Concursos Abertos Concursos 2022

Gabarito PRF Língua Portuguesa – prova resolvida

José Maria José Maria comentários
03/02/2019, às 15:46 • 2 anos atrás


				<![CDATA[]]>

Prova de Língua Portuguesa resolvida e gabarito extraoficial

Fala pessoal! Vejam aqui o meu Gabarito PRF de Língua Portuguesa.

Vamos começar a resolver a prova?

Resolução da prova PRF – Língua Portuguesa

1 – CESPE – PRF – 2019) A forma verbal “viceja” poderia ser substituída por “germina”, sem prejuízo da coerência e da correção gramatical do trecho.

RESOLUÇÃO:

CERTO – É possível sim associar contextualmente o verbo “vicejar” à ideia de “germinar”, “desenvolver-se”, que correspondem ao sentido dicionário do vocábulo. A vida humana só se desenvolve sob algum tipo de luz, de preferência a solar.

Gabarito extraoficial: CERTO

2 – CESPE – PRF – 2019) Infere-se do primeiro parágrafo do texto que “boêmios da pá virada e vampiros” diferem biologicamente dos seres humanos em geral, os quais tendem a desempenhar a maior parte de suas atividades durante a manhã e a tarde.

RESOLUÇÃO:

ERRADO – No primeiro parágrafo, diz-se claramente que os seres humanos são animais diurnos, ou seja, quer-se dizer que grande parte concentra suas ações durante o dia! Diferem desse padrão os boêmios citados e os vampiros, que concentram suas atividades no período da noite. No entanto, afirmar que essa diferença se dá no nível biológico é um exagero! Trata-se tão somente de uma diferença comportamental.

Gabarito extraoficial: ERRADO

3 – CESPE – PRF – 2019) A correção gramatical seria mantida caso o pronome “se”, em “se sentindo”, fosse deslocado para imediatamente após a forma verbal “sentindo”, da seguinte maneira: “sentindo-se”.

RESOLUÇÃO:

CERTO – Não há fator de próclise que obrigue o pronome oblíquo a se posicionar antes do verbo “sentindo”.

Observe que o relativo “que” não atua como partícula atrativa, uma vez que pertence a outra oração – “que acordam”. Já o pronome “se” está ligado ao verbo “sentir”.

Dessa forma, o emprego da próclise (pronome antes do verbo) ou da ênclise (pronome depois do verbo) é permitido e atende à correção gramatical.

Gabarito extraoficial: CERTO

4 – CESPE – PRF – 2019) A correção gramatical e os sentidos seriam mantidos caso se suprimisse o trecho “é que”, em “como é que se fazia”.

RESOLUÇÃO:

CERTO – A expressão “é que” é expletiva. Sua única função é realçar (adornar), não cumprindo qualquer função morfossintática. Sua exclusão não acarreta prejuízo gramatical nem implica alteração de sentido.

Gabarito extraoficial: CERTO

5 – CESPE – PRF – 2019) Sem prejuízo da correção gramatical e dos sentidos do texto, o primeiro período do terceiro parágrafo poderia ser assim reescrito: “Contudo, os cientistas avisam que ter tanta luz à nosso dispor custa muito caro ao meio ambiente”.

RESOLUÇÃO:

ERRADO – É incorreto o emprego do acento grave antes da expressão masculina “nosso dispor”. O emprego da crase no trecho reescrito implica explícito equívoco gramatical.

Gabarito extraoficial: ERRADO

6 – CESPE – PRF – 2019) A correção gramatical do texto seria mantida, mas seu sentido seria alterado, caso o trecho “que se infiltra no ambiente no qual dormimos” fosse isolado por vírgulas.

RESOLUÇÃO:

CERTO – Na redação original, o fato de o trecho oracional introduzido pelo relativo “que” não estar isolado por vírgulas confere caráter restritivo, dando a entender quem nem toda luz urbana se infiltra no ambiente em que dormimos.

Com o isolamento do trecho por vírgulas, o trecho adquire caráter explicativo, dando a entender que toda luz urbana se infiltra no ambiente em que dormimos.

A correção gramatical não é afetada, mas o sentido, como explicado anteriormente, é alterado com a mudança.

Gabarito extraoficial: CERTO

7 – CESPE – PRF – 2019) A correção gramatical e os sentidos do texto seriam mantidos caso a forma verbal “existia” fosse substituída por “existisse”.

