Concursos Abertos Concursos 2023

Concurso TJDFT: edital publicado; iniciais de até R$ 12 mil

Larissa Lustoza Larissa Lustoza comentários
28/01/2022, às 05:36 • 5 meses atrás

TJDFT

Foi publicado o edital do concurso público para o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (concurso TJDFT). Ao todo, o certame oferece 112 vagas para cargos de níveis médio e superior.

As principais informações do certame são:

  • Banca organizadora é a empresa FGV
  • Cargos ofertados:
    • Analista Judiciário
    • Técnico Judiciário
  • Escolaridade: níveis médio e superior
  • Salários iniciais de até R$ R$12.455,30
  • Vagas: 112 vagas
  • Taxa de inscrição:
    • R$ 80 (nível médio)
    • R$ 120 (nível superior)
  • Inscrições de 7/2/2022 até 14/3/2022
  • Provas objetivas e discursivas dia 29 de maio de 2022
  • Link do edital

Navegue pelo índice abaixo e veja mais informações sobre o edital publicado:

cursos para o concurso TJDFT

Baixe o Vade Mecum gratuito do concurso TJDFT AQUI!

Cargos ofertados

O concurso TJDFT oferta, ao todo 112 vagas para os cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário. A distribuição entre as especialidades ficou da seguinte forma:

  • ANALISTA JUDICIÁRIO
    • APOIO ESPECIALIZADO ADMINISTRAÇÃO (3 VAGAS)
    • APOIO ESPECIALIZADO ANÁLISE DE DADOS (5 VAGAS)
    • APOIO ESPECIALIZADO ANÁLISE DE SISTEMAS (5 VAGAS)
    • JUDICIÁRIA SEM ESPECIALIDADE (36 VAGAS)
    • APOIO ESPECIALIZADO ARQUIVOLOGIA (1 VAGA)
    • APOIO ESPECIALIZADO CONTABILIDADE (3 VAGAS)
    • APOIO ESPECIALIZADO ENGENHARIA ELÉTRICA (2 VAGAS)
    • APOIO ESPECIALIZADO ESTATÍSTICA (2 VAGAS)
    • APOIO ESPECIALIZADO MEDICINA – MEDICINA DO TRABALHO (2 VAGAS)
    • APOIO ESPECIALIZADO MEDICINA – PSIQUIATRIA (2 VAGAS)
    • JUDICIÁRIA OFICIAL DE JUSTIÇA AVALIADOR FEDERAL (5 VAGAS)
    • APOIO ESPECIALIZADO PSICOLOGIA (4 VAGAS)
    • APOIO ESPECIALIZADO SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (5 VAGAS)
    • APOIO ESPECIALIZADO SERVIÇO SOCIAL (9 VAGAS)
    • APOIO ESPECIALIZADO SUPORTE EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (4 VAGAS)
  • TÉCNICO JUDICIÁRIO
    • ADMINISTRATIVA SEM ESPECIALIDADE (20 VAGAS)
    • APOIO ESPECIALIZADO ENFERMAGEM (4 VAGAS)

Salários concurso TJDFT

Os aprovados no concurso farão jus aos seguintes salários iniciais:

  • Analista Judiciário – R$ 12.455,30
  • Técnico Judiciário – R$ 7.591,36

É necessário ressaltar que, apesar de atuar dentro do DF e territórios, o TJDFT é um órgão do Judiciário Federal, possuindo a mesma estrutura remuneratória de outros Tribunais Federais.

estrutura remuneratória tribunal de justiça do distrito federal e territórios

Requisitos

Os candidatos precisam ficar atentos aos requisitos específicos exigidos por cada uma das especialidades do concurso TJDFT. Confira:

  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: JUDICIÁRIA – ESPECIALIDADE: SEM ESPECIALIDADE
    • REQUISITO: Diploma de nível superior em Direito, registrado no Ministério da Educação (MEC), expedido por instituição oficial ou legalmente reconhecida.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: Realizar atividades de nível superior, de natureza técnica, relacionadas ao planejamento, organização, coordenação, supervisão, assessoramento, estudo, pesquisa, além da execução de tarefas que envolvam processamento de feitos, apoio a julgamentos, análise e pesquisa de legislação, de doutrina e de jurisprudência nos vários ramos do Direito, estudo e pesquisa do Poder Judiciário brasileiro, bem como elaboração de laudos, pareceres, atos e informações jurídicas.
  • TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA: ADMINISTRATIVA
    • REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: desenvolver atividades que consistem na execução de tarefas relacionadas à redação de expedientes simples e(ou) padronizados, operação de microcomputador, atendimento ao público, ações relativas ao andamento dos processos judiciais e administrativos, bem como transportes de processos e documentos em geral.
  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: MEDICINA – RAMO: PSIQUIATRIA
    • REQUISITO: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), registro no Conselho Regional da categoria e certificado de Residência Médica em Psiquiatria, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC, ou Título de Especialista – emitido por Sociedade conveniada com a AMB e comprovante de registro da especialidade no CRM.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: Realizar atividades de nível superior, de natureza técnica, relacionadas à elaboração de diagnósticos, estudos e intervenções que subsidiem a prestação jurisdicional, à assistência e acompanhamento psicológico, à promoção de saúde e de qualidade de vida no trabalho, à formação de políticas de gestão de pessoas e de desenvolvimento organizacional. (concurso TJDFT)
  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: PSICOLOGIA
    • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Psicologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, e registro no Conselho Regional da categoria.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: desenvolver atividades relacionadas à coordenação e à supervisão de ações que visem à promoção da saúde mental e ocupacional, bem como à formação de políticas de recursos humanos, de benefícios sociais e de desenvolvimento organizacional.
  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ANÁLISE DE SISTEMAS
    • REQUISITO: Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação na área de Tecnologia da Informação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), ou de graduação em qualquer curso superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, acrescido de certificado de curso de pós-graduação em área de Tecnologia da Informação de, no mínimo, 360 horas, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: realizar atividades de nível superior, de natureza técnica, relacionadas à gestão, assessoramento, pesquisa e desenvolvimento, que envolverá tarefas inerentes às seguintes áreas de atuação: desenvolvimento e manutenção de sistemas de informação e processo eletrônico, plataformas e metodologias de gestão de projetos e produtos.
  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: SUPORTE EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO
    • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de curso de graduação na área de Tecnologia da Informação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), ou de graduação em qualquer curso superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, acrescido de certificado de curso de pós-graduação em área de Tecnologia da Informação de, no mínimo, 360 horas, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: atividades de nível superior, de natureza técnica, relacionadas à gestão, assessoramento, pesquisa e desenvolvimento, envolvendo tarefas inerentes às seguintes áreas de atuação: infraestrutura de tecnologia da informação, redes de computadores, banco de dados, sistemas operacionais e suporte a microinformática.
  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: JUDICIÁRIA – ESPECIALIDADE: OFICIAL DE JUSTIÇA AVALIADOR FEDERAL
    • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: Realizar atividades de nível superior, como citações, notificações, intimações, execuções de medidas preventivas e assecuratórias, penhoras, arrestos, sequestros, despejos, buscas e apreensões, avaliações de bens e valores, praça de bens imóveis, reintegrações e imissões de posse e demais diligências ordenadas pelo juízo e inserção dos respectivos termos nos processos. (concurso TJDFT)
  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: CONTABILIDADE
    • REQUISITO: Diploma de nível superior em Ciências Contábeis e registro no Conselho Regional da categoria.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: o aprovado no concurso TJDFT nesse cargo deve desenvolver atividades relacionadas à programação, supervisão, coordenação ou execução especializada de trabalhos voltados à administração orçamentária, financeira e patrimonial, contabilidade e auditoria. Além disso, o servidor deve prestar assessoramento especializado em todos os níveis funcionais do sistema de controle interno.
  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ENGENHARIA ELÉTRICA
    • REQUISITO: diploma de nível superior em Engenharia Elétrica, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC e registro no Conselho Regional da categoria.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: o aprovado deverá realizar atividades de estudo e execução, de projetos de Engenharia Elétrica, para a manutenção de instalações, aparelhos e equipamentos elétricos do TJDFT.
