Concursos Abertos Concursos 2023

Edital AL RN PUBLICADO para 47 vagas; salário de até R$ 8,3 mil!

Victor Gammaro Victor Gammaro comentários
21/06/2022, às 23:00 • 2 meses atrás

O edital AL RN (Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte) foi publicado no fim do dia 21 de junho de 2022, ofertando 47 vagas para níveis médio e superior.

Confira as principais informações do edital AL RN:

  • Vagas: 47
  • Escolaridade: médio e superior
  • Inscrições: 09h00min do dia 23/06/2022 às 23h59min do dia 25/07/2022
  • Provas: 25/9/2022 (Caicó, Mossoró, Natal e Pau dos Ferros)
  • Banca: Instituto AOCP
  • Validade: 1 ano a contar da homologação, podendo prorrogar uma vez e por igual período
  • Edital completo aqui (a partir da página 14)

Siga nesta matéria e tenha todas as informações sobre o edital AL RN.

CURSOS COMPLETOS PARA O CONCURSO AL RN

Edital AL RN: vagas

O cargo, a área de atuação, o código do cargo, a carga horária semanal, as vagas de ampla concorrência, as vagas para pessoa com deficiência (PcD), as vagas aos negros, a remuneração inicial bruta, o valor da taxa de inscrição e o período de realização das provas do concurso AL RN, são os estabelecidos a seguir:

edital al rn vagas
edital al rn vagas

Inscrições no concurso AL RN

As inscrições para o Concurso Público da Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte serão realizadas somente via internet, neste link. O período para a realização das inscrições será a partir das 09h00min do dia 23/06/2022 às 23h59min do dia 25/07/2022, observado o horário de Brasília-DF, conformo o edital AL RN prevê.

O candidato poderá efetuar inscrição para mais de um cargo do Concurso Público, desde que a prova objetiva seja realizada em períodos distintos para cada cargo.

As informações sobre a isenção de taxa de inscrição e detalhes sobre inscrições de candidatos PCD no concurso AL RN estão previstos no edital.

Etapas e provas do edital AL RN

O Concurso Público constará das seguintes provas e fases:

edital al rn concurso nivel medio etapas provas tecnico legislativo administrativo
edital al rn concurso nivel medio etapas provas tecnico legislativo
edital al rn concurso nivel medio etapas provas analista processo legislativo
edital al rn concurso nivel medio etapas provas analista legislativo todos

A Prova Objetiva do concurso AL RN será composta de 60 (sessenta) questões distribuídas por áreas de conhecimento. Cada questão da Prova Objetiva terá 5 (cinco) alternativas.

O candidato deverá obter 50% (cinquenta por cento) ou mais do total de pontos previstos na Prova Objetiva para não ser eliminado do concurso público, além de não ser eliminado por outros critérios estabelecidos no edital AL RN.

As Provas Objetiva e Discursiva serão aplicadas nas cidades de: Caicó, Mossoró, Natal e Pau dos Ferros. As Provas Objetiva e Discursiva serão aplicadas na data provável de 25 de setembro de 2022.

Prova discursiva concurso AL RN

A Prova Discursiva será realizada juntamente à Prova Objetiva. Veja o número de discursivas que serão corrigidas, de acordo com o edital AL RN:

concurso al rn discursivas nivel medio
concurso al rn discursivas nivel superior
  • Para o cargo de NÍVEL MÉDIO: TÉCNICO LEGISLATIVO – APOIO ADMINISTRATIVO, a Prova Discursiva consistirá em uma Redação dissertativa;
  • Para os cargos de NÍVEL MÉDIO: TÉCNICO LEGISLATIVO – DEMAIS ÁREAS DE ATUAÇÕES, a Prova Discursiva consistirá em Estudo de Caso, referente aos Conhecimentos Específicos; e
  • Para os cargos de NÍVEL SUPERIOR: ANALISTA LEGISLATIVO – TODAS AS ÁREAS DE ATUAÇÕES, a Prova Discursiva consistirá em uma Redação dissertativa.