RESOLUÇÃO:

ERRADO – Até é possível fazer a substituição pela forma “existisse”, no entanto, para que isso seja possível, é necessário alterar as formas verbais seguintes para “teria sido extinto” e “deveria ter se transferido”. Só assim teríamos uma adequada correlação de tempos verbais.

Gabarito extraoficial: ERRADO

8 – CESPE – PRF – 2019) A substituição da locução “a cidade toda” por “toda cidade” preservaria os sentidos e a correção gramatical do texto

RESOLUÇÃO:

ERRADO – O trecho “a cidade toda” pode ser traduzido por “a cidade inteira”. Já “toda cidade” dá a entender “qualquer cidade”. Ocorre, portanto, mudança significativa de sentido.

Gabarito extraoficial: ERRADO

9 – CESPE – PRF – 2019) É correto inferir do trecho “o homem da luz já deve ter se transferido para o mundo das trevas eternas” que provavelmente o funcionário responsável pelo acionamento da iluminação urbana já morreu.

RESOLUÇÃO:

CERTO – Com esse dizer, o autor dá a entender que o hipotético cargo existiu há muito tempo. Dessa forma, é grande a chance de que não exista mais entre nós um ex-acionador da iluminação pública vivo.

Gabarito extraoficial: CERTO

10 – CESPE – PRF – 2019) Caso o advérbio “praticamente” fosse isolado por vírgulas, a correção gramatical do texto seria alterada.

RESOLUÇÃO:

ERRADO – É facultativo o emprego de vírgulas para isolar adjuntos adverbiais de pequena extensão, mesmo quando deslocados da ordem direta. Sendo assim, o isolamento de “praticamente” por vírgulas não compromete a correção gramatical.

Gabarito extraoficial: ERRADO

11 – CESPE – PRF – 2019) As forma pronominais “Estas” e “las” referem-se a “necessidades dos seres humanos”.

RESOLUÇÃO:

CERTO – O pronome “Estas” retoma o elemento anterior citado por último – no caso, “as necessidades dos seres humanos”. Já o pronome “las”, em “atendê-las” também possui esse referente. Note que o mundo natural é onde se encontram os elementos utilizados para atender as necessidades humanas.

Gabarito extraoficial: CERTO

12 – CESPE – PRF – 2019) Seriam mantidos os sentidos do texto caso o primeiro período do segundo parágrafo fosse assim reescrito: “Quando prestamos atenção a nossa volta, percebemos que quase tudo que vemos existe pelas atividades do trabalho humano.”

RESOLUÇÃO:

CERTO – Temos no texto original uma oração de natureza condicional introduzida pelo SE. Na reescrita proposta, empregou-se o conector QUANDO.

Sabemos que QUANDO expressa a ideia de TEMPO, mas também pode ser empregado com valor CONDICIONAL. Esse último sentido pode ser identificado quando a oração seguinte corresponde a um resultado obtido com o atendimento da condição exposta na oração anterior.

Dito de outra forma, a percepção de que tudo existe em função do trabalho depende de que prestemos atenção ao que está a nossa volta.

Isso posto, o sentido original de CONDIÇÃO permanece com a reescrita proposta.

Gabarito extraoficial: CERTO

13 – CESPE – PRF – 2019) Com o emprego da expressão “assim como”, estabelece-se uma relação de comparação entre ideias expressas no período.

RESOLUÇÃO:

ERRADO – Não se trata de uma comparação, e sim de uma adição. O trecho pode ser assim reescrito: Os processos de produção dos objetos que nos cercam movimentam relações entre os indivíduos E a organização do trabalho alterou-se bastante…

Gabarito extraoficial: ERRADO

14 – CESPE – PRF – 2019) A locução “em razão de” expressa uma ideia de causa.

RESOLUÇÃO:

CERTO – Facilmente podemos substituir “em razão de” por “devido a”.

Gabarito extraoficial: CERTO

15 – CESPE – PRF – 2019) No trecho “Os processos de produção dos objetos que nos cercam movimentam relações diversas entre os indivíduos”, o sujeito da forma verbal “cercam” é “Os processos de produção dos objetos”.

RESOLUÇÃO:

ERRADO – O sujeito de “cercam” é o pronome relativo “que”, que retoma o termo antecedente “objetos” – são os objetos que nos cercam.

