Concursos Abertos Concursos 2020

Concurso TJ SP: recursos no CNJ contra prorrogação devem ser indeferidos

Maurício Miranda Sá Maurício Miranda Sá comentários
25/03/2020, às 08:12 • 3 dias atrás

				<![CDATA[]]>

O concurso TJ SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), para o cargo de Escrevente, teve edital publicado em 2017 e tinha previsão de validade de um (1) mais um (1) ano.

A previsão, desse modo, era de que a seleção se expirasse em dezembro de 2019. Teve, porém, nova prorrogação, a qual parecia inconstitucional, realizada.

Conheça a assinatura ilimitada do Direção

À época, o presidente do TJ SP, Manoel Queiroz Pereira Calças, em sua decisão, escreveu:

“Trata-se de medida razoável e proporcional diante da excepcionalidade da circunstância determinante de sua adoção necessária considerando a morosidade da solução alternativa de abertura de novo concurso público, tudo a evidenciar a convergência com o interesse público”.

Pedidos de providência quanto a possível inconstitucionalidade da ação foram impetrados junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que pôs a matéria na pauta virtual desta última semana de março (2020).

Segundo informações, a matéria já tem a maioria do Conselho no sentido de indeferir os recursos apresentados. Ou seja, os pedidos não vão ter efeito e a prorrogação vai continuar valendo.

Com a decisão, a validade do certame se dará até dezembro de 2020 e, após, um novo edital já poderá ser publicado.

CURSOS COMPLETOS PARA O CONCURSO TJ SP NESTE LINK

Previsão em edital

O edital do concurso previa que poderiam ser abrangidos os cargos vagos que vierem a ser criados no decorrer da validade do concurso, dependendo do interesse do serviço e da disponibilidade orçamentária.

De acordo a Secretaria de Gestão de Pessoas do TJ SP, há 3.825 cargos vagos de Escrevente Técnico Judiciário em toda a Corte.

O órgão afirma, ainda, que havia (até aquela data) 2.537 candidatos habilitados e que remanescem sem nomeação.

Concurso TJ SP 2017

O concurso de 2017 foi organizado pela banca VUNESP e ofertou 590 vagas, para o cargo de Escrevente do TJ SP. Informações do próprio órgão indicam que, das 590 vagas previstas, restavam (em agosto de 2019) 14 vagas a serem preenchidas.

Locais de prova do concurso TJ SP

As provas foram em diversos polos, de acordo com a inscrição do candidato. Confira a lista das 18 localidades disponíveis:

  • São Paulo;
  • Campinas;
  • Mogi das Cruzes;
  • Guarulhos;
  • Itapecerica da Serra;
  • Osasco;
  • Santo André;
  • São Bernardo do Campo;
  • Americana;
  • Amparo;
  • Bragança Paulista;
  • Jundiaí;
  • Limeira;
  • Mogi Mirim;
  • Piracicaba;
  • Pirassununga;
  • Rio Claro;
  • São João da Boa Vista;

Salários

No edital do concurso TJ SP 2017, os valores pagos a um Escrevente Técnico Judiciário eram de R$ 4.473,16 de remuneração, além do auxílio-alimentação, saúde e transporte.

Na última atualização do órgão (março 2018) o montante atingiu o valor de R$ 6.112,10 (R$ 4.792,10 + R$ 990 de alimentação + R$ 330 de auxílio saúde).

O candidato aprovado ainda fez jus ao adicional por qualificação, que tem os valores de 5%, 7,5%, 10% e 12,5% acrescidos ao vencimento básico. Veja:

adicional de qualificação

Etapas

O concurso TJ SP foi dividido em duas etapas: prova objetiva de conhecimentos e prova prática.

A prova objetiva veio com 100 questões de múltipla escolha, contando com cinco alternativas cada. A prática, de digitação, teve apenas caráter eliminatório, não tendo o condão de mudar a classificação do candidato.

Apenas aqueles melhor habilitados na prova objetivo puderam realizar a prova prática de digitação, a qual buscou aferir o conhecimento e habilidades, utilizando o editor de texto em computador.

Conteúdo exigido

Foram cobradas as seguintes matérias na prova objetiva:

  • Português;
  • Penal;
  • Processual Penal;
  • Processual Civil;
  • Constitucional;
  • Administrativo;
  • Normas da Corregedoria Geral da Justiça;
  • Atualidades;
  • Matemática;
  • Informática;
  • Raciocínio Lógico;
  • Noções de Direito das Pessoas com Deficiência.

Resumo do último concurso TJ SP:

NOTÍCIAS DIREÇÃO CONCURSOS
concurso tj sp concurso tj sp 2020 edital tj sp edital tj sp 2020 tj sp validade concurso tj sp validade tj sp

Maurício Miranda Sá

Jornalista no Direção Concursos e Servidor Público Federal lotado no TSE (Tribunal Federal Eleitoral), estudou Jornalismo, Rádio e TV na UFRN, Publicidade na UNP, Gerenciamento de Projetos pela ESPM e atuou como assessor de comunicação em diversos órgãos e instituições, como o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contras as Secas), Sindifern (Sindicato dos Auditores Fiscais do RN) e, por cinco anos, foi responsável pela divisão de comunicação da empresa Temos Casa e Art Design, produtos que desenvolveu, produziu e dirigiu no Rio Grande do Norte, sendo um complexo de comunicação com programa de TV, programete de Rádio, revista e portal na internet.