A Prova Discursiva – Redação é de caráter eliminatório e classificatório. O texto terá o valor máximo de 100 (cem) pontos. O candidato deverá obter 50% (cinquenta por cento) ou mais do total da pontuação prevista. O candidato disporá de 20 (vinte) linhas no mínimo, e 30 (trinta) linhas no máximo para elaborar a versão definitiva.

A Prova Discursiva – Estudo de Caso será composta por 02 (dois) Estudos de Caso que abordem Conhecimentos Específicos, de caráter eliminatório e classificatório. A pontuação máxima será de 100 (cem) pontos, 50 (cinquenta) pontos para cada Estudo de Caso.

O candidato deverá obter 50% (cinquenta por cento) ou mais do total da pontuação prevista. O candidato disporá de, no mínimo, 10 (dez) linhas, e, no máximo, 20 (vinte) linhas para elaborar cada Estudo de Caso.

Edital AL RN: requisitos e atribuições nível médio

TÉCNICO LEGISLATIVO – APOIO ADMINISTRATIVO:

Requisitos: Certificado de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2° grau), expedido por Instituição de Ensino
reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino.

Atribuições:
– executar trabalhos de digitação de textos e de planilhas;
– elaborar minutas de ofícios, certidões, declarações, sinopses e demais documentos;
– redigir atas e efetuar sua correção;
– registrar e organizar os dados necessários à elaboração da folha de pagamento;
– executar atividades de controle de entrada e saída de materiais;
– registrar e atualizar o tombamento do material permanente;
– organizar os processos, anexar documentos e encaminhar para análise e decisão;
– executar atividades de apoio administrativo;
– auxiliar na recepção de autoridades e visitantes;
– registrar os dados relativos ao assentamento funcional dos servidores;
– organizar os dados para a elaboração de boletim de frequência dos servidores;
– organizar e instruir processo de licitação e os cadastros de fornecedores; e
– controlar as proposições legislativas e correspondências.

TÉCNICO LEGISLATIVO – CONTABILIDADE

Certificado de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2° grau), expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino e certificado de curso profissionalizante correlato.

Atribuições:
– organizar, registrar e fornecer dados para a elaboração da proposta orçamentária da Assembleia Legislativa;
– efetuar o registro contábil;
– auxiliar na elaboração dos balancetes e do balanço;
– efetuar a escrituração contábil e acompanhar a execução orçamentária;
– efetuar o registro analítico da receita e da despesa;
– controlar o sistema financeiro, orçamentário e patrimonial;
– informar sobre pagamento a fornecedores;
– zelar pela guarda e manutenção dos equipamentos sob sua responsabilidade; e
– executar atividades de apoio administrativo

TÉCNICO LEGISLATIVO – EDIFICAÇÕES

Requisitos: Certificado de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau), expedido por Instituição de Ensino
reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino e certificado de curso profissionalizante correlato.

Atribuições:
– as estabelecidas pela Resolução nº 089/2017 da ALRN, que dispõe sobre o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos servidores efetivos da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, e pela Resolução nº 058/2019 do Conselho Federal dos Técnicos Industriais – CFT, podendo ser sumariamente descritas como atividades relativas ao desenvolvimento e execução de projetos de edificações conforme normas técnicas de segurança e de acordo com legislação específica;
– orientação e coordenação de serviços de instalações, montagens, operação, reparos ou manutenção de equipamentos, edificações e demais obras da construção civil;
– regularização de obra junto aos Órgãos Municipais, Estaduais e Federais inclusive Corpo de Bombeiros Militar;
– elaboração de especificações técnicas, memorial descritivo, orçamento e cronograma de obras;
– levantamento de edificações para regularização cadastral, predial e/ou conservação, bem como os laudos e pareceres
necessários junto aos Órgãos da Administração Pública Municipal, Estadual ou Federal;
– assistência técnica no estudo e desenvolvimento de projetos e pesquisas tecnológicas ou ambientais na área de
edificações;
– elaboração de manuais de boas práticas de fabricação na construção civil;
– elaboração e execução de quaisquer outros projetos complementares no âmbito da sua competência;
– assistência técnica para aquisição e utilização de produtos e equipamentos, e demais atividades relativas à área de
edificações desenvolvidas pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

TÉCNICO LEGISLATIVO – TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Requisitos: Certificado de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2° grau), expedido por Instituição de Ensino
reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino e certificado de curso profissionalizante correlato.

