Concursos Abertos Concursos 2021

Concurso Polícia Federal: “Expectativa é que até final de outubro, a banca esteja escolhida”, diz presidente da Fenapef

Larissa Lustoza Larissa Lustoza comentários
16/09/2020, às 18:15 • 2 semanas atrás

Em entrevista ao vivo, o presidente da Fenapef, Luís Boudens, afirmou que há grande expectativa de que o concurso Polícia Federal siga o cronograma. Com isso, afirmou que há forte previsão de banca ainda em outubro e edital neste ano.

Além disso, Boudens deu boas informações sobre o concurso para o quadro administrativa – Agente Administrativo. Por ter tratado de tantos pontos, confira o que o presidente da Fenapef declarou nos tópicos abaixo:

Sobre calendário do concurso Polícia Federal

O presidente da Fenapef comentou, em uma transmissão da Folha Dirigida, sobre o cronograma vazado mais cedo neste ano. No calendário que foi vazado a previsão era que a assinatura com o contrato com a banca organizadora acontecesse em novembro deste ano.

O calendário tem grande chance de ser cumprido. Expectativa nossa que até final de outubro a banca esteja escolhida”, afirmou Boudens. “A intenção é lançar o edital ainda este ano“.

Além disso, confirmou que as provas devem acontecer em abril de 2021. “A não ser, claro, aconteça alguma situação adversa. Mas a princípio é o que o calendário traz”, explicou.

Segundo o presidente da Fenapef, o anúncio do presidente Bolsonaro sobre a autorização do concurso Polícia Federal foi de extrema importância, pois já adianta diversas etapas.

“Quando o próprio presidente anunciou, nos trouxe um conforto e um alívio muitos grandes”, lembrou Boudens. Além disso, ele confirmou que o anúncio das 2 mil vagas vai de acordo com o que já esperavam.

Apesar de não cobrir o deficit de policias, o presidente da Fenapef declarou que a quantidade de vagas e a autorização do concurso encontra o desejo da Polícia Federal de concursos constantes.

“Sabemos que é um concurso demorado, então não podemos ter um lapso temporal muito grande entre um e o outro”, disse.

Outro ponto mencionado por Boudens foi as discussões internas em andamento sobre a proporção e distribuição interna entre os cargos, além de projetos em andamento que modificam a carreira dentro da Polícia Federal.

Um destes projetos prevê a simplificação dos cargos, reunindo Agente, Escrivão e Papiloscopista em uma carreira única. “Mas nenhum desses temas será preponderante para o atraso desse calendário”, assegurou Boudens.

E o concurso para Agente Administrativo?

“Se depender de nós, vamos anunciar um grande certame para o quadro administrativo”, afirmou positivamente Boudens.

Segundo o presidente da Fenapef, é necessária a reposição dos cargos administrativos- tanto nível médio quanto superior. Ele afirmou que, se for o desejo da federação, o concurso ocorrerá.

Inclusive, ele deu uma mensagem a quem tem interesse na carreira de que “pode ter as expectativas altas”.

“O concurso para carreira administrativa é mais rápido e propicia realizar uma seleção ainda este ano”, declarou. Porém, o que é preciso é força a Direção-Geral para incluir as vagas, pensando também em instaurar uma valorização da carreira.

A valorização da área administrativa é importante porque, de acordo com Boudens, do último concurso para área administrativa, houve uma taxa de evasão maior de 75%.

Segundo o presidente da Fenapef, a área de apoio é uma atividade “peculiar” e por muito tempo “foi desvalorizada e esquecida”.

“Queremos muito que haja uma grande recomposição. A Fenapef já solicitou 5 mil vagas para recomposição“, afirmou. A proporção ideal, inclusive, é de 1 Agente Federal para 4 ou 5 Agentes Administrativos.

“Nós vamos precisar de um empenho maior para que esse quadro seja valorizado. Para que a gente não tenha um esforço para realizar um concurso para ter uma taxa de evasão de mais de 75%“, declarou.

Qual a situação atual do concurso Polícia Federal?

Há grande expectativa de um novo concurso Polícia Federal. O próprio presidente Jair Bolsonaro já afirmou que deve autorizar a seleção em breve. Até o momento, a autorização formal ainda não foi publicada.

O concurso Polícia Federal prevê 2 mil vagas para cargos da carreira policial, sendo 300 para Delegado; 600 para Escrivão; 1016 para Agente; e 84 para Papiloscopista.

Com a autorização, a corporação deverá formar a comissão organizadora, definir a banca e então publicar o edital. A expectativa é que a seleção ocorra no início de 2021.

Caso esteja pensando em realizar o concurso Polícia Federal, mas ainda possua algumas dúvidas, o Direção Concursos possui várias matérias complementares de assuntos que interessam ao concurseiro.

Veja abaixo alguns temas que são relevantes para quem deseja entrar na carreira na Polícia Federal:

Clique abaixo e confira os cursos do Direção Concursos para a PF:

concurso polícia federal 3

Resumo do concurso Polícia Federal

  • Situação atual: PREVISTO
  • Banca organizadora: a definir
  • Cargos: Agente, Escrivão, Papiloscopista e Delegado
  • Vagas: 2 mil vagas
  • Salários iniciais: de R$ 12 mil até R$ 23 mil
  • Link do último edital

Está te faltando motivação e disciplina? São dois fatores que mudam o seu destino no mundo dos concursos. Confira a dica rápida do professor Ronaldo Fonseca:

https://youtu.be/aTW3-8LUKi8

Assinatura ilimitada

Com a Assinatura Ilimitada, você terá acesso a vários pacotes completos de cursos para concursos públicos de diversos órgãos e esferas.

Não só isso, mas você utilizará da nossa ferramenta inédita e exclusiva: o PDF 2.0. Todos os problemas que um concurseiro pode imaginar, o PDF 2.0 resolve. Ainda há a opção de pagamento recorrente!

Então, clique abaixo e confira:

concurso polícia federal 2
concurso polícia federal 1

As principais notícias, avisos de eventos e dicas de estudo estão no Instagram do Direção Concursos: clique e confira!

concurso da policia federal concurso da policia federal 2020 concurso pf concurso pf 2020 concurso polícia federal concurso policia federal 2020 concurso policia federal 2020 inscrição edital da polícia federal policia federal concursos 2020

Larissa Lustoza

Graduada em Jornalismo, já foi estagiária na área de Assessoria de Comunicação na Secretaria de Cultura do Distrito Federal, repórter por um ano no projeto de extensão da faculdade e estagiária no jornal online Metrópoles. Além disso, possui habilitação em design gráfico e em Lei de Acesso à Informação.