Concursos Abertos Concursos 2022

Concurso Senado: iniciado processo de escolha da banca; Idecan irá participar!

Juliane Freitas Juliane Freitas comentários
08/06/2022, às 05:00 • 3 semanas atrás

concurso Senado passa por movimentações e, em breve, poderá ter sua banca definida! Isso porque foi publicado em Diário Oficial o aviso de chamamento público para que as bancas interessadas em organizar o certame mandem suas propostas.

Através de fontes exclusivas ouvidas pela equipe de jornalismo do Direção Concursos, o Idecan confirmou a participação na disputa e em breve enviará sua proposta.

É importante ressaltar que o prazo para que as bancas enviem as propostas é de 12 dias úteis. Ou seja, tanto a Idecan quanto as outras bancas interessadas, terão até o dia 27 de junho para o envio das propostas, que serão analisadas e, posteriormente, será divulgado o resultado da banca escolhida. A partir daí, o próximo passo será a publicação do edital.

Vale lembrar que um concurso Senado chegou a ser autorizado em 2019, porém os trâmites foram suspensos devido à pandemia do coronavírus. Na época, oito bancas enviaram propostas, sendo a contratação do Cebraspe indicada para a organização do certame.

O último edital publicado aconteceu em 2011, ofertando 260 vagas. A banca contratada na ocasião foi a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

O certame foi autorizado em abril de 2022 e rapidamente teve sua comissão formada. A expectativa é que a seleção oferte 19 vagas de nível superior para diversas áreas.

Tem interesse neste edital? Navegue pelo índice abaixo e confira mais detalhes sobre o próximo concurso Senado.

senado e mais

Site para informações é criado

Devido ao crescente interesse dos candidatos pelo pelo certame, o Senado criou um site de informações, para que os interessados possam verificar o andamento do concurso.

Dessa forma, todas as informações relacionadas ao concurso Senado Federal ficarão reunidas em um só local.

O Senado informou, ainda, que a página será sempre atualizada, reunindo documentos oficiais, material didático referencial para estudo como livros para download gratuito, vídeo-aulas e cursos abertos à sociedade.

Clique aqui e acesse a página oficial de informações do concurso Senado.

Divisão de vagas

Conforme falado anteriormente, o concurso Senado será destinado ao preenchimento de 19 vagas para os cargos. A distribuição entre as carreiras do órgão ficou da seguinte forma:

  • Advogado, Nível III, padrão 41, na especialidade Advocacia, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Consultor Legislativo, Nível III, padrão 41, na especialidade Assessoramento em Orçamentos, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Consultor Legislativo, Nível III, padrão 41, na especialidade Assessoramento Legislativo, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Administração, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Arquivologia, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Assistência Social, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Contabilidade, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Enfermagem, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Informática Legislativa, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Processo Legislativo, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Registro e Redação Parlamentar, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Engenharia do Trabalho, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Analista Legislativo, Nível III, padrão 36, na especialidade Engenharia Eletrônica e Telecomunicações, com requisito de escolaridade de nível superior: 1 (uma) vaga;
  • Técnico Legislativo, Nível II, padrão 21, na especialidade Policial Legislativo, com requisito de escolaridade de nível superior: 6 (seis) vagas.

Escolaridade Policial Legislativo

Desse total, seis das oportunidades estão destinadas para o cargo de policial legislativo, que agora passa a exigir nível superior como requisito.

A mudança já foi aprovada pela comissão diretora do Senado e o novo requisito passa a valer a partir da publicação do documento.

O texto acrescenta o inciso III ao art. 10 do Regulamento Administrativo do Senado. O dispositivo passa a contar com a seguinte redação:

III – Técnico Legislativo, Especialidade Policial Legislativo Federal: acessível a portador de diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área, devidamente registrado e fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação, observadas as disposições legais aplicáveis;

Requisitos concurso Senado

Todos os cargos presentes no próximo edital do concurso Senado exigirão nível superior. Algumas oportunidades, porém, aceitarão a graduação em qualquer área.