  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ADMINISTRAÇÃO
    • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de curso superior de bacharelado em Administração, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC); Registro no Conselho Regional da categoria.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: realizar atividades de nível superior relativas às funções de planejamento, execução e controle relacionadas à governança e gestão estratégica, à gestão de pessoas, materiais e patrimônio, orçamentários e financeiros, desenvolvimento organizacional, licitações e contratos, controle interno e auditoria, dentre outras.
  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ESTATÍSTICA
    • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior em Estatística, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no Conselho Regional da categoria.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: o aprovado do concurso do TJDFT deverá executar atividades de nível superior, referentes à supervisão, coordenação ou execução qualificada de atividades concernentes ao planejamento, ao controle, à realização e avaliação de pesquisas e levantamentos em estudos estatísticos, bem como à construção, ao aperfeiçoamento e à implantação de instrumentos de coleta, sistemas de codificação e banco de dados automatizados. (concurso TJDFT)
  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: MEDICINA – RAMO: MEDICINA DO TRABALHO
    • REQUISITO: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e certificado de residência médica ou Título de Especialista emitido por Sociedade conveniada com a AMB. Comprovante de registro da especialidade no CRM. Registro ativo no CRM.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: Realizar atividades de nível superior relacionadas ao planejamento, à coordenação, à supervisão e à execução de trabalhos que envolvam medicina do trabalho, bem como programas de prevenção e/ou tratamento da saúde e perícias médicas.
  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: SERVIÇO SOCIAL
    • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro no Conselho Regional da categoria.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: Realizar atividades de nível superior, de natureza técnica, relacionadas à elaboração de diagnósticos, estudos e intervenções que subsidiem a prestação jurisdicional, à assistência e acompanhamento psicossocial, à promoção de saúde e de qualidade de vida e à condução de ações socioeducativas de acordo com o público-alvo.
  • ANALISTA JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ANÁLISE DE DADOS
    • REQUISITO: Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação na área de Tecnologia da Informação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), ou de graduação em qualquer curso superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, acrescido de certificado de curso de pós-graduação em área de Tecnologia da Informação de, no mínimo, 360 horas, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC.
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: atividades de nível superior, de natureza técnica, relacionadas à gestão, assessoramento, pesquisa e desenvolvimento, que envolverá tarefas inerentes às seguintes áreas de atuação: administração de dados; modelagem de data warehouses; extração, transformação e carga de dados; aplicações de automação e inteligência artificial; processamento de dados massivos; qualidade de dados; painéis de business intelligence.
  • TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO
    • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de curso de graduação na área de Tecnologia da Informação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), ou de graduação em qualquer curso superior, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, acrescido de certificado de curso de pós-graduação em área de Tecnologia da Informação de, no mínimo, 360 horas, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: atividades de nível superior, de natureza técnica, relacionadas à gestão, assessoramento, pesquisa e desenvolvimento, que envolverá tarefas inerentes às seguintes áreas de atuação: segurança da informação, proteção de dados, análise de vulnerabilidades, defesa cibernética, resposta a incidentes, auditoria e forense digital, planos de continuidade de negócio e infraestrutura de segurança computacional.
  • TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA: APOIO ESPECIALIZADO – ESPECIALIDADE: ARQUIVOLOGIA
    • REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de curso de nível superior em Arquivologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e registro na Delegacia Regional do Trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: realizar atividades de nível superior, relacionadas ao planejamento e à organização de serviços de arquivo, bem como as concernentes à gestão informacional, à conservação e à restauração de documentos de interesse administrativo e/ou histórico
  • TÉCNICO JUDICIÁRIO – ÁREA: ENFERMAGEM
    • REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) e de curso profissionalizante de Auxiliar de Enfermagem (Decreto n.º 5.154, de 23 de julho de 2004), expedidos por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), 11 devidamente registrados na Secretaria de Educação, acrescidos de registro no Conselho Regional da categoria
    • DESCRIÇÃO SUMÁRIA DAS ATIVIDADES: atividades de nível intermediário, de natureza pouco repetitiva, envolvendo trabalho de enfermagem em grau auxiliar, participação no planejamento da assistência aos enfermos, bem como atividades operacionais de apoio ao tratamento médico, cirúrgico e odontológico, sob supervisão superior. (concurso TJDFT)

