Concursos Abertos Concursos 2021

Concursos Federais 2021: confira 13 oportunidades para ficar de olho

Larissa Lustoza Larissa Lustoza comentários
29/06/2020, às 17:47 • 3 meses atrás

O ano de 2021 promete algumas seleções interessantes dentro do universo dos concursos públicos. Até o dia 31 de maio, foi possível acompanhar alguns órgãos já se movimentando e enviando os pedidos para realizar novos certames.

E apesar de o projeto de Lei Orçamentária de 2021 ainda não estar pronto, é possível prever alguns concursos públicos para a esfera federal.

No entanto, reforça-se que, nesta matéria, serão abordados os órgãos federais que enviaram os pedidos. Lembrando que a resposta definitiva depende do Ministério da Economia e que nenhuma seleção abaixo são certezas definitivas, já que não há a LOA elaborada. Mas já são concursos para ficar no radar do concurseiro.

Concursos públicos federais 2021

Confira quais concursos federais já temos informações e notícias de que vão enviar pedidos:

  • Concurso PRF: com a última convocação dos aprovados do concurso 2018, a PRF havia confirmado que enviou pedido para mais de 2,6 mil vagas para Policial Rodoviário Federal. Então, o órgão anunciou que enviou novo pedido para Agente Administrativo, totalizando 2.700 vagas. Mais informações aqui.

  • Concurso IBGE: as seleções para temporários ficaram para 2021 devido ao surto do coronavírus. Inscrições serão reabertas e candidatos interessados terão novas oportunidades. Esta é a seleção mais certa para 2021.

  • Concurso Polícia Federal: novos editais podem ser publicados ainda em 2020, mas a realização das provas podem ocorrer somente em 2021. O pedido realizado é de 1.508 vagas, incluindo nível médio. Saiba todos os detalhes aqui.

  • Concurso Receita Federal: o órgão deve manter o mesmo pedido do ano anterior, requerendo 1.453 vagas para Analista-Tributário e 700 de Auditor-Fiscal. Mais informações aqui.

  • Concurso Funai: o órgão confirmou que realizou um novo pedido para 826 vagas de nível médio e nível superior

  • Concurso Ibama: um novo pedido será enviado ao Ministério da Economia. A previsão é de 2 mil vagas, como o pedido anterior.

  • Concurso ANS: a agência vai readequar o pedido anterior para enviá-lo outra vez ao Ministério da Economia.

  • Concurso CVM: foram pedidas 115 vagas, sendo 21 para Inspetor, 25 de Analista e 29 de Agente Executivo.

  • Concurso Bacen: o órgão avalia enviar um novo pedido, uma vez que o anterior foi negado. A requisição anterior requeria 260 vagas

  • Concurso Mapa: o ministério irá reiterar o pedido realizado no ano passado para provimento de 280 vagas

  • Concurso STN: órgão solicitou 120 vagas para Auditor Federal de Finanças, cargo de nível superior.

  • Concurso ANVISA: informações da entidade indicam que o pedido foi protocolado junto ao Ministério da Economia. A previsão é de 89 vagas, para níveis médio e superior.

Prepare-se desde já com os pacotes completos de concursos públicos do Direção Concursos. São cursos completos com conteúdos direcionados e focados no certame do seu interesse. Confira:

concursos federais
Clique na imagem e confira todos os cursos do Direção!

Mas os concursos federais não estão proibidos? Mais raros?

Diferente do que muitos acreditam, concursos federais não estão proibidos ou mais raros. Estas conclusões foram levantadas após a elaboração de algumas leis e instruções normativas.

Sobre o primeiro ponto, é importante falar sobre a Lei Complementar 173/2020. Tal lei é conhecida por ser um plano de socorro a estados, municípios e DF, que passaram por crises no período da pandemia do coronavírus e que precisam de verba para combatar a Covid-19.

Um dos dispositivos presente na lei é a respeito dos concursos públicos. A lei determina que novos concursos públicos só sejam realizados para prover vacâncias de cargos vagos.

Basicamente, é proibido fazer concursos públicos para novos cargos. Porém, órgãos que possuem cargos vagos por diversos motivos – aposentadorias, falecimentos, etc – podem realizar novas seleções.

Ressalta-se que, atualmente, maior parte dos concursos públicos atuais já são realizados para, somente, suprir vacâncias.

O segundo ponto – concursos serão mais raros – é a respeito da Instrução Normativa n° 46, que dispõe novos critérios e procedimentos para autorizar concursos públicos e prover cargos públicos em âmbito do executivo.

Os artigos tratam do processo de análise das solicitações de autorização de concursos públicos. Agora, os pedidos devem ser instruídos pelo Ministério da Economia com os elementos necessários para a tomada de decisão.

Além disso,deverá ser incluída, nessa análise, a estimativa de impacto da despesa a longo prazo, considerando, dentre outros fatores, as progressões e promoções, os eventuais reajustes e a incorporação de gratificações.

Ou seja, a partir de agora o órgão/entidade deverá apresentar qual será o custo total do servidor durante toda a sua vida profissional.  Saiba mais sobre a Instrução Normativa nesta matéria.

Já conhece a Assinatura Ilimitada Digital do Direção Concursos?

O Qconcursos e o Direção Concursos se uniram para disponibilizar uma solução completa de estudos para concursos públicos. É teoria e prática na medida certa e em um único lugar. Pague por mês e não comprometa o limite do seu cartão.

concursos públicos federais 1
Materiais do Direção + questões do QConcursos!

Quer ficar atualizado sobre os concursos públicos acima? Mande uma mensagem para o número de whatsapp abaixo e saiba tudo sobre os concursos federais 2021:

concursos públicos federais 4
concursos executivo concursos federais concursos federais 2021 concursos públicos executivo concursos públicos executivo 2020 concursos públicos federais concursos públicos federais 2021

Larissa Lustoza

Graduada em Jornalismo, já foi estagiária na área de Assessoria de Comunicação na Secretaria de Cultura do Distrito Federal, repórter por um ano no projeto de extensão da faculdade e estagiária no jornal online Metrópoles. Além disso, possui habilitação em design gráfico e em Lei de Acesso à Informação.