Concursos Abertos Concursos 2020

Concurso PM PA: publicado edital de licitação para escolha da banca

Maurício Miranda Sá Maurício Miranda Sá comentários
20/11/2019, às 06:00 • 3 semanas atrás


				<![CDATA[]]>

O Diário Oficial do estado do Pará publicou, no dia 20 de novembro, edital de licitação para escolha de banca e a alteração da portaria que dispõe sobre a Comissão Especial de Licitação, que será encarregada dessa contratação para o próximo concurso PM PA. Veja:

Edital de licitação:

Alteração de portaria:

Veja o anúncio feito nas redes sociais:

Nas redes sociais, o governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou que o edital de licitação para contratar banca organizadora seria lançado na quarta-feira (20/11), o que, de fato, aconteceu.

Ao todo, serão 2.469 vagas e a previsão é de certame no primeiro semestre 2020.

Na transmissão ao vivo, o governado ainda afirmou que o compromisso do governo é de 7 mil vagas durante todo o mandato, sendo tanto para praças quanto oficiais.

Em breve, o Direção Concursos irá disponibilizar cursos para PM PA. Confira todos os cursos da área policial no nosso portal.

Concurso aguardado desde 2018

O último concurso PM PA (2016), para cargos de nível médio, é aguardado desde sua expiração em 2018.

À época, foram ofertadas duas mil vagas, sendo 1.800 vagas para o sexo masculino e 200 para o sexo feminino.

A seleção 2016 para o cargo de Policial Militar do Pará foi dividida em várias etapas:

O concurso PM PA teve seu resultado final em julho 2017 e, como o edital trouxe previsão de validade de seis meses, foi prorrogado por igual período.

O concurso PM PA ficou vigente até junho 2018.

Requisitos PM PA 2016

Como em muitos concursos para a área policial e militar, alguns requisitos que fogem do padrão comum de outras seleções são cobrados em edital.

Idade máxima

Um deles é o limite de idade, que é de 30 anos para o cargo de Soldado Militar e 35 anos para o cargo e Oficial Militar.

Altura mínima

Outro requisito curioso é a questão da altura mínima. Para homens, 1,65m é a altura necessária para assumir o cargo. Para mulheres, 1,60m.

Além dos já citados requisitos de idade e altura, ainda era necessário possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria “B”.

Remuneração PM PA 2016

De acordo com o último edital, as remunerações para os cargos de Soldado e Oficial foram dispostas da seguinte maneira:

Remuneração PM PA 2019

Atualmente o valor do curso de formação para Soldado da PM PA é de R$ 811,64 auxílio-alimentação está no valor de R$ 900,00.

Como Soldado formado, o valor atinge o patamar de mais de três mil iniciais, com acréscimo do auxílio-alimentação.

Já o valor do Oficial Aspirante é de R$ 3.211,22, com auxílio-alimentação de R$ 900,00.

O 2º Tenente chega a ganhar inicial de até oito mil, com auxílio-alimentação de R$ 700.

Para conferir alguns contracheques, clique neste link e confira no portal da transparência do órgão.

Conteúdo cobrado no concurso para Soldado PM PA:

Vê-se que houve equilíbrio na cobrança das questões, fazendo com que o candidato se dedicassem de forma geral a todas as disciplinas cobradas.

Em Noções de Direito, foram cobradas as disciplinas:

Direito Constitucional

Constituição do Estado do PA

Direito Administrativo

Direito Penal Militar

Direito Processual Militar

Direitos Humanos

Conteúdo cobrado no concurso para Oficial PM PA

Houve ainda mais equilíbrio se compararmos com a prova de Soldado da PM PA. Todas as disciplinas tiveram o mesmo peso e a mesma quantidade de questões.

Resumo concurso PM PA:

  • Banca: Fadesp
  • Cargo: Soldado e Oficial
  • Vagas: 7 mil
  • Nível exigido: não informado
  • Situação: Comissão Formada
  • Edital Soldado: aqui
  • Edital Oficial: aqui

Em breve, a Direção Concursos irá disponibilizar cursos para PM PA. Confira todos os cursos da área policial no nosso portal

Concurso pm pa concurso pm pa 2019 concurso policia militar pa concurso policia militar para 2019 edital pm pa edital pm pa 2019 edital policia militar pa pm pa 2019 policia militar do para

Maurício Miranda Sá

Jornalista no Direção Concursos e Servidor Público Federal lotado no TSE (Tribunal Federal Eleitoral), estudou Jornalismo, Rádio e TV na UFRN, Publicidade na UNP, Gerenciamento de Projetos pela ESPM e atuou como assessor de comunicação em diversos órgãos e instituições, como o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contras as Secas), Sindifern (Sindicato dos Auditores Fiscais do RN) e, por cinco anos, foi responsável pela divisão de comunicação da empresa Temos Casa e Art Design, produtos que desenvolveu, produziu e dirigiu no Rio Grande do Norte, sendo um complexo de comunicação com programa de TV, programete de Rádio, revista e portal na internet.