Concursos Abertos Concursos 2022

Concurso PF: “Você percebe que sua vida e de todos ao seu redor vai mudar positivamente”, conta aprovado

Victor Dalton Victor Dalton comentários
16/09/2021, às 16:10 • 1 mês atrás

Conciliando os estudos e o trabalho, Paulo Eduardo Carvalho viu as quatro horas diárias de estudo evoluírem para até oito horas diárias. O esforço, no final, valeu a pena: hoje, ele é um dos aprovados no concurso da Polícia Federal (concurso PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

O maior destaque é a aprovação no concurso PF. Paulo Eduardo é o 27º colocado no cargo de Escrivão. Mas até chegar nesta posição, não foi fácil e não foi uma escolha de imediato.

A carreira no mundo dos concursos públicos começou em 2016, quando estava prestes a perder o emprego. Na época, a esposa – ainda namorada – o incentivou a estudar para as seleções.

O cargo que focou, a princípio, foi o de Auditor do Trabalho. Mas quem acompanha este certame sabe: não há previsão de um novo concurso para a carreira por tão cedo.

Foi, então, que Paulo Eduardo se dirigiu para outras carreiras, que progrediram até chegar às polícias. No caminho, inclusive, ele conseguiu a aprovação na Universidade Federal de Uberlândia, onde trabalhava.

“Sempre precisei conciliar os estudos com trabalho”, contou. Durante a pandemia, o setor onde trabalhava realizou rodízios, em que ia trabalhar presencialmente uma vez na semana e, no restante, atuava de home office.

Inicialmente, Paulo Eduardo começou a estudar 4 horas por dia, mas, como os editais passaram por uma suspensão, ele reparou que podia se dedicar mais.

“Assim, acabei participando da mentoria no Direção, com a professora Suelen, o que me ajudou a aumentar esse tempo para 6 horas, chegando a 8 horas em alguns dias”, relatou.

Paulo Eduardo Carvalho – aprovado em 27º Escrivão PF

A maior dificuldade foi em uma das matérias que foi uma novidade para muitos candidatos: Estatística. Paulo Eduardo confessa que, apesar de ter feito todo o possível, ainda não conseguiu vencer a barreira e ainda tem dificuldades na matéria.

Apesar disso, nas outras matérias fora do comum, como Contabilidade e Informática, Paulo Eduardo conseguiu se sair bem e absorver bem o conteúdo. Confira outras informações das pelo aprovado:

Você revisava? Fazia resumo? Qual era sua técnica de estudos?

Sempre precisei escrever para conseguir aprender a matéria. Gostava de fazer um resumo, com minhas palavras, dos PDFs do Direção, e fazia revisões constantes da matéria (no dia seguinte, na semana seguinte, depois de 15 dias e, por fim, a cada mês).Nos 02 últimos meses antes da prova, eu somente dava uma lida no PDF e utilizava o resto do tempo para resolver questões. Nos tópicos que tinha mais dificuldade, eu assistia as aulas do material.

Depois da prova objetiva, qual fase do concurso PF te exigiu maior preparo emocional e psicológico?

Com certeza a parte de exames médicos. Não entendam mal, não tenho problemas de saúde, mas o negócio é que a banca exige uma bateria enorme de exames, cheios de detalhes e, se vier alguma coisa errado, alguma formalidade fora do padrão da banca, você é considerado inapto. Eles ainda te dão tempo de corrigir os exames, mas foi um estágio bem estressante e ver o nome nos aprovados nessa etapa foi um alívio.

Se pudesse dar aquele “toque” para quem está estudando para os próximos editais, qual seria?

Principalmente, nunca desistam. Estudar é difícil e o resultado, em regra, não vem rápido. Vai ter aquele dia em que você vai querer chutar o balde, desistir, largar mão desse negócio, mas quando o resultado chega e você percebe que sua vida e de todos ao seu redor vai mudar positivamente, isso não tem preço…Acredito que o ideal seja conciliar estudos e lazer, principalmente se o edital ainda não saiu, pois estudar é cansativo e você pode acabar “queimando largada” e desistindo se já quiser mandar um tempo muito grande de estudo no início. Quando o edital sair, você dá o sangue, mas vá com calma num primeiro momento. Outra dica, principalmente pra quem busca as carreiras policiais, é conciliar os estudos com treino físico. Não adianta ser o primeiro colocado e não passar no TAF.

Tem algum sonho pessoal a ser realizado depois que conseguiu sua aprovação no concurso PF? Algo que o cargo vai te proporcionar.

Fazer parte instituições respeitadas como a PF ou PRF e poder, efetivamente, fazer a diferença na vida de outras pessoas, já é um sonho realizado. Além disso, gostaria de conhecer o mundo com minha esposa. Acredito que todo dinheiro gasto com viagem é um dinheiro bem gasto!

Parou por aqui ou tem outro edital na mira? Por que?
No momento, estou satisfeito com essas aprovações e não tenho intenção de prestar outros concursos. Esses já são excelentes cargos. Quero focar em ser o melhor profissional que puder ser e retribuir, pelo menos um pouco, por todas as bênçãos que tenho recebido.

Se você fosse indicar o Direção para um amigo, o que você falaria para ele?
Que é um excelente curso. O melhor custo-benefício do mercado. Os professores são excelentes e o material é muito bem feito (principalmente o PDF 2.0), conciso e “sem enxeção de linguiça”.

Algum professor marcou a sua aprovação?
Todos os professores são top de linha, mas eu gostaria de deixar um agradecimento especial para os professores: Igor Cintra, Julio Ponte, Serenna Alves e Victor Dalton.

Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre editais de concurso público? O Direção Concursos preparou um grupo no Telegram com as principais notícias policiais. Clique aqui e participe!

O melhor material do mundo dos concursos públicos no preço que você pede durante os outros meses do ano. No dia 31 de outubro, é prudente que você participe da live de lançamento. É sério: participe. Algumas chances só aparecem uma vez na vida!

concursos publicos
aprovado pf concurso pf concurso pf 2021 edital pf edital pf 2021

Victor Dalton

Professor de Informática, Tecnologia da Informação e Regimento Interno da Câmara dos Deputados. Foi Analista de Planejamento e Orçamento do MPOG, Analista do Banco Central do Brasil e Analista Legislativo da Câmara dos Deputados. Formado em Engenharia da Computação pelo IME. Possui certificações ITIL Foundation e Cobit Foundation.