Local de prova

As provas serão realizadas no Distrito Federal.

Caso o número de candidatos inscritos exceda a oferta de lugares existentes, a FGV se reserva o direito de alocá-los em cidades próximas para aplicação das provas, não assumindo, entretanto, qualquer responsabilidade quanto ao deslocamento e à hospedagem desses candidatos.

Provas e etapas

A Prova Escrita Objetiva de múltipla escolha e a Prova Escrita Discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório, para o cargo de Analista Judiciário do TJDFT, serão realizadas no Distrito Federal, no dia 29 de maio de 2022, das 08h às 13h, segundo o horário oficial de Brasília.

Já a Prova Escrita Objetiva de múltipla escolha e a Prova Escrita Discursiva para o cargo de Técnico Judiciário do
TJDFT, serão realizadas no Distrito Federal no dia 29 de maio de 2022, das 15h às 19h, segundo o horário oficial de Brasília.

Para os cargos de Nível Médio e para os cargos de Nível Superior, a Prova Escrita Objetiva será composta por 60 (sessenta) questões de múltipla escolha, numeradas sequencialmente, com 05 (cinco) alternativas e apenas uma resposta correta.

O quadro abaixo apresenta as disciplinas e o número de questões para as especialidades de Análise de Dados, Análise de Sistemas, Segurança da Informação e Suporte em Tecnologia da Informação do cargo de Analista Judiciário, Área de Apoio Especializado:

  • Língua Portuguesa: 10
  • Língua Inglesa: 05
  • Noções de Direito Administrativo e de Direito Constitucional: 05
  • Ética no Serviço Público, Regimento Interno e Lei de Organização Judiciária: 05
  • Conhecimentos Específicos: 35

O quadro a seguir apresenta as disciplinas e o número de questões para o cargo de Analista Judiciário, Área Judiciária: Sem Especialidade e Oficial de Justiça Avaliador Federal:

  • Língua Portuguesa: 10
  • Ética no Serviço Público, Regimento Interno, Lei de Organização Judiciária, Provimento Geral da Corregedoria e Provimento Judicial Aplicado ao Processo Judicial Eletrônico: 10
  • Conhecimentos Específicos: 40

O quadro a seguir apresenta as disciplinas e o número de questões para o cargo de Analista Judiciário, Área de Apoio Especializado, todas as especialidades (exceto Análise de Dados, Análise de Sistemas, Segurança da Informação e Suporte em Tecnologia da Informação):

  • Língua Portuguesa: 10
  • Noções de Direito Administrativo e de Direito Constitucional: 05
  • Ética no Serviço Público, Regimento Interno e Lei de Organização Judiciária: 05
  • Conhecimentos Específicos: 40

O quadro a seguir apresenta as disciplinas e o número de questões para o cargo de Técnico Judiciário (Área Administrativa: Sem Especialidade):

  • Língua Portuguesa: 10
  • Ética no Serviço Público, Regimento Interno, Lei de Organização Judiciária, Provimento Geral da Corregedoria e Provimento Judicial Aplicado ao Processo Judicial Eletrônico: 10
  • Conhecimentos Específicos: 40

O quadro a seguir apresenta as disciplinas e o número de questões para o cargo de Técnico Judiciário (Área de Apoio Especializado, Especialidade: Enfermagem):

  • Língua Portuguesa: 10
  • Ética no Serviço Público, Regimento Interno e Lei de Organização Judiciária: 10
  • Conhecimentos Específicos: 40

Índices de aprovação

Será considerado aprovado na Prova Escrita Objetiva:

  • a) para o cargo de Analista Judiciário – Área de Apoio Especializado em Análise de Dados, Análise de Sistemas, Segurança da Informação e Suporte em Tecnologia da Informação, o candidato que, cumulativamente:
    • acertar, no mínimo, 17 (dezessete) questões de Conhecimentos Específicos; e
    • acertar, no mínimo, 30 (trinta) questões do total da Prova Escrita Objetiva.
  • b) para o cargo de Analista Judiciário – Área Judiciária: Sem Especialidade e Oficial de Justiça Avaliador Federal, o candidato que, cumulativamente:
    • acertar, no mínimo, 20 (vinte) questões de Conhecimentos Específicos; e
    • acertar, no mínimo, 30 (trinta) questões do total da Prova Escrita Objetiva.
  • c) para o cargo de Analista Judiciário – Área de Apoio Especializado em todas as especialidades (exceto Análise de Dados, Análise de Sistemas, Segurança da Informação e Suporte em Tecnologia da Informação), o candidato que,
    cumulativamente:
    • acertar, no mínimo, 20 (vinte) questões de Conhecimentos Específicos; e
    • acertar, no mínimo, 30 (trinta) questões do total da Prova Escrita Objetiva.
  • d) para o cargo de Técnico Judiciário (ambas as especialidades), o candidato que, cumulativamente:
    • acertar, no mínimo, 20 (vinte) questões de Conhecimentos Específicos; e
    • acertar, no mínimo, 30 (trinta) questões do total da Prova Escrita Objetiva

Provas escritas

A Prova Escrita Discursiva para os cargos de Analista Judiciário (todas as áreas e todas as especialidades) constará de 2 (duas) questões discursivas relativas aos Conhecimentos Específicos.

Para os cargos de Analista Judiciário (todas as áreas e todas as especialidades), a Prova Escrita Discursiva valerá 30 (trinta) pontos.

A Prova Escrita Discursiva para o cargo de Técnico Judiciário constará de 1 (uma) redação.

Para o cargo de Técnico Judiciário (ambas as especialidades), a redação valerá 30 (trinta) pontos

Serão corrigidas as redações dos candidatos classificados até a seguinte posição de cada cargo:

Conhecimentos básicos concurso TJDFT Técnico Judiciário

LÍNGUA PORTUGUESA: Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto (literário e não literário, narrativo, descritivo e argumentativo); interpretação e organização interna. Semântica: sentido e emprego dos vocábulos; campos semânticos; emprego de tempos e modos dos verbos em português. Morfologia: reconhecimento, emprego e sentido das classes gramaticais; processos de formação de palavras; mecanismos de flexão dos nomes
e verbos. Sintaxe: frase, oração e período; termos da oração; processos de coordenação e subordinação; concordância nominal e verbal; transitividade e regência de nomes e verbos; padrões gerais de colocação pronominal no português; mecanismos de coesão textual. Ortografia. Acentuação gráfica. Emprego do sinal indicativo de crase. Pontuação.
Reescrita de frases: substituição, deslocamento, paralelismo; variação linguística: norma culta. Observação: os itens deste programa serão considerados sob o ponto de vista textual, ou seja, deverão ser estudados sob o foco de sua participação na estruturação significativa dos textos.

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO. Ética e moral. Ética, princípios e valores. Ética e democracia: exercício da
cidadania. Ética e função pública. Ética no setor público. Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União (Lei nº 8.112/1990): regime disciplinar, deveres e proibições, acumulação, responsabilidade e penalidades. Lei nº 8.429/1992 e alterações: disposições gerais; atos de improbidade administrativa. Código de Ética dos Servidores do TJDFT
(Resolução TJDFT nº 9/2019 e Portaria Conjunta nº 76/2020).

REGIMENTO INTERNO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS. Portaria GPR 354 de 16 de março de 2016 (republicado no DJe no dia 30/03/2016 – Edição nº 57, fls. 05-54. Data de Publicação: 31/03/2016), com redação alterada pelas Emendas Regimentais subsequentes. lei da organização judiciária do distrito federal e dos territórios Lei nº 11.697/2008 e alterações (Organização judiciária do Distrito Federal e dos Territórios).