Veja abaixo os requisitos do concurso Senado:

  • Advogado: diploma de conclusão de curso de nível superior de Direito e inscrição, como Advogado, na Ordem dos Advogados do Brasil.
  • Consultor Legislativo (Assessoramento em Orçamentos): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em qualquer área de atuação.
  • Consultor Legislativo (Assessoramento Legislativo): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em qualquer área de atuação.
  • Analista Legislativo (Administração): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.
  • Analista Legislativo (Arquivologia): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Arquivologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.
  • Analista Legislativo (Assistência Social): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC e registro no respectivo órgão de fiscalização do exercício profissional.
  • Analista Legislativo (Contabilidade): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC, e registro no respectivo órgão de fiscalização do exercício profissional.
  • Analista Legislativo (Enfermagem): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Enfermagem, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC, e registro no respectivo órgão de fiscalização do exercício profissional.
  • Analista Legislativo (Informática Legislativa): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Tecnologia da Informação, Ciências Exatas ou qualquer formação de nível superior acrescida de pós-graduação na área de Tecnologia da Informação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.
  • Analista Legislativo (Processo Legislativo): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.
  • Analista Legislativo (Registro e Redação Parlamentar): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.
  • Analista Legislativo (Engenharia do Trabalho): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Engenharia do Trabalho, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.
  • Analista Legislativo (Engenharia Eletrônica e Telecomunicações): diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Engenharia Eletrônica e Telecomunicações, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.
  • Policial Legislativo: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação – MEC.

Alto número de vacâncias entre os cargos ofertados

Apesar de um baixo número de oportunidades que o próximo concurso vai ofertar, a expectativa é por mais nomeações além das 19 oportunidades previstas.

O motivo se deve ao alto número de cargos vagos do Senado. No momento, o órgão possui 733 vacâncias!

Veja a quantidade de cargos vagos das especialidades previstas no próximo concurso:

Advogado Legislativo

  • Advocacia: 5 cargos vagos

Consultor Legislativo

  • Assessoramento em Orçamentos: 10 cargos vagos
  • Assessoramento Legislativo: 46 cargos vagos

Analista Legislativo

  • Administração: 113 cargos vagos
  • Arquivologia: 7 cargos vagos
  • Assistência Social: 3 cargos vagos
  • Contabilidade: 7 cargos vagos
  • Enfermagem: 5 cargos
  • Informática Legislativa: 73 cargos vagos
  • Processo Legislativo: 231 cargos vagos
  • Registro e Redação Parlamentar: 38 cargos vagos
  • Engenharia do Trabalho: 3 cargos vagos
  • Engenharia Eletrônica e Telecomunicações: 3 cargos vagos

Técnico Legislativo

  • Policial Legislativo: 189 cargos vagos

Projeto básico concurso Senado

No ano de 2019, o concurso Senado foi autorizado e chegou a ter comissão organizadora formada.

No ano seguinte, o projeto básico do certame foi divulgado e apresentava informações essenciais a respeito das etapas, disciplinas e modelo de prova para todos os cargos do edital. Entretanto, a pandemia da Covid-19 impediu o andamento dos processos.

As provas objetivas estavam previstas para serem compostas por 200 questões numeradas sequencialmente, cada qual com uma assertiva única para julgamento como CERTA ou ERRADA. Nota-se, portanto, que o Cebraspe aparecia como franco favorito na disputa.

De acordo com o documento, estas seriam as prováveis disciplinas para os cargos do edital:

