Logo Direção Concursos
Pesquisa
Banner artigos

Concurso CGE-SC – Despesa Pública

icons
icons
icons
icons
icons
Imagem do autor do artigo

Carolina Couto25/07/2022

25/07/2022

Fala Concurseiro! No artigo de hoje vamos falar um pouco de AFO para o concurso da CGE-SC. Hoje vamos fazer uma introdução à a Despesa Pública.

Da mesma forma que ocorre com a receita, as despesas poderão ser orçamentárias ou extraorçamentárias.

Segundo o MCASP:

“Despesa orçamentária é toda transação que depende de autorização legislativa, na forma de consignação de dotação orçamentária, para ser efetivada. Exemplos: despesa com pessoal, investimentos, juros da dívida pública, entre outras.”

Dispêndio extraorçamentário é aquele que não consta na lei orçamentária anual, compreendendo determinadas saídas de numerários decorrentes de depósitos, pagamentos de restos a pagar, resgate de operações de crédito por antecipação de receita e recursos transitórios.

Exemplos: devolução de valores de terceiros (cauções, depósitos judiciais, fianças etc), recolhimento de consignações/retenções, pagamento das operações de crédito feitas por Antecipação de Receita Orçamentária (AROs), pagamentos de Salário-Família, Salário-Maternidade e Auxílio-Natalidade, Pagamento de restos a pagar (os quais serão definidos ainda nesta aula).”

Essa diferenciação é relevante uma vez que as despesas são tópicos muito cobrados em provas de concursos. Atente-se aos exemplos do MCASP pois eles costumam ser cobrados em provas. Vamos ver como esse tema já caiu em provas:

UEM – UEM – 2017

 Assinale a alternativa que apresenta um exemplo de despesa extraorçamentária que deve ser paga pela entidade pública à margem da lei orçamentária.

a) Restituição de caução em dinheiro.

b) Contratação por tempo determinado.

c) Auxílio financeiro a pesquisadores.

d) Juros sobre a dívida por contrato.

e) Aquisição de produtos para revenda.

Percebeu como o conhecimento dos exemplos do MCASP pode ser relevante na hora de gabaritar a questão?

O nosso gabarito é a LETRA A. Segundo o MCASP, a restituição de caução é uma despesa extraorçamentária.

Despesa Pública – Classificações Importantes

Não vamos hoje esgotar o tópico de classificações, no entanto, irei colocar aqui alguns conceitos relevantes para que leve para a sua prova e acerte mais questões.

Quanto ao impacto no patrimônio líquido

Aqui, as despesas poderão ser classificadas como:

a) Efetiva: é aquela que, no momento da sua realização, reduz a situação líquida patrimonial da entidade. Constitui fato contábil modificativo diminutivo.

b) Não-efetiva: é aquela que, no momento de sua realização, não altera a situação líquida patrimonial da entidade financeiro. Constitui fato contábil permutativo.

Receitas Primárias e Receitas Financeiras

a) Despesas financeiras: são aquelas despesas que se relacionam com dívida. Exemplos: despesas com juros e amortização da dívida pública, com aquisição de títulos de capital integralizado etc.

b) Despesas primárias: são aquelas que não se relacionam com dívida ou desmobilização. Exemplos: pessoal e encargos sociais, de custeio etc.

Outras classificações importantes da Despesa Pública

Essas classificações são muito relevantes para fins de prova e de entendimento do conteúdo de forma global, recomendo que o concurseiro recorra aos nossos materiais para entendimento completo e aprofundado do tema e, com isso, garantir todas as questões de prova.

Vou aqui apenas citá-las para que o concurseiro saiba, na hora de estudar, quais são as classificações da despesa importantes para a sua prova.

De acordo com o MCASP, a despesa orçamentária poderá ser classificada:

a) Por Natureza: A classificação por natureza é obrigatória para todos os entes. É composta por Categoria econômica, Grupo de Natureza de Despesa, Modalidade de Aplicação e Elemento de Despesa.

b) Institucional: É a classificação que responde “quem” é o responsável pelo dispêndio. Está estruturada em dois níveis hierárquicos: órgão orçamentário e unidade orçamentária.

c) Funcional: É a classificação que responde “em que área” será aplicado o recurso. É composta de um rol de funções e subfunções prefixadas e obedece a regra da matricialidade.

d) Estrutura programática: É a classificação que está estruturada em programas, ações e subtítulos

Por hoje vamos ficando por aqui. Em artigos futuros, vamos tratar com detalhes de cada classificação. Por hoje vamos nos ater apenas aos aspectos introdutórios do tema.

Até breve e bons estudos!

Estude para qualquer concurso!

Uma condição especial nas nossas assinaturas está disponível para você que quer aproveitar o melhor momento na história dos Concursos Públicos.

Fizemos valores acessíveis para todos os bolsos!!!

Aqui está um pouco do que te espera:

  • Sistema de Questões: Acelere o seu progresso e tenha um treino focado nas suas reais necessidades.
  • Professores Experientes: Não é só sobre ensinar, é sobre mostrar o caminho da aprovação. Nossos professores concursados já viveram tudo que você está vivendo e vão te guiar.
  • Aulas em vídeo e PDF para mais de 220 concursos (inclusive o Concurso Nacional Unificado) e muito mais!

Não deixe para depois, muitos editais com salários generosos previstos serão publicados a qualquer momento. 

Quanto antes você garantir os melhores recursos para conquistar a aprovação, melhor!

Carolina Couto

Carolina Couto

Aprovada em primeiro lugar no concurso da PCDF. Também foi aprovada nos concursos da Polícia Federal e da Polícia Rodoviária Federal. Atualmente, é agente da PF e professora do Direção Concursos.

Tenha acesso completo a todo o conteúdo do Direção Concursos

Acesse todas as aulas e cursos do site em um único lugar.

Cursos Preparatórios para Concursos Públicos em destaque

1 | 11

Artigos Relacionados

Receba nossas novidades!

Fique por dentro dos novos editais e de todas as principais notícias do mundo dos concursos.

Utilizamos cookies para proporcionar aos nossos usuários a melhor experiência no nosso site. Você pode entender melhor sobre a utilização de cookies pelo Direção Concursos e como desativá-los em saiba mais.