Concursos Abertos Concursos 2020

Concurso PC PR: 400 vagas autorizadas pelo governador

Maurício Miranda Sá Maurício Miranda Sá comentários
06/11/2019, às 14:20 • 2 semanas atrás

O concurso PC PR foi oficialmente autorizado. Serão 400 vagas divididas da seguinte forma:

  • Delegado – 50 vagas
  • Investigador – 300 vagas
  • Papilocopista – 50 vagas

Confira as informações que serão tratadas nesta matéria:

  1. Resumo concurso PC PR
  2. Quanto ganham os investigadores da Polícia Civil do Paraná?
  3. Quais os requisitos para ingressar no cargo de investigador?
  4. Quais são as fases do concurso PC PR?
  5. Quais disciplinas foram cobradas no último concurso PC PR?

Resumo concurso PR

  • Órgão: Polícia Civil do Paraná
  • Situação: autorizado
  • Vagas : 400
  • Escolaridade: nível superior
  • Última Banca: COPS-UEL
  • Cargos: Investigador de Polícia, Delegado e Papilocopista
  • Edital PC PR 2009

Quanto ganham os investigadores da Polícia Civil do Paraná?

A estrutura remuneratória do cargo de investigador é feita da seguinte maneira: o nomeado ingressa na 5ª classe e passa por 11 níveis até subir para a 4ª classe e assim sucessivamente.

O salário inicial é de cerca de R$ 4,5 mil e atinge, no final da carreira, o valor de R$ 9,1 mil. Essa é a última estrutura disponível no site da PC PR e corresponde ao ano de 2013.

Quais os requisitos para ingressar no cargo de investigador?

  • Ser brasileiro nato ou naturalizado, ou, no caso de nacionalidade portuguesa estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos na forma do disposto no artigo 13 do Decreto nº. 70.436, 18/04/72;
  • Ter, no mínimo, 21 anos;
  • Gozar dos direitos civis e políticos;
  • Estar quite com as obrigações eleitorais;
  • Estar quite com as obrigações do serviço militar, para os candidatos do sexo masculino;
  • Não estar incompatibilizado com nova investidura em cargo público;
  • Possuir diploma, devidamente registrado, de conclusão de qualquer curso de 4 graduação de nível superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação ou certidão que comprove ter o candidato colado grau e, neste caso, com a comprovação de estar sendo providenciado o registro do diploma, na forma da lei;
  • Não registrar antecedentes criminais e não responder a processo penal ou administrativo, ou inquérito policial que o inabilite para o exercício do cargo;
  • Não ter sofrido penalidades nem ter praticado atos desabonadores no exercício da função pública, da advocacia ou da atividade privada;
  • Não ter títulos protestados e não ter sofrido execução judicial, bem como não ter respondido a ações cíveis, condições sujeitas à análise da Comissão do Concurso Público, que deliberará fundamentadamente pela declaração de situação desabonadora ou não;
  • Possuir Carteira Nacional de Habilitação para dirigir veículos automotores, com exame de saúde dentro do prazo de validade, na categoria B ou superior.

Quais são as fases do concurso PC PR?

O Concurso Público foi desenvolvido em cinco fases, sendo todas elas eliminatórias e a primeira e segunda classificatórias:

  • Primeira fase: Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais (eliminatória e classificatória);
  • Segunda fase: Prova objetiva de Conhecimentos Específicos (eliminatória e classificatória);
  • Terceira fase: Prova de higidez física (eliminatória);
  • Quarta fase: Prova de Aptidão Física (eliminatória);
  • Quinta fase: Prova de Investigação de Conduta (eliminatória).

Quais disciplinas foram cobradas no último concurso PC PR?

Na prova objetiva foram cobradas 50 questões divididas da seguinte maneira:

concurso investigador pc pr concurso pc pr concurso policia civil do parana edital pc pr investigador pc pr

Maurício Miranda Sá

Jornalista no Direção Concursos e Servidor Público Federal lotado no TSE (Tribunal Federal Eleitoral), estudou Jornalismo, Rádio e TV na UFRN, Publicidade na UNP, Gerenciamento de Projetos pela ESPM e atuou como assessor de comunicação em diversos órgãos e instituições, como o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contras as Secas), Sindifern (Sindicato dos Auditores Fiscais do RN) e, por cinco anos, foi responsável pela divisão de comunicação da empresa Temos Casa e Art Design, produtos que desenvolveu, produziu e dirigiu no Rio Grande do Norte, sendo um complexo de comunicação com programa de TV, programete de Rádio, revista e portal na internet.