  • Disciplinas para o cargo de Advogado: Língua, literatura nacional e redação; Línguas estrangeiras: inglês ou espanhol; Direito constitucional; Direito administrativo: geral e noções de administração; Direito administrativo: licitações e contratos; Direito administrativo: legislação de pessoal civil; Direito civil e empresarial; Direito processual civil; Direito penal; Direito processual penal; Direito do trabalho, processual do trabalho e da seguridade social; Direito eleitoral; Direito financeiro e tributário; Direito internacional público e privado; Direito digital; Legislação complementar; Atualidades.
  • Disciplinas para o cargo de Analista Legislativo: Língua, literatura nacional e redação; Línguas estrangeiras: inglês ou espanhol; Raciocínio lógico; Noções de direito constitucional; Noções de direito administrativo; Atualidades; Conhecimentos específicos na área de atuação.
  • Disciplinas para o cargo de Técnico Legislativo, Especialidade Policial Legislativo: Língua, literatura nacional e redação; Línguas estrangeiras: inglês ou espanhol; Raciocínio lógico; Noções de direito constitucional; Noções de direito administrativo; Noções de direito civil e processual civil; Noções de direito penal e processual penal; Noções de criminalística; Noções de direito digital; Noções de direitos humanos; Noções de administração; Noções de informática; Atualidades; Conhecimentos específicos na área de atuação.

Veja todos os detalhes do documento aqui!

À época, o Direção Concursos realizou uma análise do projeto básico. Veja abaixo:

Salários concurso Senado

De acordo com o mais recente padrão de remuneração, os próximos cargos presentes no concurso Senado terão os seguintes salários:

salario concurso senado 2
salario concurso senado 1

Concurso Senado 2012

Os últimos concurso para o Senado Federal foram realizados em 2011, pela banca FGV e foram ofertadas vagas para os seguintes cargos:

  • Policial Legislativo;
  • Apoio Técnico ao Processo Legislativo;
  • Apoio Técnico-Administrativo;
  • Saúde e Assistência Social;
  • Instalações, Equipamentos, Ocupação e Ambientação de Espaço Físico;
  • Apoio Técnico ao Processo Industrial Gráfico.

Foram 25 vagas para o cargo de Policial Legislativo, em edital único, com remuneração inicial, pago à época, de cerca de R$ 13,8 mil, para candidatos que possuíssem o ensino médio completo. Veja:

Nota de corte Policial Legislativo

O último concurso do Senado teve como nota de corte 71,51% no último convocado. Ou seja, de 160 pontos possíveis, o candidato fez 114,416.

Os demais cargos foram ofertados em outro edital, também aplicado pela FGV, com 79 vagas para ampla concorrência, além de 5 vagas para candidatos pessoas com deficiência. Veja na tabela:

Veja outras notas de corte de outros cargos:

Cargo Inscritos Vagas Demanda Último convocado Corte
Técnico-Policial Legislativo 23.435 25 937.4 70ª 114,416 (71%)
Analista – Processo Legislativo 23.251 42 553.5 70ª 134,527 (84%)
Analista -Administração 11.675 32 364.8 79ª 122,000 (76%)
Analista -Contabilidade 1.805 6 300.8 13ª 123,800 (77%)
Analista-Informática 3.934* 7* 562 25ª 127,127 (79%)
Analista-Registro e Revisão 990 11 90 77ª 155,643 (97%)

A remuneração inicial também foi de cerca de R$ 13,8 mil para ambos os cargos, que pediam formação em nível superior em diversas áreas.

Resumo concurso Senado

  • Situação: em processo de escolha da banca
  • Banca: a definir
  • Vagas: 19 vagas
  • Cargos: Advogado, Consultor, Analista e Policial Legislativo
  • Escolaridade: superior
  • Salários:
  • Último edital Policial Legislativo

Assinatura Ilimitada!

Que tal revolucionar a sua forma de estudar? Confira agora a nossa assinatura ILIMITADA e inicie sua aprovação rumo ao edital dos sonhos! São mais de 14 mil vídeo aulas, mais de 13 mil aulas em PDF e mais de 600 cursos para você! Vai querer perder essa oportunidade?

Não posso perder!

Fique por dentro de todas as novidades do mundo dos concursos acompanhando nosso canal Direção News, no Youtube.

concurso senado concurso senado 2019 concurso senado 2020 concurso senado autorizado nível médio policial legislativo

Juliane Freitas

Formada em Publicidade e Propaganda pela Universidade Federal de Goiás e especialista em Marketing pelo IPOG.