo serão ajustados a valor presente, sendo os demais ajustados quando houver efeito relevante.

(A) Apenas I e III.

(B) Apenas I.

(C) Apenas III.

(D) Apenas II e III.

(E) I, II e III.

RESOLUÇÃO:

Questão que cobra conceitos relacionados ao art. 183 da Lei n° 6.404/76 (critérios de avaliação do ativo), veja:

Art. 183. No balanço, os elementos do ativo serão avaliados segundo os seguintes critérios:

I – as aplicações em instrumentos financeiros, inclusive derivativos, e em direitos e títulos de créditos, classificados no ativo circulante ou no realizável a longo prazo:

a) pelo seu valor justo, quando se tratar de aplicações destinadas à negociação ou disponíveis para venda; e

b) pelo valor de custo de aquisição ou valor de emissão, atualizado conforme disposições legais ou contratuais, ajustado ao valor provável de realização, quando este for inferior, no caso das demais aplicações e os direitos e títulos de crédito;

II – os direitos que tiverem por objeto mercadorias e produtos do comércio da companhia, assim como matérias-primas, produtos em fabricação e bens em almoxarifado, pelo custo de aquisição ou produção, deduzido de provisão para ajustá-lo ao valor de mercado, quando este for inferior;

III – os investimentos em participação no capital social de outras sociedades, ressalvado o disposto nos artigos 248 a 250, pelo custo de aquisição, deduzido de provisão para perdas prováveis na realização do seu valor, quando essa perda estiver comprovada como permanente, e que não será modificado em razão do recebimento, sem custo para a companhia, de ações ou quotas bonificadas;

IV – os demais investimentos, pelo custo de aquisição, deduzido de provisão para atender às perdas prováveis na realização do seu valor, ou para redução do custo de aquisição ao valor de mercado, quando este for inferior;

V – os direitos classificados no imobilizado, pelo custo de aquisição, deduzido do saldo da respectiva conta de depreciação, amortização ou exaustão;

VI – (revogado);

VII – os direitos classificados no intangível, pelo custo incorrido na aquisição deduzido do saldo da respectiva conta de amortização;

VIII – os elementos do ativo decorrentes de operações de longo prazo serão ajustados a valor presente, sendo os demais ajustados quando houver efeito relevante.

Com isso, correta a alternativa B.

GABARITO: B

__________________________________________________

Grande abraço e até a próxima!

Igor Cintra é Agente Fiscal de Rendas da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (ICMS/SP), onde exerce a Fiscalização Direta de Tributos. Possui vasta experiência em concursos públicos, tendo ocupado o cargo de Auditor Fiscal do Município de São Paulo (ISS/SP) e Analista Tributário da Receita Federal do Brasil (ATRFB).

auditor fiscal concurso fiscal concurso fiscal 2020 fiscal iss novo hamburgo prova iss novo hamburgo recurso prova objetiva recursos iss novo hamburgo

Igor Cintra

Igor Cintra é Agente Fiscal de Rendas da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo (ICMS/SP), onde exerce a Fiscalização Direta de Tributos. Possui vasta experiência em concursos públicos, tendo ocupado o cargo de Auditor Fiscal do Município de São Paulo (ISS/SP) e Analista Tributário da Receita Federal do Brasil (ATRFB).

Comentários