Concursos Abertos Concursos 2020

Concurso Polícia Federal: ministro garante edital com 2 mil vagas

Letícia Teixeira Letícia Teixeira comentários
27/03/2020, às 17:40 • 4 meses atrás

Policial Federal

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, garantiu que o novo edital com 2 mil vagas para o concurso Polícia Federal já está em estudos.

“Nós estamos preparando os trâmites internos para abrirmos um concurso público com cerca de 2 mil vagas para a Polícia Federal. Nós teremos o maior efetivo da Polícia Federal, […] queremos melhorar a atuação, principalmente, nas áreas de fronteira e também na região da Amazônia Legal“, pontuou André Mendonça durante a entrevista.

Veja todos os detalhes da entrevista (em vídeo) clicando na imagem abaixo:

Concurso Polícia Federal: cronograma vazado

Veja o possível cronograma do novo concurso, vazado em março, na imagem abaixo:

Concurso Polícia Federal: cronograma vazado

De acordo com o cronograma, o novo concurso seria destinados aos cargos abaixo, com as respectivas vagas:

  • Agente de Polícia Federal – 540 vagas;
  • Papiloscopista – 60 vagas;
  • Agente Administrativo – 508 vagas
  • Delegado – 100 vagas; e
  • Escrivão – 300 vagas.

Caso a seleção realmente saia do papel, os aprovados serão divididos em duas turmas do curso de formação.

Os concursos para Agente e Papiloscopista têm menos fases, visto que não há prova de digitação (Escrivão) , prova oral (Delegado) e avaliação de títulos (Delegado).

Apesar do concurso Polícia Federal estar dividido em dois, uma mesma banca organizadora será responsável por todas as provas. Os novos Agentes e Papiloscopistas ingressariam no curso no segundo semestre de 2021, enquanto os demais cargos chegariam no primeiro semestre de 2022.

Veja todos os detalhes da possível seleção dos novos editais para a Polícia Federal com nossa equipe de professores:

Lembrando que as possíveis vagas do novo edital serão destinadas a candidatos de nível superior, até o momento a Polícia Federal não conta com previsão para nova seleção destinada a candidatos de nível médio.

Mas o edital do concurso poderia ser realizado em um prazo tão curto?

Sim, a Polícia Federal possui autonomia orçamentária, o que agiliza ainda mais o processo que envolve os trâmites burocráticos e orçamentários. Sendo assim, o concurso não depende da autorização do Ministério da Economia.

Lembrando que os prazos e datas foram estipulados antes da pandemia do coronavírus, que vem adiando e até mesmo suspendendo a realização de diversos concursos. Com isso, há possibilidade das datas serem retificadas e os prazos serem estendidos.

senado e mais
Confira os cursos do Direção para este concurso

Concurso Polícia Federal: editais já foram solicitados

Lembrando que a Polícia Federal já solicitou o preenchimento de 1.508 vagas, sendo 540 para Agente de Polícia Federal e 349 para Agente Administrativo, cargo de nível médio.

A divisão exata das vagas e cargos pedidos para o novo concurso foram:

  • Agente de Polícia Federal: 540 vagas
  • Agente Administrativo: 349 vagas
  • Escrivão de Polícia Federal: 300 vagas
  • Delegado de Polícia Federal: 100 vagas
  • Médico: 65 vagas
  • Papiloscopista: 60 vagas
  • Administrador: 21 vagas
  • Técnico em Assuntos Educacionais: 13 vagas
  • Odontólogo: 11 vagas
  • Assistente Social: 10 vagas:
  • Contador: nove vagas
  • Arquivista: oito vagas
  • Psicólogo: cinco vagas
  • Estatístico: quatro vagas
  • Técnico em Comunicação Social: três vagas
  • Economista: três vagas
  • Enfermeiro: três vagas
  • Engenheiro: uma vaga
  • Farmacêutico: uma vaga
  • Nutricionista: uma vaga
  • Bibliotecário: uma vaga

A realização de novos concursos para a corporação já vem sendo pauta há algum tempo. De acordo com dados da própria Polícia Federal, o déficit atual é de mais de 3.800 servidores.

Remunerações dos cargos

Confira abaixo as remunerações para os cargos que possivelmente serão ofertados nos novos editais:

A carreira de um servidor do concurso Polícia Federal é dividida em três níveis: especial, classe 1, classe 2 e classe 3, exceto o cargo de agente administrativo.

