Concursos Abertos Concursos 2021

Concurso PRF: “Quem está à frente da orquestra dá o tom”, diz Hott sobre mudanças

Maurício Miranda Sá Maurício Miranda Sá comentários
07/04/2021, às 09:39 • 4 dias atrás

Conforme noticiado pelo Direção Concursos na última terça-feira (6/4), o comando da Polícia Rodoviária Federal está de mudança, após o novo ministro da Justiça, Anderson Torres, assumir a pasta. Com isso, José Lopes Hott Junior, atual diretor-executivo e grande entusiasta do concurso PRF, falou sobre sua saída, mudança e futuro.

Ao longo dos pouco mais de 13 minutos em que conversou com seus seguidores através de seu Instagram oficial, Hott falou um pouco sobre sua trajetória e do diretor-geral, Eduardo Aggio, à frente da corporação, mas principalmente enalteceu a nova gestão, que será chefiada pelo inspetor Silvinei Vasques.

O principal e mais esperado discurso do dia, porém, foi com relação a possíveis mudanças na seleção, que está com edital publicado e provas marcadas para o próximo dia 9 de maio. Segundo ele, “nada mudou”, visto que o novo diretor-geral fez parte do grupo que

  • “Sobre o concurso PRF, o que que muda? Nada! Vários dos nossos projetos são institucionais. Todos os projetos institucionais lastreados no fortalecimento da Polícia Rodoviária Federal, construídos de forma coletiva. A agenda do concurso é a que está válida. O Vasques chega para uma sucessão, então ele participou da construção de vários desses projetos”, disse o diretor-executivo.
CONCURSO PC CE e mais
Confira os cursos do Direção para este concurso

Novas diretrizes?

Apesar de o discurso ser sobre manutenção de agenda e continuidade do concurso PRF, Hott deixou claro que o novo comando é quem define as novas diretrizes do certame. Isso fica claro, quando cita que é Silvinei Vasques quem chefia a instituição.

  • “Quem está à frente da orquestra dá o tom, o ritmo, o compasso, mas eu tenho certeza que é sempre o mesmo: uma PRF mais forte, um Brasil mais seguro, uma instituição que sirva a sociedade em nível de excelência e para isso, pessoal, nós precisamos de um elemento que é o mais caro para nossa instituição, nós precisamos de bons policiais, nós precisamos de policiais com vocação e isso começa no concurso público”.

concurso PRF publicou edital com a oferta de 1.500 vagas imediatas, sendo todas disponibilizadas para o cargo de policial rodoviário federal, que exige nível superior em qualquer área de formação.

Os candidatos empossados terão remuneração inicial de R$ 9.899,88, para jornada de 40 horas semanais. A prova objetiva, que deverá ser aplicada no dia 9/5, será composta por 120 questões estruturada em três blocos.

Confira a live na íntegra

Assinatura Ilimitada

Prepare-se para a sua aprovação de maneira mais ágil, enxuta e completa com o incrível PDF 2.0: fruto da parceria entre Direção e Qconcursos, a plataforma proporciona uma nova experiência em estudos para concursos, totalmente integrada, com tecnologia avançada e que te dará a segurança de estar a cada dia mais próximo do seu sonho.

Resumo concurso PRF

  • Banca: Cebraspe
  • Vagas: 1.500 (+ 500 excedentes em 2022)
  • Cargos: Policial Rodoviário Federal
  • Escolaridade: nível superior
  • Salários: iniciais de R$ 9.899,88
  • Inscrições: 25 de janeiro até 12 de fevereiro
  • Taxa de inscrição: R$ 180
  • Data da prova: 9 de maio
  • Link do edital
concurso mp am e mais

O Direção Concursos preparou um grupo no Telegram onde serão compartilhadas dicas e materiais de estudos. Neste grupo você terá acesso a aulas gratuitas completas com todas as matérias da PRF, além de simulados com nível progressivo de dificuldade e um plano de estudo sugerido para organizar bem o tempo. Clique aqui e participe!

concurso federal concurso polícia rodoviária federal concurso prf concursos federais polícia rodoviária federal prf

Maurício Miranda Sá

Jornalista no Direção Concursos e Servidor Público Federal lotado no TSE (Tribunal Federal Eleitoral), estudou Jornalismo, Rádio e TV na UFRN, Publicidade na UNP, Gerenciamento de Projetos pela ESPM e atuou como assessor de comunicação em diversos órgãos e instituições, como o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contras as Secas), Sindifern (Sindicato dos Auditores Fiscais do RN) e, por cinco anos, foi responsável pela divisão de comunicação da empresa Temos Casa e Art Design, produtos que desenvolveu, produziu e dirigiu no Rio Grande do Norte, sendo um complexo de comunicação com programa de TV, programete de Rádio, revista e portal na internet.