Concursos Abertos Concursos 2020

Concurso Funai: governo estuda fortalecer órgão com novo edital

Larissa Lustoza Larissa Lustoza comentários
15/07/2020, às 16:10 • 3 semanas atrás


				<![CDATA[]]>

Em reunião do Conselho Nacional da Amazônia Legal, o vice-presidente da República declarou que o governo vai fortalecer órgãos ambientais, entre eles, a Funai.

O órgão já confirmou que enviou um novo pedido para concurso público para 826 vagas, divididas entre nível médio e nível superior.

Governa planeja fortalecimento de órgãos ambientais

A declaração foi dada em reunião no Conselho Nacional da Amazônia Legal, pelo vice-presidente da República, Mourão.

Segundo Mourão, o governo estuda fortalecer os órgãos federais de controle ambiental para liberar os militares das Forças Armadas das ações de proteção do meio ambiente.

“Estamos trabalhando no planejamento do fortalecimento dos órgãos de combate aos delitos ambientais; para recuperar a capacidade operacional do Ibama, do ICMBio e também do Incra e da Funai”, declarou Mourão.

O vice-presidente presidente o conselho interministerial que está realizando uma série de reuniões para tratar de questões ambientais da Amazônia Legal.

Além disso, o vice-presidente mencionou a necessidade “recuperação da força de trabalho dos órgãos ambientas”.

“Precisamos ter um planejamento para recuperar a capacidade operacional dos órgãos de fiscalização [federais] que perderam pessoal que se aposentou, e que estão com seus efetivos reduzidos”, explicou

Além disso, sobre as restrições orçamentárias para concursos públicos, Mourão citou que alternativas estão sendo pensadas.

Ele afirmou, em entrevista a Agência Brasil, que um novo estudo será realizado com a integração de diversos ministérios, inclusive o Ministério da Economia.

“Óbvio que só temos uma linha de ação, que é solicitar a abertura de concurso para podermos contratar mais gente”, destacou.

todos os cursos
Clique na imagem e confira todos os cursos do Direção!

Resumo concurso Funai 2016

  • Vagas: 164
  • Cargos: diversos cargos
  • Banca: ESAF
  • Escolaridade: nível superior
  • Salários iniciais: de R$ 5 mil a R$ 6 mil
  • Para acesso ao edital, clique aqui

Últimas nomeações do concurso Funai

Em portaria assinada no dia 25 de janeiro de 2019, 101 cargos de indigenista especializado e um de engenheiro civil serão preenchidos em breve. Os convocados serão do concurso Funai 2016.

Responsável pela Funai, a ministra da Família, Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves, comemorou a decisão na sua conta pessoal no Twitter.

“Este é um bom exemplo de que o governo deve anunciar nomeações em áreas de real necessidade. A portaria corrobora com declarações recentes de Onyz Lorenzoni“, analisa Arthur Lima, coordenador e professor da Direção Concursos.

Segundo dados da Funai, em dezembro de 2018, 1888 servidores faziam parte do quadro de pessoal. Entretanto, há a previsão de aposentadoria de mais de 600 funcionários até 2020.

“Temos em nosso quadro servidores muito competentes, mas precisamos de mais técnicos para garantir um serviço ágil e de qualidade aos mais de 900 mil indígenas brasileiros. A chegada desses servidores é muito bem-vinda“, comemorou Franklimberg de Freitas, presidente da Funai.

Salários Funai

Atualmente, Indigenistas especializados na área superior ganham, de remuneração inicial, de R$ 5.962,87 até R$ 6.693,87.

Os salários finais podem chegar a até R$ 9.518,54. A remuneração é formada pelo vencimento básico e pela Gratificação de Desempenho de Atividade Indigenista (GDAIN).

Veja na tabela abaixo:

Concurso Funai

Em novembro de 2018, o Ministério Público Federal entrou com um pedido para novo concurso público na Funai. O motivo apresentado foi o déficit de pessoal no órgão, de praticamente 65% do efetivo ideal.

Também foi requisitado que 220 aprovados em 2016 fossem convocados. Os 102 chamados por Bolsonaro fazem parte desta lista.

O último concurso Funai ocorreu em 2016. Na época, o requisito para participar do certame de Indigenista foi nível superior em qualquer área. Também existiam vagas para formações específicas.

Confira as vagas ofertadas em 2016:

A banca Esaf foi responsável pelo concurso. Os vencimentos variaram de R$ 5.345,02 a R$ 6.330,31. A relação entre candidatos e o número de vagas ficou da seguinte maneira:

Conteúdo concurso Funai

Em 2016, as provas foram objetivas e eram compostas por 85 questões, divididas entre conhecimentos gerais e conhecimentos específicos.

  • Conhecimentos Gerais(comuns a todos os cargos)
  • Língua Portuguesa
  • Raciocínio Lógico e Quantitativo
  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo
  • Legislação Indigenista
  • Informática Básica
  • Administração Pública
  • Conhecimentos Específicos (varia com a área de atuação)

Além disso, os candidatos também foram submetidos a avaliações discursivas, etapa de caráter eliminatório e classificatório, bem como as provas objetivas.

A prova foi aplicada um dia depois da avaliação objetiva. Nesta etapa, o candidato teve de responder a uma questão que abordava um Estudo de Caso, com mínimo de 45 e máximo de 60 linhas.

Materiais do Direção + questões do QConcursos!

Para receber todas as notícias sobre concursos públicos, salve o nosso número e envie uma mensagem com sua(s) área(s) preferida(s) de estudo.

concurso funai concursos concursos 2019 concursos públicos funai jair bolsonaro

Larissa Lustoza

Graduada em Jornalismo, já foi estagiária na área de Assessoria de Comunicação na Secretaria de Cultura do Distrito Federal, repórter por um ano no projeto de extensão da faculdade e estagiária no jornal online Metrópoles. Além disso, possui habilitação em design gráfico e em Lei de Acesso à Informação.