Concursos Abertos Concursos 2021

Senado Federal exonera mais de 150 comissionados

Victor Gammaro Victor Gammaro comentários
26/03/2019, às 16:32 • 2 anos atrás

O senador Davi Alcolumbre, presidente do Senado Federal, exonerou 151 servidores em cargos comissionados. A decisão foi publicada no Boletim Administrativo do Senado Federal, em 26 de março de 2019.

A maior parte das indicações para os cargos comissionados foram feitas pelo MDB e por parlamentares não reeleitos para novo mandato. Segundo o jornal Estado de São Paulo, os chefes só tomaram ciência dos desligamentos na véspera. Alguns setores foram praticamente extintos.

A relação de servidores desligados estão neste link.

Entre os servidores exonerados, um nome chama a atenção. Trata-se de Elisangela Machado dos Santos de Freitas, que disputou uma vaga na Câmara dos Deputados como Elisa Robson (PRP-DF). Ela ocupava um cargo de Auxiliar Parlamentar do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro.

Jornalista, Elisangela é a dona do perfil República de Curitiba, página de redes sociais que não esconde apoio ao governo de Jair Bolsonaro. Recentemente, o perfil criticou abertamente o presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

Governo federal extingue 21 mil cargos comissionados

Porque essa medida é importante e boa para os(as) concurseiros(as)?

Uma das promessas de campanha mais batidas durante o debate eleitoral de 2018 era a de privilegiar, nos quatro anos de governo, a meritocracia. Sendo assim, nada mais meritocrático que prover cargos públicos através de concursos.

Confira neste link os concursos previstos para 2019.

Desse modo, diretamente não é possível afirmar que o decreto por si só garantirá novos concursos. Mas o fato é que a máquina pública não para!

Assim, a economia de gastos com cargos comissionados, que muitas vezes só servem para trocas de favores políticos, poderá dar um fôlego ao orçamento público federal e, num futuro próximo, esses cargos poderão voltar a serem criados para provimento através das seleções públicas.

Assim, economia de gastos com cargos comissionados, que muitas vezes só servem para trocas de favores políticos, poderão dar um fôlego ao orçamento público federal e, num futuro próximo, esses cargos voltem a ser criados para provimento através das seleções públicas.

Para receber todas as notícias sobre concursos públicos, salve o nosso número e envie uma mensagem com sua(s) área(s) preferida(s) de estudo.

Whatsapp


cargos comissionados cargos comissionados senado concurso senado concurso senado federal concursos federais suspensos concursos jair bolsonaro extincao cargos comissionados senado exonera comissionados

Victor Gammaro

Jornalista formado pelo Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Trabalhou durante dois anos em agência de comunicação, além de experiência de três anos na redação do Correio Braziliense, como repórter da editoria de esportes. Entre outros eventos de relevância, cobriu as Olimpíadas do Rio de Janeiro, Copa do Mundo da Rússia e as Eleições Federais, em 2018. É coordenador de conteúdo no Blog do Direção Concursos, onde é, também, responsável pela apresentação e produção do webjornal semanal. Também é coordenador de operações do Direção Concursos.