Concursos Abertos Concursos 2022

Metonímia: saiba mais sobre essa figura de linguagem

Redação Direção Concursos Redação Direção Concursos comentários
19/11/2021, às 14:15 • 2 semanas atrás

A Língua Portuguesa está repleta de figuras de linguagem. Estas são utilizadas no dia a dia e, por isso, é importante conhecê-las. A metonímia é uma dessas figuras e, neste texto, você vai saber seu significado, seus principais tipos e, ainda, conferir alguns exemplos.

Antes de conhecer a metonímia, contudo, é importante que você saiba o que são figuras de linguagem. De maneira geral, o conceito designa recursos de expressão que trazem efeitos diversos para os textos, uma vez que nem sempre o uso literal de palavras e termos é suficiente para expressar o que se deseja.

As figuras de linguagem, assim como diversos outros recursos da Língua Portuguesa, possui divisões e subdivisões. As modalidades mais conhecidas são as figuras de semântica, sintaxe e de som/fonética.

O que é metonímia?

A metonímia pertence ao grupo das figuras de semântica e consiste na substituição de uma palavra por outra. Isso ocorre, principalmente, quando as palavras estabelecem uma ligação entre si e/ou apresentam uma relação de proximidade.

Ainda está complexo? Não se preocupe! Você vai compreender melhor com um exemplo: é provável que você já tenha ouvido alguém falar que ouviu Caetano Veloso. Nesse caso, é possível entender que a pessoa ouviu uma ou mais canções de Caetano Veloso, não o cantor em si.

Nesse caso, a frase literal seria: “Ouvi as músicas de Caetano Veloso”. Entretanto, com a aplicação da metonímia, temos: “Ouvi Caetano Veloso”. Dessa forma, é possível perceber que essa figura de linguagem não designa um sentido literal – o que chamamos de denotação –, mas sim uma representação.

A metonímia pode ser encontrada, também, na linguagem visual, na qual palavras são substituídas por imagens. O uso da figura de linguagem é bastante comum, por exemplo, em placas de trânsito.

todos os cursos direção

Quais são os tipos de metonímia?

Antes de conhecer os principais tipos de metonímia, é importante que você saiba que ela se divide em duas variações: a antonomásia e a metalepse.

Na antonomásia, também conhecida como perífrase, há a substituição de uma palavra por um substantivo próprio, como o nome de pessoas, cidades, países, etc. Além disso, existem casos em que é possível substituir a palavra por um substantivo simples, desde que este designe uma característica inerente. Veja:

“Hoje tivemos uma aula sobre o Rei do Pop” – Michael Jackson

“Meu sonho é visitar a Terra do Sol Nascente” – Japão

A metalepse, por outro lado, está relacionada a palavras que estabelecem um sentido físico entre si. Nela, há a adição de uma característica a um determinado atributo. Veja:

“Ficamos em silêncio em sinal de respeito aos seus cabelos brancos” – Nesse caso, os “cabelos brancos” designam a velhice.

Agora que você já conhece as variações de metonímia, precisa conferir os tipos dessa figura de linguagem:

  • O autor pela obra: “Leio Machado de Assis”.
  • O singular pelo plural: “O carioca é simpático”.
  • A marca pelo produto: “Gosto de leite com Nescau”.
  • O possuidor pelo possuído: “Vou ao barbeiro toda semana”.

Mais exemplos de metonímia

  • Gosto de ler Agatha Christie quando tenho tempo livre. – Os livros de Agatha Christie.
  • Ele comeu um prato de comida quando foi ao restaurante. – A comida servida no prato.
  • A esperança está na juventude. – Os jovens.

Agora que você já sabe o que é metonímia, o que acha de conferir outros conteúdos que vão te ajudar nos concursos? Continue em nosso site!

Assinatura Ilimitada

Já conhece a ferramenta que revolucionou a metodologia de estudos para concursos públicos? Clique na imagem abaixo e veja o que te espera:

concursos publicos
dicas de Português enem língua portuguesa metonímia português redação concurso público redação enem redação nota 1000

Redação Direção Concursos

Redação do Direção Concursos. Só passa quem está bem informado. Acompanhe nossas redes sociais e fique por dentro de tudo no mundo dos concursos públicos.

Comentários