Logo Direção Concursos
Pesquisa
Banner artigos

Concurso CGDF – Receita Pública

icons
icons
icons
icons
icons
Imagem do autor do artigo

Carolina Couto11/08/2022

11/08/2022

Fala Concurseiro! Hoje vamos tratar de AFO para o concurso da CGDF. No artigo de hoje vamos falar de Receita Pública.

Para início de conversa, vamos conceituar a receita pública:

A receita, em sentido amplo, é todo o ingresso de recursos nos cofres do Estado. No entanto, não é todo ingresso de recursos nos cofres do governo que pertence a ele. Há os ingressos extraorçamentários.

Receitas Orçamentárias e Extraorçamentárias

Os ingressos extraorçamentários são receitas onde o Estado é um mero depositário, por exemplo, a caução é classificado como um ingresso extraorçamentário. Logo, o Estado possui o recurso, mas não o dispõe. Nesse caso, não estão previstos na LOA.

o ingresso orçamentário, também conhecido como receita orçamentária, é a receita pública em sentido estrito. Aqui o Estado dispõe do recurso. A receita orçamentária estará prevista na LOA.

É importante que o candidato saiba que uma receita orçamentária pode ou não estar prevista na LOA. É o caso de uma doação, por exemplo.

Veja como isso já foi cobrada em provas anteriores:

IADES – 2016 – PC-DF – Perito Criminal – Ciências Contabéis

Classificam-se como receitas extraorçamentárias as (os)

A) receitas arrecadadas no exercício, que não estavam previstas no orçamento.

B) entradas compensatórias no ativo e no passivo financeiros.

C) restos a pagar pagos no exercício financeiro.

D) recursos captados mediante empréstimos, ainda que previstos em lei.

E) receitas decorrentes da amortização de empréstimos.

O gabarito da questão é a letra B. Lembre que os ingressos (receitas) extraorçamentários não pertencem ao ente. Ele é mero depositário. Logo, entradas compensatórias no ativo e no passivo financeiro e cauções podem ser consideradas receitas extraorçamentárias.

Receita Pública – Etapas

A receita orçamentária, até chegar aos cofres públicos, percorre uma série de etapas. São elas:

1) Previsão;

2) Lançamento;

3) Arrecadação e

4) Recolhimento.

Importante salientar que nem todas as receitas percorrem todos os estágios acima. Lembre-se da doação, é impossível prever uma doação a ser recebida na lei orçamentária.

Nesse sentido, já podemos perceber que a previsão não é uma etapa obrigatória da receita.

O lançamento é o ato da repartição competente, que verifica a procedência do crédito fiscal e a pessoa que lhe é devedora e inscreve o débito desta.

A arrecadação corresponde à entrega dos recursos devidos ao Tesouro pelos contribuintes ou devedores, por meio dos agentes arrecadadores ou instituições financeiras autorizadas pelo ente. Para fins orçamentários, a arrecadação é a etapa na qual ocorre a execução da receita. Lembre-se do art. 35 da lei 4.320/64:

Art. 35. Pertencem ao exercício financeiro:

I – as receitas nele arrecadadas;

II – as despesas nele legalmente empenhadas.

Já o recolhimento é a transferência dos valores arrecadados à conta específica do Tesouro, responsável pela administração e controle da arrecadação e programação financeira, observando-se o princípio da unidade de tesouraria ou de caixa.

Guarde esses conceitos das etapas das receitas, eles costumam ser cobrados em provas.

Veja como isso já caiu em provas anteriores:

CESPE / CEBRASPE – 2021 – PG-DF – Técnico Jurídico – Apoio Administrativo

A respeito da receita pública, julgue o item a seguir.

A doação em espécie recebida por um ente público passa pelas seguintes etapas da receita: lançamento, arrecadação e recolhimento.

O item está ERRADO. Conforme vimos, as doações são consideradas receitas orçamentárias que não passam por todas as etapas da receita. As doações são apenas arrecadas e recolhidas.

Veja o que o art. 52 da lei 4.320/64 diz a respeito do lançamento:

Art. 52 são objeto de lançamento os impostos diretos e quaisquer outras rendas com vencimento determinado em lei, regulamento ou contrato.

Por hoje vamos ficando por aqui! Fique ligado aqui no Direção para os próximos artigos!

Bons estudos e até a próxima!

Estude para qualquer concurso!

Uma condição especial nas nossas assinaturas está disponível para você que quer aproveitar o melhor momento na história dos Concursos Públicos.

Fizemos valores acessíveis para todos os bolsos!!!

Aqui está um pouco do que te espera:

  • Sistema de Questões: Acelere o seu progresso e tenha um treino focado nas suas reais necessidades.
  • Professores Experientes: Não é só sobre ensinar, é sobre mostrar o caminho da aprovação. Nossos professores concursados já viveram tudo que você está vivendo e vão te guiar.
  • Aulas em vídeo e PDF para mais de 220 concursos (inclusive o Concurso Nacional Unificado) e muito mais!

Não deixe para depois, muitos editais com salários generosos previstos serão publicados a qualquer momento. 

Quanto antes você garantir os melhores recursos para conquistar a aprovação, melhor!

Carolina Couto

Carolina Couto

Aprovada em primeiro lugar no concurso da PCDF. Também foi aprovada nos concursos da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal. Atualmente, é agente da PF e professora do Direção Concursos.

Tenha acesso completo a todo o conteúdo do Direção Concursos

Acesse todas as aulas e cursos do site em um único lugar.

Cursos Preparatórios para Concursos Públicos em destaque

1 | 11

Receba nossas novidades!

Fique por dentro dos novos editais e de todas as principais notícias do mundo dos concursos.

Utilizamos cookies para proporcionar aos nossos usuários a melhor experiência no nosso site. Você pode entender melhor sobre a utilização de cookies pelo Direção Concursos e como desativá-los em saiba mais.