Gabarito extraoficial: ERRADO

16 – CESPE – PRF – 2019) Conclui-se do texto que, devido à abundância de recursos, nas sociedades tribais os indivíduos não têm necessidade de separar as práticas laborais das outras atividades sociais.

RESOLUÇÃO:

ERRADO – Não é isso que afirma o texto: “Naquelas (Nas sociedades tribais), o trabalho está integrado a outras dimensões da sociabilidade…”.

Gabarito extraoficial: ERRADO

17 – CESPE – PRF – 2019) A informação apresentada pela oração “nenhuma letra se igualando a outra” é redundante em relação à informação apresentada na oração imediatamente anterior, servindo para reforçar-lhe o sentido.

RESOLUÇÃO:

ERRADO – Não se trata de uma redundância, pois nomes completamente díspares (diferentes) não necessariamente apresentam todas as letras diferentes. A oração detalha, explica o conteúdo da oração anterior, ao clarificar o que quer dizer quando afirma serem os nomes “”completamente díspares”.

Gabarito extraoficial: ERRADO

18 – CESPE – PRF – 2019) A afirmação de que alguns nomes põem nos olhos de seus donos “um azul que não possuem” contradiz a ideia de que os nomes definem não as qualidades reais de cada um, mas o modo como os outros o veem.

RESOLUÇÃO:

ERRADO – Não há contradição, e sim alinhamento entre as ideias. Ora, a expressão “um azul que não possui” diz respeito a uma característica não associada de fato à pessoa, mas percebida equivocadamente por terceiros.

Gabarito extraoficial: ERRADO

19 – CESPE – PRF – 2019) O vocábulo “um” refere-se a um individuo cujo nome é idêntico ao do autor do texto.

RESOLUÇÃO:

CERTO – O autor julgava ser impossível encontrar alguém com a mesma combinação de nome e sobrenome. Mas, aos seus vinte anos, encontrou alguém com a mesma combinação, ou seja, um homônimo – idêntico nome.

Gabarito extraoficial: CERTO

20 – CESPE – PRF – 2019) Infere-se que o autor do texto é espanhol.

RESOLUÇÃO:

ERRADO – O autor possui um sobrenome hispânico, ou seja, espanhol. Isso não é suficiente para se atestar sua nacionalidade como espanhola.

Gabarito extraoficial: ERRADO

Comentários finais – gabarito PRFLíngua Portuguesa

No geral, a prova da CESPE obedeceu ao seu estilo. Prova bem elaborada, moçada! Com certeza privilegiou o aluno que teve uma preparação DIRECIONADA, focada na resolução de questões!

Você discorda de algum gabarito que eu propus? Deixe o seu comentário neste artigo e vamos conversar mais!

Gabarito PRF demais disciplinas:


Arthur Lima – Raciocínio Lógico-Matemático
Erick Alves – Direito Administrativo
Danuzio Neto – Ética, Geopolítica e História p/ PRF
José Maria – Língua Portuguesa
Julio Ponte – Legislação do Trânsito
Matheus Laranja – Física
Nathalia Masson – Direito Constitucional
Pietro Chidichimo/Alexandre Salim- Penal, Processo e Legislação
Rodrigo Mesquita – Direitos Humanos e Cidadania
Victor Dalton – Informática

Conheça os nossos cursos completos e DIRECIONADOS para o seu edital em:

CURSOS DIREÇÃO CONCURSOS

Continua interessado na área policial? O concurso da PCDF pode ser uma grande oportunidade. São 300 vagas autorizadas e remuneração de R$9 mil. Veja os nossos cursos de agente e escrivão:

Agente Escrivão

Quer ser informado sobre os próximos concursos públicos? Salve o nosso contato o Whasapp e envie mensagem para qual área você está estudando!

Saudações,

Prof. José Maria

Siga meu instagram e acompanhe dicas gratuitas diariamente: @professorjosemaria

gabarito extraoficial PRF gabarito PRF gabarito prf 2019 lingua portuguesa prf portugues prf 2019 prf portugues gabarito extraoficial prova PRF prova resolvida PRF prova resolvida prf portugues

José Maria

Professor de Língua Portuguesa para concursos há 10 anos. Atuou como Consultor de Língua Portuguesa na CNI (Confederação Nacional da Indústria) no Projeto Educação Livre. É autor de livros e materiais didáticos para ENEM e Concursos Públicos. Formado em Engenharia Eletrônica pelo ITA.

Comentários