Logo Direção Concursos
Pesquisa
Banner artigos

Putin reconhece regiões separatistas da Ucrânia: entenda toda a situação

icons
icons
icons
icons
icons
Imagem do autor do artigo

Danuzio Neto21/02/2022

21/02/2022

Olá, pessoal! Aqui é o professor Danuzio Neto e, neste artigo, vamos entender o mais recente desenvolvimento das regiões separatistas da Ucrânia, as quais o presidente russo Vladimir Putin reconheceu a independência nesta segunda-fera (21/2).

Neste artigo, vamos passar pelos principais tópicos que podem levantar dúvidas, como:

  • Quais são as regiões separatistas
  • O polêmico pronunciamento de Putin
  • A entrada das tropas militares russas
  • Como os outros países reagiram

Cursos de Atualidades, Geografia e História para concursos públicos

Quais são as regiões separatistas

As regiões separatistas que Putin reconheceu como independentes foram de Donetsk e Luhansk. Ambas fazem parte de uma grande região na Ucrânia denominada Donbass, em que a maioria da população é russa. Importante apontar que desde 2014, as duas regiões buscam a independência em um conflito que já registrou mais de 15 mil mortos.

O polêmico pronunciamento de Putin

O reconhecimento da independência das regiões foi acompanhado por um polêmico pronunciamento do presidente da Rússia.

Na mensagem, Vladimir Putin foi duro nas palavras e declarou que a Ucrânia faz parte da esfera cultura da Rússia e que é uma invenção da União Soviética.

Além disso, declarou que a Ucrânia não foi capaz de formar um estado sólido desde o fim da URSS e vive às bases de países estrangeiros, em especial os Estados Unidos.

Também apontou críticas à Otan. Segundo Putin, foi acordado de que, desde a dissolução da União Soviética, a Otan pararia de se expandir – o que não ocorreu. E, caso a Ucrânia faça parte da OTAN, o país serviria de base de ataques contra Rússia.

A entrada de tropas militares russas

Junto com o reconhecimento da independência dos países, o presidente russo anunciou a realização de uma missão de paz nas regiões separatistas, após acordos de cooperação e assistência mútua.

Com isso, Putin autorizou o envio de tropas russas para “garantir a segurança” dos países.

Os tratados de amizade e assistência mútua com o LPR e o DPR foram submetidos à Duma do Estado e encaminhados às comissões competentes.

Os acordos da Rússia com as “LPR e DPR” dão o direito de usar infraestrutura militar e bases militares no território um do outro e implicam proteção conjunta das fronteiras do Donbass.

Imagens desta noite de segunda-feira (21/2) já mostram as tropas militares russas entrando na região.

Como os outros países reagiram

Naturalmente, os países aliados à Rússia declararam apoio à independência das duas regiões, enquanto o restante mais ligado ao Ocidente se mostrou contrário. Até o momento, o que se sabe sobre a posição de alguns países e organizações internacionais é:

  • Síria: fez o reconhecimento das duas repúblicas.
  • Iêmen: o movimento Ansar Allah (Houthis) apoiou o reconhecimento da soberania das Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk, disse sua liderança.
  • França: Macron condenou a decisão da Rússia de reconhecer a independência das repúblicas “LPR e DPR”. Ele também pediu sanções europeias contra a Rússia por causa desses reconhecimentos.
  • OTAN: o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, condenou o reconhecimento russo do LPR e do DPR.
  • Sérvia: Vučić disse que a Sérvia enfrentou pressão política após a decisão de Putin de reconhecer a DPR e a LPR – mas que 85% dos sérvios ficarão do lado da Rússia, não importa o que aconteça.
  • Letônia: Letônia apela à UE para impor imediatamente sanções contra a Rússia.
  • União Europeia: a União Europeia vai responder com sanções ao reconhecimento pela Rússia do DPR e do LPR, disseram os chefes da Comissão Europeia e do Conselho Europeu. A UE afirmou que nunca concordará com a decisão da Rússia de reconhecer a independência do DPR e do LPR e que tomará imediatamente contramedidas.

Espero que, neste artigo, tenham entendido melhor sobre o que está acontecendo. Este é só o primeiro capítulo deste conflito. Confira abaixo uma live que também explico mais sobre o tema:

Grandes abraços, pessoal!

Professor Danuzio Neto

Telegram:https://t.me/profdanuzioneto

Instagram: https://instagram.com/danuzioneto

Estude para qualquer concurso!

Uma condição especial nas nossas assinaturas está disponível para você que quer aproveitar o melhor momento na história dos Concursos Públicos.

Fizemos valores acessíveis para todos os bolsos!!!

Aqui está um pouco do que te espera:

  • Sistema de Questões: Acelere o seu progresso e tenha um treino focado nas suas reais necessidades.
  • Professores Experientes: Não é só sobre ensinar, é sobre mostrar o caminho da aprovação. Nossos professores concursados já viveram tudo que você está vivendo e vão te guiar.
  • Aulas em vídeo e PDF para mais de 220 concursos (inclusive o Concurso Nacional Unificado) e muito mais!

Não deixe para depois, muitos editais com salários generosos previstos serão publicados a qualquer momento. 

Quanto antes você garantir os melhores recursos para conquistar a aprovação, melhor!

concursos publicos

atualidadesputinucrania
Danuzio Neto

Danuzio Neto

Professor de Geopolítica, Atualidades, Ética, Geografia e História para concursos. É Auditor Fiscal da Secretaria da Fazenda de São Paulo, tendo exercido também os cargos de Técnico Judiciário do TRT da 16ª Região e Escriturário do Banco do Brasil. É formado em Letras pela Universidade Estadual do Maranhão.

Tenha acesso completo a todo o conteúdo do Direção Concursos

Acesse todas as aulas e cursos do site em um único lugar.

Cursos Preparatórios para Concursos Públicos em destaque

1 | 11

Receba nossas novidades!

Fique por dentro dos novos editais e de todas as principais notícias do mundo dos concursos.

Utilizamos cookies para proporcionar aos nossos usuários a melhor experiência no nosso site. Você pode entender melhor sobre a utilização de cookies pelo Direção Concursos e como desativá-los em saiba mais.