De acordo com a Lei nº 13.371, de 14 de dezembro de 2016, que estabelece a estrutura remuneratória dos servidores da Polícia Federal, atualmente os servidores têm direito aos seguintes vencimentos:

Delegado e Perito Criminal:

  • Classe Especial: R$ 30.936,91
  • Primeira Classe: R$ 27.846,74
  • Segunda Classe: R$ 24.298,42
  • Terceira Classe: R$ 23.692,74

Agente, Escrivão e Papiloscopista

  • Classe Especial: R$ 18.651,79
  • Primeira Classe: R$ 15.267,27
  • Segunda Classe: R$ 13.044,41
  • Terceira Classe: R$ 12.522,50

Além dos vencimentos básicos, a Lei 12.855/2013 permite o pagamento de uma indenização no valor de R$ 91,00 por dia de trabalhado aos agentes lotados em regiões fronteiriças.

Com isso, os ganhos adicionais podem ser de até R$ 2 mil por mês, aproximadamente.

Agente Administrativo

Atualmente a remuneração básica de um agente administrativo do concurso Polícia Federal tem a remuneração básica de R$ 2.043,17 + gratificação por produtividade de até R$ 2.212,00, para a jornada de 40 horas semanais.

Além dos vencimentos básicos, todos os cargos da Polícia Federal contam com o auxílio alimentação de R$ 458,00 mensais.

Confira abaixo as remunerações para os cargos que possivelmente serão ofertados nos novos editais:

Informações do último concurso

O último concurso da Polícia Federal teve edital publicado em Junho de 2018. As provas objetivas e discursivas ocorreram em Setembro do mesmo ano. O certame foi organizado pela banca Cebraspe. Os cargos e vagas contemplados foram os seguintes:

Vagas último concurso Polícia Federal

Etapas e provas do último edital Polícia Federal

Além das provas objetivas e discursivas, os candidatos foram avaliados por meio de ocorreram as seguintes etapas:

  • Exame de Aptidão Física (eliminatório);
  • Exame Médico (eliminatório);
  • Prova Oral (eliminatória e classificatória, somente para Delegado);
  • Avaliação Psicológica (eliminatória); e
  • Avaliação de Títulos (classificatória).

Após essa etapa os candidatos aprovados são submetidos ao Curso de Formação Profissional, com duração de cerca de 5 meses, totalizando 850 horas-aula. Os candidatos recebem bolsa-auxílio de 50% do valor da remuneração.

Provas objetivas

Os candidatos foram submetidos à prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, composta por 120 questões de certo ou errado no formato Cebraspe (uma errada anula uma certa).

Para o cargo de Delegado, além das 120 questões de certo ou errado, os candidatos foram avaliados por meio de prova discursiva composta por três questões discursivas e elaboração de uma peça profissional;

Para os cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista, as provas foram subdividas em blocos, sendo: bloco I (60 questões), bloco II (36 questões) e bloco III (24 questões). Além disso, os candidatos foram submetidos à elaboração de texto dissertativo, de até 30 linhas.

Critérios de eliminação para as provas objetivas

Foram eliminados das provas objetivas para o cargo de Delegado, os candidatos que obtiveram:

a) nota inferior a 10,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Básicos (P1);

b) nota inferior a 21,00 pontos na prova objetiva de Conhecimentos Específicos (P2);

c) nota inferior a 48,00 pontos no conjunto das provas objetivas.

Foram eliminados das provas objetivas para os cargos de Escrivão, Papiloscopista e Agente os candidatos que obtiveram:

a) nota inferior a 6,00 pontos no bloco I da prova objetiva (P1);

b) nota inferior a 3,00 pontos no bloco II da prova objetiva (P1);

c) nota inferior a 2,00 pontos no bloco III da prova objetiva (P1);

d) nota inferior a 48,00 pontos no conjunto dos três blocos da prova objetiva.

Provas discursivas

Para o cargo de Delegado de Polícia Federal, a prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, abordou os objetos de avaliação de Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Penal e Direito Processual Penal.

Para os cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista, a prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, valeu 13,00 pontos e consistiiu na redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, com base em tema formulado pela banca examinadora.

Teste de aptidão física

Os candidatos a qualquer uma das vagas foram submetidos ao Teste de Aptidão Física (TAF), de caráter unicamente eliminatório, que consistia em:

I – teste em barra fixa;

II – teste de impulsão horizontal;

III – teste de natação (50 metros); e

IV – teste de corrida de 12 minutos.