PROVIMENTO GERAL DA CORREGEDORIA APLICADO AOS JUÍZES E OFÍCIOS JUDICIAIS (somente para área administrativa). Provimento Geral da Corregedoria aplicado aos Juízes e Ofícios Judiciais, disponibilizado no DJe de 10/10/2014, Edição nº 189, fls. 332/354. Data de publicação: 13/10/2014 e alterações. Provimento nº 07, de 08/09/2010, publicado no DJ-e de 10/09/2010, alterado pelo Provimento nº 4, de 04/05/2013, publicado no DJ-e de
29/05/2013, e pelo Provimento nº 1, de 06/01/2012, publicado no DJ-e 16/01/2012. Provimento nº 03, publicado no DJ-e de 20/06/2011. PROVIMENTO judicial aplicado ao processo judicial eletrônico (somente para área administrativa)
Disponibilizado no DJe de 21/08/2017, Edição n. 156, Fls. 1003-1018. Data de publicação 22/08/2017 e alterações.

Conteúdo em comum concurso TJDFT Analista Judiciário

LÍNGUA PORTUGUESA: Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto (literário e não literário, narrativo, descritivo e argumentativo); interpretação e organização interna. Semântica: sentido e emprego dos vocábulos; campos semânticos; emprego de tempos e modos dos verbos em português. Morfologia: reconhecimento, emprego e sentido das classes gramaticais; processos de formação de palavras; mecanismos de flexão dos nomes e verbos. Sintaxe: frase, oração e período; termos da oração; processos de coordenação e subordinação; concordância nominal e verbal; transitividade e regência de nomes e verbos; padrões gerais de colocação pronominal no português; mecanismos de coesão textual. Ortografia. Acentuação gráfica. Emprego do sinal indicativo de crase. Pontuação. Reescrita de frases: substituição, deslocamento, paralelismo; variação linguística: norma
culta. Observação: os itens deste programa serão considerados sob o ponto de vista textual, ou seja, deverão ser estudados sob o foco de sua participação na estruturação significativa dos textos.

LÍNGUA INGLESA (SOMENTE PARA AS ESPECIALIDADES DE ANÁLISE DE SISTEMAS, SUPORTE EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO, ANÁLISE DE DADOS E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO). Estratégias de leitura em língua inglesa: compreensão geral de texto; reconhecimento de informações específicas; capacidade de análise e síntese; inferência e
predição; reconhecimento de organização semântica e discursiva; uso de palavras mais frequentes, sinonímia e antonímia; funções retóricas; percepção de metáfora e metonímia. Aspectos sintático-gramaticais relevantes à compreensão de texto: artigos definidos e indefinidos; tempos e modos verbais; uso de preposições, conjunções,
pronomes e modais; concordância nominal e verbal; formação e classe de palavras; expressões idiomáticas; relações de subordinação e coordenação; voz passiva, discurso direto e indireto.

ÉTICA NO SERVIÇO PÚBLICO. Ética e moral. Ética, princípios e valores. Ética e democracia: exercício da cidadania. Ética e função pública. Ética no setor público. Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União (Lei nº 8.112/1990): regime disciplinar, deveres e proibições, acumulação, responsabilidade e penalidades. Lei nº 8.429/1992 e alterações: disposições gerais; atos de improbidade administrativa. Código de Ética dos Servidores do TJDFT (Resolução TJDFT nº 9/2019 e Portaria Conjunta nº 76/2020).

REGIMENTO INTERNO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS. Portaria GPR 354 de 16 de março de 2016 (republicado no DJe no dia 30/03/2016 – Edição nº 57, fls. 05-54. Data de Publicação: 31/03/2016), com redação alterada pelas Emendas Regimentais subsequentes. lei da organização judiciária do distrito federal e dos territórios Lei nº 11.697/2008 e alterações (Organização Judiciária do Distrito Federal e dos Territórios).

