Logo Direção Concursos
Pesquisa

Concurso Coren SE: Cebraspe confirmado; edital de nível médio próximo

Concurso Coren SE: Cebraspe confirmado; edital de nível médio próximo

Um dia após a alteração da comissão responsável pelo concurso Coren SE, a entidade divulga o nome da banca organizadora. É mais um certame sob a gestão do Cebraspe (Cespe).

Confira

concurso coren se dou

Comissão alterada!

O Diário Oficial da União, na manhã do dia 7 de outubro, tornou pública a alteração da comissão responsável pelo próximo concurso Coren SE (Conselho Regional de Enfermagem de Sergipe).

Assim, a entidade fica mais perto da publicação de um novo edital, que deverá vir contemplando vagas nos cargos de técnico administrativo (nível médio) e enfermeiro fiscal (nível superior).

todos os cursos
Clique na imagem e confira todos os cursos do Direção!

Concurso Coren SE: como foi o último edital?

Em 2010, ou seja, há 10 anos, a banca Amiga Pública divulgou o então edital do concurso Coren SE, que veio ofertando 25 vagas (e cadastro de reservas) em diversos cargos na instituição, sendo eles:

  • a) Técnico Administrativo (17)
  • b) Técnico em contabilidade (2)
  • c) Técnico em Suporte (2)
  • d) Advogado ( 1)
  • e) Enfermeiro fiscal (3)

À época, foram pagos até R$ 3 mil de salário inicial, a depender do cargo ofertado. Confira na imagem a seguir.

Concurso Coren SE

Concurso Coren SE: etapas e disciplinas

As etapas foram realizadas na capital de Sergipe, Aracaju, e contou com uma prova objetiva (todos os cargos)e uma prova discursiva (para o cargo de advogado).

Foram 40 questões divididas entre aquelas de conhecimentos básicos e específicos. Veja a seguir.

  • Cargos de nível médio/técnico
Concurso Coren SE
  • Cargo de advogado
Concurso Coren SE
  • Cargo de enfermeiro fiscal
Concurso Coren SE

Concurso Coren SE: atribuições dos cargos

Segundo disposto no edital anterior do concurso Coren SE, as atribuições dos cargos de técnico administrativo e enfermeiro fiscal estão listadas abaixo. Confira.

Técnico administrativo

  • Executar serviços de apoio nas diversas áreas administrativas e assessorias;
  • Organizar e controlar correspondências, memorandos, ofícios, circulares, processos e demais documentos relativos a sua área, visando a otimização do atendimento das necessidades de sua chefia imediata e das demais áreas;
  • Assistir a chefia imediata em assuntos de natureza administrativa e/ou técnica, executando, controlando e acompanhando o desenvolvimento das tarefas em sua área;
  • Identificar necessidades de material, conferência no recebimento, armazenamento e conservação dos mesmos, mantendo atualizados os registros de estoque, assegurando o suprimento de materiais em sua área;
  • Otimizar o uso dos recursos disponíveis;
  • Fornecer apoio administrativo às equipes, participando, sob orientação, dos processos de execução dos serviços e atividades de sua área;
  • Organizar e zelar pelos diversos bens de sua unidade de trabalho, disponibilizados para a execução das tarefas;
  • Prestar atendimento ao público das mais variadas maneiras, tais como: atendimento telefônico, presencial, via e-mail, entre outros;
  • Redigir correspondências, memorandos, ofícios, relatórios e outros trabalhos administrativos;
  • Organizar o arquivo de documentos recebidos e emitidos da área;
  • Elaborar tabelas, gráficos e programação visual gráfica e editoração de textos e imagens, sob supervisão;
  • Pautar matérias, redigir artigos e assuntos referentes à divulgação, sob supervisão;
  • Registrar fotograficamente os eventos promovidos pelo Conselho e quando da participação de conselheiros, quando solicitado. Enviar e receber malotes;
  • Protocolar e arquivar e distribuir correspondências;
  • Verificar, montar, organizar e registrar processos, verificando os documentos necessários para sua composição, numerando-os, visando controle e coerência;
  • Requisitar serviços de manutenção de móveis, equipamentos,
    máquinas e instalações;
  • Oferecer suporte a processos licitatórios com base nas diretrizes superiores, para aquisição de materiais, equipamentos e serviços;
  • Providenciar junto a agências de viagens a emissão e reserva de passagens, assim como reserva em hotéis;
  • Estimar preço junto a fornecedores, montando tabelas comparativas e relatórios de apoio à decisão;
  • Exercer, sob supervisão, atividades impressão, gravação de fotolitos; realizar acabamentos diversos nos impressos do COFEN.