O candidato foi considerado apto no exame de aptidão física se, submetido a todos os testes, obtiver o desempenho mínimo de 2,00 pontos em cada teste e o somatório mínimo de 12,00 pontos no conjunto dos testes.

Veja os índices do TAF

Os detalhes de execução do teste físico podem ser verificados neste link. Abaixo, listamos os índices necessários:

Do teste em barra fixa para candidatos do sexo masculino

Do teste em barra fixa para candidatos do sexo feminino

Do teste de impulsão horizontal

Do teste de natação (50 metros)

Do teste de corrida de 12 minutos

Requisitos e atribuições

  • Delegado: diploma, devidamente registrado, de bacharel em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e comprovação de 3 (três) anos de atividade jurídica ou policial.
  • Atribuições: instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação; orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais; participar do planejamento de operações de segurança e investigações;supervisionar e executar missões de caráter sigiloso; participar da execução das medidas de segurança orgânica, bem como desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar o órgão na consecução dos seus fins.
  • Agente de Polícia Federal: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Atribuições: investigar atos ou fatos que caracterizem ou possam caracterizar infrações penais, observada a competência da Polícia Federal; proceder à busca de dados necessários; executar todas as tarefas necessárias à identificação, ao arquivamento, à recuperação, à produção e ao preparo dos documentos de informações; executar todas as atividades necessárias à prevenção e repressão de ilícitos penais da competência da Polícia Federal; conduzir veículos automotores, embarcações e aeronaves; auxiliar a autoridade policial em todos os atos de investigação, cumprir medidas de segurança orgânica; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.
  • Escrivão: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Atribuições: dar cumprimento às formalidades processuais, lavrar termos, autos e mandados, observando os prazos necessários ao preparo, à ultimação e à remessa de procedimentos policiais de investigação; atuar nos procedimentos policiais de investigação, acompanhar a autoridade policial, sempre que determinado, em diligências policiais; responsabilizar-se pelo valor das fianças recebidas e pelos objetos de apreensão; conduzir veículos automotores; cumprir medidas de segurança orgânica; atuar nos procedimentos policiais de investigação; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.
  • Papiloscopista: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
  • Atribuições: executar, orientar, supervisionar e fiscalizar os procedimentos de coleta, revelação, levantamento e armazenamento de fragmentos e impressões papilares, exames e laudos oficiais papiloscópicos, representação facial humana; operação e gestão de bancos e sistemas automatizados de identificação civil e criminal; assistir à autoridade policial; desenvolver estudos na área de papiloscopia; conduzir veículos automotores; cumprir medidas de segurança orgânica; desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Nota de corte do último concurso Polícia Federal

O concurso da Polícia Federal 2018 ofereceu 180 vagas para Agente e 80 para Escrivão, das quais 135 e 60 eram para a ampla concorrência, respectivamente. A pontuação máxima possível era de 133 pontos (120 na prova objetiva e 13 na discursiva).

A nota de corte para o cargo de Agente foi de 68 pontos (56,6%), e para Escrivão foi de 49 pontos (40,8%).

Convocados concurso PF 2013

O concurso de nível médio da PF nomeou cerca do dobro de vagas oferecidas. Por exemplo, no DF, local com mais oferta de vagas, 512 aprovados foram convocados.

Outro bom exemplo é Pernambuco, que no edital oferecia somente 8 vagas, mas 20 aprovados foram convocados.

convocações PF 2013

Resumo do concurso Polícia Federal

  • Situação atual: PREVISTO
  • Banca organizadora: a definir
  • Cargos: Agente, Escrivão, Papiloscopista e Delegado
  • Vagas: a definir
  • Link do último edital

Assinatura ilimitada

Com nossa Assinatura Ilimitada, você terá acesso a vários pacotes completos de cursos para concursos públicos, inclusive concursos para Polícia Militar e Polícia Civil.

Não só isso, mas você utilizará da nossa ferramenta inédita e exclusiva: o PDF 2.0. Todos os problemas que um concurseiro pode imaginar, o PDF 2.0 resolve.

Então, clique abaixo e confira:

As principais notícias, avisos de eventos e dicas de estudo estão no Instagram do Direção Concursos: clique e confira!

concurso pf concurso pf 2020 EDITAIS PF 2020 edital pf NOVOS EDITAIS PF

Letícia Teixeira

Jornalista especializada em Narrativa Transmídia e Storytelling pela Universidade Católica de Brasília. Possui experiência nas áreas de assessoria de imprensa, redação, SEO, UX Writing e marketing digital.