PROVIMENTO GERAL DA CORREGEDORIA APLICADO AOS JUÍZES E OFÍCIOS JUDICIAIS (somente para área judiciária: sem especialidade) Provimento Geral da Corregedoria aplicado aos Juízes e Ofícios Judiciais, disponibilizado no DJe de 10/10/2014, Edição nº 189, fls. 332/354. Data de publicação: 13/10/2014 e alterações. Provimento nº 07, de 08/09/2010, publicado no DJ-e de 10/09/2010, alterado pelo Provimento nº 4, de 04/05/2013, publicado no DJ-e de
29/05/2013, e pelo Provimento nº 1, de 06/01/2012, publicado no DJ-e 16/01/2012. Provimento nº 03, publicado no DJ-e de 20/06/2011.

PROVIMENTO GERAL DA CORREGEDORIA APLICADO AOS JUÍZES E OFÍCIOS JUDICIAIS (somente para área judiciária, na especialidade oficial de justiça avaliador federal) Provimento Geral da Corregedoria aplicado aos Juízes e Ofícios Judiciais, disponibilizado no DJe de 10/10/2014, Edição nº 189, fls. 332/354. Data de publicação: 13/10/2014 e alterações. Provimento nº 05, de 23/07/2010, publicado no DJe de 28/07/2010. Provimento nº 07, de 08/09/2010, publicado no DJ-e de 10/09/2010, alterado pelo Provimento nº 4, de 04/05/2013, publicado no DJ-e de 29/05/2013, e pelo Provimento nº 1, de 06/01/2012, publicado no DJ-e 16/01/2012. Provimento nº 03, publicado no DJ-e de 20/06/2011. 5 Portaria GC 189, de 1º/12/2017, publicada no DJ-e de 04/12/2017.

PROVIMENTO judicial aplicado ao processo judicial eletrônico (somente para área judiciária: sem especialidade e na especialidade oficial de justiça avaliador federal): Disponibilizado no DJe de 21/08/2017, Edição n. 156, Fls. 1003-1018. Data de publicação 22/08/2017 e alterações.

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL(exceto para cargos da área judiciária: sem especialidade e Da especialidade oficial de justiça avaliador federal) Constituição: conceito, classificações, princípios fundamentais. Direitos e
garantias fundamentais: direitos e deveres individuais e coletivos, direitos sociais, nacionalidade, cidadania, direitos políticos e partidos políticos. Organização político-administrativa: União, Estados, Distrito Federal, Municípios e Territórios. Administração pública: disposições gerais, servidores públicos. Poder Judiciário. Disposições gerais.
Órgãos do Poder Judiciário: competências. Conselho Nacional de Justiça (CNJ): composição e competência. Funções essenciais à Justiça: Ministério Público, advocacia e defensoria públicas.

NOÇÕES DE DIREITO ADMINISTRATIVO (exceto para cargos da área judiciária: sem especialidade e Da especialidade oficial de justiça avaliador federal) Noções de organização administrativa. Administração direta e indireta, centralizada e descentralizada. Desconcentração. Princípios expressos e implícitos da administração pública. Órgãos públicos. Agentes públicos. Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União (Lei nº 8.112/1990). Processo Administrativo (Lei Federal nº 9.784/1999 e Lei do DF nº 2.834/2001). Poderes administrativos. Ato administrativo. Controle e responsabilização da administração: controle administrativo; controle judicial; controle legislativo; controle dos Tribunais de Contas. Improbidade Administrativa. Responsabilidade civil do Estado. Licitação e Contratos. Leis nºs 8.666/1993, 10.520/2002 e 14.133/2021. Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei nº 13.146/2015)

Assinatura Ilimitada!

Que tal revolucionar a sua forma de estudar? Confira agora a nossa assinatura ILIMITADA e inicie sua aprovação rumo ao edital dos sonhos! São mais de 14 mil vídeo aulas, mais de 13 mil aulas em PDF e mais de 600 cursos para você! Vai querer perder essa oportunidade?

Não posso perder!

concursos publicos
Concurso publico concurso tjdft concursos públicos edital concurso público edital tjdft tjdft

Larissa Lustoza

Graduada em Jornalismo, já foi estagiária na área de Assessoria de Comunicação na Secretaria de Cultura do Distrito Federal, repórter por um ano no projeto de extensão da faculdade e estagiária no jornal online Metrópoles. Além disso, possui habilitação em design gráfico e em Lei de Acesso à Informação.