Concursos Abertos Concursos 2022

Andar, andar, andar…e nunca parar!

Maurício Miranda Sá Maurício Miranda Sá comentários
23/01/2019, às 13:01 • 3 anos atrás


				<![CDATA[]]>

Olá concurseiros (as), tudo bem com vocês? Eu me chamo Mauricio Miranda Sá, sou jornalista aqui da Direção Concursos e servidor público federal lotado no TSE, Tribunal Superior Eleitoral, com sede em Brasília/DF.

Relendo o parágrafo acima, senti um tremendo orgulho da minha trajetória nesse tão complicado universo. Foi um longo período, cheio de curvas sinuosas e buracos espalhados pela pista.

Como cheguei até aqui? É isso que pretendo compartilhar com vocês todas as quartas durante as próximas semanas e, quem sabe, dar um norte para aqueles que se encontram perdidos ou em algum momento sombrio da caminhada.

Primeiros dias

Lembro exatamente o dia e lugar que decidi começar a minha jornada. Pode parecer piegas ou história inventada para, dar mais atração a este artigo. Garanto-lhes que não é.

No final do ano de 2015, após um período de “vacas magras” na iniciativa privada, a qual me encontrava vinculado, me vi em uma situação que me obrigou a tomar uma decisão: ou apostava minhas fichas em um negócio que eu não enxergava crescimento futuro ou partia para outra.

É sempre difícil mudar, não é mesmo? Pois é…

Estudar para concursos públicos nunca pareceu algo atrativo para mim. Até aquele momento! Criado numa família de jornalistas, pedagogos e historiadores (apesar de ter pai e mãe servidores públicos), e graduado em Comunicação Social, eu não sabia fazer outra coisa.

Eu era bom nas comunicações e só. Pelo menos era o que eu achava…

No mês de setembro de 2015, por acaso, esbarrei-me com um banner na internet que anunciava a provável abertura do edital para o concurso do Departamento Penitenciário Nacional, o Depen.

A fagulha que faltava para que eu ingressasse como estudante para concursos fez acender esta vontade. Foi a necessidade aliada à oportunidade que me fez olhar aquilo com bons olhos e pensar: “Ok. Talvez estudar para concursos públicos seja um caminho possível”.

Ainda não era hora de me transformar num concurseiro de fato. Até então aquela notícia de concurso ficou em minha cabeça, mas não passou disso. Não busquei novas informações e muito menos comecei a estudar.

Em 23 de dezembro de 2015, abriu aquele que seria o primeiro edital para o qual eu viria a estudar. Eu não sabia nem por onde começar ou até mesmo como compreendê-lo. O texto daquele documento, para mim, parecia escrito em grego.

E foi aí que eu tive os primeiros contatos com o estudo para concursos, abrindo o edital, buscando entender o processo e indo atrás de um cursinho preparatório. Há anos eu não pegava num livro. Era hora de recomeçar.

Continua…

Siga-me no instagram @samaumau

como estudar para concurso público como estudar para concursos direcao certa direção concursos motivacao motivacional

Maurício Miranda Sá

Jornalista no Direção Concursos e Servidor Público Federal lotado no TSE (Tribunal Federal Eleitoral), estudou Jornalismo, Rádio e TV na UFRN, Publicidade na UNP, Gerenciamento de Projetos pela ESPM e atuou como assessor de comunicação em diversos órgãos e instituições, como o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contras as Secas), Sindifern (Sindicato dos Auditores Fiscais do RN) e, por cinco anos, foi responsável pela divisão de comunicação da empresa Temos Casa e Art Design, produtos que desenvolveu, produziu e dirigiu no Rio Grande do Norte, sendo um complexo de comunicação com programa de TV, programete de Rádio, revista e portal na internet.

Comentários