Atribuições:
– avaliar, montar e configurar microcomputadores;
– prover a manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos e periféricos de informática;
– instalar software nos microcomputadores da Assembleia Legislativa;
– dar suporte técnico e manutenção de cabeamento de redes locais;
– orientar usuários na digitação e alimentação de dados dos processos informatizados, em suas áreas; e
– orientar os usuários acerca da correta utilização dos equipamentos.

TÉCNICO LEGISLATIVO – TECNOLOGIA DE SISTEMA

Requisitos: Certificado de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2° grau), expedido por Instituição de Ensino
reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino e certificado de curso profissionalizante correlato.

Atribuições:
– criar programas que satisfaçam às necessidades definidas;
– prestar manutenção aos programas;
– exercer atividades de supervisão da programação de sistemas;
– definir e/ou participar na elaboração de sistemas de pequeno porte;
– analisar a qualidade e a confiabilidade dos trabalhos desenvolvidos;
– zelar pela guarda e manutenção dos equipamentos sob sua responsabilidade; e
– executar atividades de apoio administrativo

Concurso AL RN: requisitos Analista Legislativo

PROCESSO LEGISLATIVO – Requisitos: Diploma ou Certificado (acompanhado do histórico escolar) de Curso Superior em qualquer área, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino.

ADMINISTRAÇÃO – Requisitos: Diploma ou Certificado (acompanhado do histórico escolar) de Graduação em Administração, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino.

ARQUITETURA – Requisitos: Diploma ou Certificado (acompanhado do histórico escolar) de Graduação em Arquitetura, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino.

CONTABILIDADE – Diploma ou Certificado (acompanhado do histórico escolar) de Graduação em Contabilidade, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino.

ENGENHARIA CIVIL – Diploma ou Certificado (acompanhado do histórico escolar) de Graduação em Engenharia Civil, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino.

ENGENHARIA ELÉTRICA – Diploma ou Certificado (acompanhado do histórico escolar) de Graduação em Engenharia Elétrica, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino.

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – ANÁLISE DE SISTEMAS – Diploma ou Certificado (acompanhado do histórico escolar) de Curso Superior na área de Tecnologia da Informação ou de qualquer outro Curso Superior com Pós-Graduação na área de Tecnologia da Informação, reconhecidos Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino.

MEDICINA – Diploma ou Certificado (acompanhado do histórico escolar) de Graduação em Medicina, reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou por Sistema Estadual de Ensino.

O conteúdo programático completo pode ser conferido, na íntegra, no edital do concurso AL RN.

Resumo edital AL RN

Estude com o material que é uma máquina de aprovações:

SUPER SEMANA ILIMITADA!

A primeira colocada no concurso TCU rasgou elogios ao material do Direção Concursos. Além dela, a 01 da PCDF e o 01 da PRF também contaram com o melhor material do mundo dos concursos.

É hora de elevar o nível dos seus estudos e estudar com o melhor material disponível no mercado. É hora de dar um passo rumo à aprovação.

Estamos com uma promoção imperdível na Super Semana Ilimitada. Quem não clicar vai se arrepender.

NÃO QUERO ME ARREPENDER

Fique por dentro de todas as novidades do mundo dos concursos acompanhando nosso canal Direção News, no Youtube.

edital al rn

Victor Gammaro

Jornalista formado pelo Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Trabalhou durante dois anos em agência de comunicação, além de experiência de três anos na redação do Correio Braziliense, como repórter da editoria de esportes. Entre outros eventos de relevância, cobriu as Olimpíadas do Rio de Janeiro, Copa do Mundo da Rússia e as Eleições Federais, em 2018. Coordenador de Jornalismo e Operações no Direção Concursos.