Concursos Abertos Concursos 2022

Concurso Polícia Penal AL: edital em maio, provas em agosto e 300 vagas

Maurício Miranda Sá Maurício Miranda Sá comentários
13/04/2021, às 06:47 • 5 meses atrás

Agentes Penitenciários promovem caminhada para protestar por melhores condições de trabalho. A caminhada teve inicio no Museu da República e foi rumo ao Ministério da Justiça

O secretário de Planejamento, Gestão e Patrimônio do Estado de Alagoas, Fabrício Marques Santos, divulgou, em seu Instagram Oficial, que o edital do próximo concurso Polícia Penal AL (Agepen AL) será publicado em maio. As provas, segundo ele, serão aplicadas em agosto.

A informação foi compartilhada logo após a publicação do Diário Oficial de Alagoas, que trouxe o extrato de contrato entre o órgão e a banca Cebraspe. Serão 300 vagas de policial penal, cujo requisito é possuir nível superior de escolaridade. O salário inicial desses profissionais é de R$ 3,8 mil.

Vale registra que o documento traz previsão de mudança nos valores, caso as provas necessitem de medidas contra a Covid-19. Confira no Instagram do Victor Gammaro:

concurso caixa
Confira os cursos do Direção para este concurso

Concurso Polícia Penal AL: panorama

No início deste mês de abril, o secretário já havia sinalizado a possibilidade de o edital sair em maio (ou junho). Essa resposta também foi dada aos seus seguidores naquela rede social. O último concurso Polícia Penal AL, anteriormente denominado de Agepen AL, teve edital publicado em 2006, com 1.200 vagas.

A banca responsável, à época, foi a Fundação Apolônio Salles (FADURPE). O certame foi realizado em duas etapas, sendo elas as de provas objetivas e de Teste de Aptidão Física (TAF). A prova objetiva contou com oito disciplinas, que você confere abaixo:

  • Português, com 20 questões;
  • Matemática, com 10 questões;
  • Informática, com 5 questões;
  • História Geral de do Brasil, com 10 questões;
  • História de Alagoas, com 10 questões;
  • Geografia Geral e do Brasil, com 10 questões;
  • Geografia de Alagoas, com 10 questões;
  • Cidadania e legislação, com 25 questões.

Já o TAF exigiu os testes de corrida (1.800 metros), resistência abdominal e resistência de braços. Os novos policiais penal aprovados no concurso Agepen AL poderá ser lotados em uma das 10 penitenciárias no Estado (nove em Maceió – veja a seguir – e uma no interior, em Girau do Ponciano):

  • Presídio Baldomero Cavalcanti de Oliveira
  • Presídio Cyridião Durval e Silva
  • Presídio Feminino Santa Luzia
  • Casa de Custódia da Capital
  • Centro Psiquiátrico Judiciário Pedro Marinho Suruagy
  • Núcleo Ressocializador da Capital
  • Presídio de Segurança Máxima
  • Penitenciária de Segurança Máxima
  • Colônia Agroindustrial São Leonardo

Concursos Públicos: Assinatura Ilimitada com PDF 2.0

Estude pela plataforma mais moderna e revolucionária do mundo dos concursos: o PDF 2.0. Uma plataforma que te proporciona uma nova experiência em estudos para concursos, totalmente integrada, com tecnologia avançada e que te dará a segurança de estar a cada dia mais próximo do seu sonho.

Por isso, não perca a chance de se tornar um Assinante Ilimitado e ter acesso a todos estas vantagens. Clique abaixo para saber mais:

Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre editais de concurso público? O Direção Concursos preparou um grupo no Telegram com as principais notícias policiais. Clique aqui e participe!

Resumo do concurso Polícia Penal AL:

concurso mp am e mais

Agora as notícias mais quentes do mundo dos concursos públicos, também podem ser acompanhadas no Instagram do Direção News. Basta clicar aqui e acompanhar nossas atualizações diariamente! CLIQUE AQUI E SIGA AGORA MESMO!

Agepen AL concurso agepen al concurso estadual concurso polícia penal al concursos estaduais polícia penal al

Maurício Miranda Sá

Jornalista no Direção Concursos e Servidor Público Federal lotado no TSE (Tribunal Federal Eleitoral), estudou Jornalismo, Rádio e TV na UFRN, Publicidade na UNP, Gerenciamento de Projetos pela ESPM e atuou como assessor de comunicação em diversos órgãos e instituições, como o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contras as Secas), Sindifern (Sindicato dos Auditores Fiscais do RN) e, por cinco anos, foi responsável pela divisão de comunicação da empresa Temos Casa e Art Design, produtos que desenvolveu, produziu e dirigiu no Rio Grande do Norte, sendo um complexo de comunicação com programa de TV, programete de Rádio, revista e portal na internet.