Concursos Abertos Concursos 2021

Concurso SP: PL busca suspensão de validade editais homologados

Maurício Miranda Sá Maurício Miranda Sá comentários
08/04/2021, às 10:44 • 5 dias atrás

Um importante Projeto de Lei (PL) avança na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), o qual busca determinar a suspensão da validade dos concursos (concurso SP), incluindo as seleções dos poderes executivo, legislativo, judiciário, alem do Ministério Público.

O PL 652/2020, de autoria do deputado Carlos Gianazzi (Psol), pretende fazer com que todos os editais de concurso SP no estado, que já foram homologados, sejam suspensos até o dia 31 de dezembro. A proposta já foi aprovada na Comissão de Constituição.

Após a distribuição, a relatoria do PL ficou sob o comando do deputado Gilmaci Santos, do Republicanos. Se for aprovada, o texto será encaminhado para votação na Comissão de Finanças, Orçamento e Planejamento e, em sequência (em definitivo) para votação no Plenário da casa legislativa.

Cursos da área
Confira os cursos do Direção para esta área de estudos

Concurso SP: oportunidades

Em janeiro deste ano, o governador do estado de São Paulo, João Dória, assinou o decreto Nº 65.463/21 que dispõe sobre medidas de redução de despesas com pessoal no contexto da pandemia do novo coronavírus (concurso SP).

O texto divulgado trouxe a suspensão da realização de novas seleções públicas, admissão de estagiários, além das nomeações para cargos públicos até o dia 31 de dezembro de 2021.

Vale o registro de que essa medida se destina apenas aos certames estaduais e órgãos que não possuem autonomia administrativa. Sendo assim, concursos municipais e Tribunais, por exemplo, não deverão ser afetados pela suspensão. Por isso, veja uma lista de possibilidades abaixo:

  • Concurso TCM SP
    • O concurso para o Tribunal de Contas do Município de São Paulo não deverá ser afetado pelo decreto, já que se trata de um concurso municipal. As inscrições do certame serão reabertas assim que o edital for retomado. 
      • banca: Vunesp
      • vagas: 12 + CR
      • cargos: Auxiliar Técnico de Fiscalização e Agente de Fiscalização
      • escolaridade: nível médio e nível superior
      • remuneração: R$ 10.200,00 a R$ 19 mil
      • data de provas: SUSPENSAS
      • inscrições: serão reabertas
      • Mais informações do edital AQUI
      • Cursos completos AQUI
  • Concurso TJ SP
    • O Tribunal de Justiça do estado de São Paulo possui autonomia administrativa e, por isso, poderá realizar novas contratações mesmo o período em que o decreto estiver válido. O órgão conta com um edital ainda vigente – tanto para capital quanto para o interior– mas o número de cargos vagos chama atenção, o que reforça a necessidade de novas nomeações.
  • Concurso MP SP
    • O Ministério Público do estado também possui autonomia administrativa para a contratação de novos servidores. O novo edital para o órgão também está previsto no orçamento para 2021. 
      • Situação: em andamento
      • Banca: Vunesp
      • Cargo: Oficial de Promotoria
      • Vagas: 73
      • Escolaridade: nível médio
      • Salário inicial: R$ 4.748,69
      • Link para o último edital

Além desses três citados, é importante lembrar que assim como ocorreu ao longo do ano de 2020, o governo do estado poderá abrir exceções para novas contratações em área consideradas essenciais, como as áreas da saúde, segurança e educação.

Assinatura Ilimitada

Prepare-se para a sua aprovação de maneira mais ágil, enxuta e completa com o incrível PDF 2.0: fruto da parceria entre Direção e Qconcursos, a plataforma proporciona uma nova experiência em estudos para concursos, totalmente integrada, com tecnologia avançada e que te dará a segurança de estar a cada dia mais próximo do seu sonho.

Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre editais de concurso público? O Direção Concursos preparou um grupo no Telegram com as principais notícias. Clique aqui e participe!

concurso mp am e mais
concurso estadual Concurso Municipal concurso são paulo concurso sp concursos estaduais concursos municipais

Maurício Miranda Sá

Jornalista no Direção Concursos e Servidor Público Federal lotado no TSE (Tribunal Federal Eleitoral), estudou Jornalismo, Rádio e TV na UFRN, Publicidade na UNP, Gerenciamento de Projetos pela ESPM e atuou como assessor de comunicação em diversos órgãos e instituições, como o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contras as Secas), Sindifern (Sindicato dos Auditores Fiscais do RN) e, por cinco anos, foi responsável pela divisão de comunicação da empresa Temos Casa e Art Design, produtos que desenvolveu, produziu e dirigiu no Rio Grande do Norte, sendo um complexo de comunicação com programa de TV, programete de Rádio, revista e portal na internet.