Enfermeiro fiscal

  • Executar, nos locais de trabalho, as ações fiscalizatórias do exercício da Enfermagem;
  • Realizar visitas de fiscalização na jurisdição do COREN-SE, de acordo com o planejamento elaborado e/ou não-programado, quando necessário;
  • Elaborar relatório ao término de cada visita fiscalizatória, com descrição das atividades realizadas;
  • Prestar orientações aos profissionais de Enfermagem e aos dirigentes dos serviços de saúde a respeito do COREN-SE, suas finalidades e suas atividades, no sentido de melhorar e aprimorar o atendimento de enfermagem à comunidade, divulgando Leis, Decisões, o Código de Ética e Resoluções;
  • Orientar os profissionais de Enfermagem quanto à importância da inscrição no COREN-SE e da compulsoriedade da anuidade;
  • Participar das reuniões do COREN-SE quando convocado;
  • Realizar palestras e reuniões de esclarecimentos na área de jurisdição do COREN-SE, sempre que necessário;
  • Participar de comissões, quando solicitado;
  • Receber denúncias e colher informações necessárias no sentido de avaliar a sua procedência e encaminhá-las à Chefia da Unidade;
  • Orientar o encaminhamento de denúncias;
  • notificar e lavrar autos de infração de ilegalidades e irregularidades;
  • Orientar quanto à obrigatoriedade da Certidão de Responsabilidade Técnica, fornecendo requerimento próprio e demais documentos necessários;
  • Arquivar os documentos resultantes da fiscalização na pasta da instituição (de forma organizada);
  • Prestar orientação aos Atendentes de Enfermagem e assemelhados, informando-os quanto à obrigatoriedade da autorização de trabalho para esta categoria, fornecida pelo COREN-SE;
  • Participar de programas de divulgação do sistema COFEN/Conselhos Regionais, do COREN-SE e do sistema de fiscalização;
  • Realizar ato fiscalizatório em instituições de ensino de nível médio ou superior de Enfermagem, tendo em vista a legislação de Enfermagem e as normas pertinentes à educação, em consonância com as Secretarias de Educação, MEC ou órgão equivalente;
  • Prestar informações ao Plenário e à Diretoria do COREN-SE, sempre que solicitado;
  • Orientar os profissionais de Enfermagem e os dirigentes das instituições de saúde a corrigirem espontaneamente irregularidades, porventura constatadas e, se necessário, lavrar notificação e retornar para verificar se foram corrigidas;
  • Realizar visitas fiscalizatórias não-programadas, que lhe sejam determinadas pelo Chefe da Unidade de Fiscalização e/ou Diretoria;
  • Executar outras atividades correlatas, bem como aquelas que, por sua natureza, estejam inseridas no âmbito de suas atribuições.

Qual área escolher?

Um passo essencial para estudar para concursos públicos é escolher sua área. Confira abaixo as dicas do professor Erick Alves para fazer uma escolha acertada:

Assinatura ilimitada

Com a Assinatura Ilimitada, você terá acesso a vários pacotes completos de cursos para concursos públicos de diversos órgãos e esferas.

Não só isso, mas você utilizará da nossa ferramenta inédita e exclusiva: o PDF 2.0. Todos os problemas que um concurseiro pode imaginar, o PDF 2.0 resolve. Ainda há a opção de pagamento recorrente!

Então, clique abaixo e confira:

assinatura ilimitada concursos públicos

Resumo concurso Coren SE

notícias direção concursos
 Concursos Públicosconcurso conselho de classe profissionalconcurso Coren SEconselho de classe profissionalCoren SEcebraspeconcurso Coren SEconcurso federalconcursos federaisCoren SE
Maurício Miranda Sá

Maurício Miranda Sá

Jornalista no Direção Concursos e Servidor Público Federal lotado no TSE (Tribunal Federal Eleitoral), estudou Jornalismo, Rádio e TV na UFRN, Publicidade na UNP, Gerenciamento de Projetos pela ESPM e atuou como assessor de comunicação em diversos órgãos e instituições, como o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contras as Secas), Sindifern (Sindicato dos Auditores Fiscais do RN) e, por cinco anos, foi responsável pela divisão de comunicação da empresa Temos Casa e Art Design, produtos que desenvolveu, produziu e dirigiu no Rio Grande do Norte, sendo um complexo de comunicação com programa de TV, programete de Rádio, revista e portal na internet.

Tenha acesso completo a todo o conteúdo do Direção Concursos

Acesse todas as aulas e cursos do site em um único lugar.

Utilizamos cookies para proporcionar aos nossos usuários a melhor experiência no nosso site. Você pode entender melhor sobre a utilização de cookies pelo Direção Concursos e como desativá-los em saiba mais.