Logo Direção Concursos
Pesquisa

Concurso CRF MA: comissão formada; novo edital pode ser publicado

Concurso CRF MA: comissão formada; novo edital pode ser publicado

Após longo período de suspensão, um novo concurso CRF MA (Conselho Regional de Farmácia do Maranhão) foi retomado e pode ter edital em breve. Isso porque a comissão responsável pelos estudos de uma nova seleção foi formada.

Confira uma linha do tempo desse certame: o concurso CRF MA foi autorizado em outubro de 2019. Em novembro do mesmo ano, a banca Sousândrade foi contratada. Pouco tempo depois, em dezembro, o edital foi publicado. No ano seguinte, em fevereiro de 2020, a seleção foi suspensa.

crf ma

O documento previu 40 vagas nos cargos de analista (administrativo, recursos humanos e tecnologia), consultor de licitações, farmacêutico (consultor e fiscal). Os salários variavam entre os valores de R$ 2,5 mil e R$ 5,2 mil).

Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre essa carreira? O Direção Concursos preparou um grupo no telegram com as principais notícias voltadas para a área bancária e administrativa. Clique aqui e participe!

todos os cursos
Clique na imagem e confira todos os cursos do Direção!

Concurso CRF MA: panorama

No edital do concurso CRF MA suspenso, a previsão era de que os candidatos passassem por até duas etapas (provas objetivas e de títulos). As disciplinas que seriam exigidas eram as seguintes:

  • Português;
  • Informática;
  • Conhecimentos Específicos (a depender do cargo).

os candidatos seriam avaliados através de 40 questões de múltipla escolha (com cinco alternativas), com valoração total de 120 pontos. A prova objetiva teria 4h de duração. Veja, a seguir, quais seriam as cobranças na parte de conhecimentos específicos por cargo.

Conhecimentos específicos

  • Analista Administrativo – Funções administrativas: planejamento, organização, liderança, execução e controle. Teorias da Administração. Visão das principais áreas funcionais de uma organização: marketing, finanças, recursos humanos e produção. Negociação. Processo decisório. Estrutura e processos organizacionais. Planejamento Estratégico. Gestão de Projetos. Tecnologia e inovação. Processos relacionados à Gestão de Pessoas: recrutamento e seleção, desenho, descrição e análise de cargos. Avaliação de desempenho. Treinamento e desenvolvimento. Gestão de conflitos. Qualidade de vida no trabalho. Sistemas de informação em recursos humanos. Administração de recursos materiais e patrimoniais: padronização, normalização, classificação e inspeção de materiais. Compras: especificações, seleção de fornecedores e análise de valor. Gestão de estoques. Logística. Administração de sistemas de informação: tipos e usos de informação, tratamento das informações, conceitos e propriedades dos sistemas de informação, tipos de sistemas de informação, custos e benefícios de um sistema de informações. Administração Pública: princípios da Administração Pública, administração direta, administração indireta, concessão e permissão de serviços públicos. Lei de Responsabilidade Fiscal. Contratos administrativos. Ato administrativo: conceito, requisitos, atributos, classificação, espécies, invalidação, anulação e revogação. Orçamento Público: princípios orçamentários, receita pública, despesa pública. Licitação: conceito, princípios, modalidades; dispensa e inexigibilidade; procedimento, anulação e revogação. Controle na Administração Pública.
  • Analista Administrativo – Contábil – Estrutura conceitual da Contabilidade: objetivos e características qualitativas da informação contábil; postulados, princípios e convenções contábeis. Normas Brasileiras de Contabilidade. Ativo: reconhecimento e mensuração. Passivo: reconhecimento e mensuração. Despesas, Receitas, Perdas e Ganhos: reconhecimento e mensuração. Configuração dos diferentes estados patrimoniais. Função e funcionamento das contas. Método das partidas dobradas. Escrituração contábil. Livros obrigatórios e auxiliares. Estudo do Capital Social: formação, aumento e outros eventos; formação e contabilização de reservas. Ajustes de avaliação patrimonial. Operações envolvendo ingressos e dispêndios de disponibilidades. Estoques e seus métodos de apuração. Desconto de duplicatas, aplicações financeiras, apropriação de encargos e de receitas e despesas financeiras. Constituição e Contabilização de Provisões. Custos: terminologia contábil. Classificação. Custeio direto e custeio por absorção. Custos fixos e variáveis. Custos na avaliação de estoques. Alocação de custos com departamentalização. Sistemas de custeio por processo e por ordem. Custeio baseado em atividades (ABC). Análise das demonstrações contábeis: composição e estrutura das demonstrações contábeis; objetivos e critérios da análise das demonstrações contábeis; análise horizontal e vertical; análise por indicadores (liquidez, endividamento e rentabilidade); alavancagem operacional e financeira e taxas de retorno; análise do capital de giro; ciclo operacional; elaboração e análise de fluxos de caixa. Métodos para reconhecimento e mensuração de participações societárias. Conceitos e principais tributos diretos e indiretos. Incidência dos tributos diretos e indiretos na formação do preço de venda dos bens e na apuração dos resultados. Normas gerais aplicáveis aos tributos. Contabilidade Pública: Legislação básica (Lei n° 4.320/1964); Normas Brasileiras de Contabilidade Aplicadas ao Setor Público; registro de atos e fatos nos subsistemas contábeis orçamentário, patrimonial, de custos, de compensação; Princípios de Contabilidade sob a Perspectiva do Setor Público; composição do Patrimônio Público e as variações patrimoniais quantitativas e qualitativas; Balanço Orçamentário; Balanço Financeiro; Balanço Patrimonial; Demonstração das Variações Patrimoniais; Demonstração dos Fluxos de Caixa; Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido; Notas Explicativas; Avaliação e Mensuração de Ativos e Passivos em Entidades do Setor Público. Orçamento Público: Princípios Orçamentários; orçamento na Constituição Brasileira; receitas e despesas públicas; classificação orçamentária das despesas e receitas conforme o Manual Técnico Orçamentário.
  • Analista Administrativo – Recursos Humanos – Organizar e atualizar os dados de funcionários; Atendimento aos funcionários; Controle das chamadas dos candidatos de Processos Seletivos Públicos; Procedimentos para admissões e desligamentos de pessoal; Contrato de Trabalho: registro do empregado, documentos admissionais, anotações na CTPS, recolhimento de documentos, controles e registros obrigatórios, alterações no contrato, bem como a interrupção e a suspensão do mesmo; Controlar e gerar relatórios de cartão‐ ponto de todos os funcionários e estagiários, repassando a situação dos mesmos aos superiores; Gerenciar o planejamento de férias, atualizando o cronograma das mesmas; Orientar, encaminhar e monitorar os funcionários que se encontram em auxílio doença, acidente de trabalho e licença maternidade; Controle e atualização do PCS e benefícios; Controle do PPRA, LTCAT, PPP e PCMSO; Controle disciplinar dos funcionários referentes às advertências (verbais e escritas), suspensões, bem como as devidas anotações; Manter atualizados os controles de cobrança de convênios e impostos; Apoiar o setor financeiro nas questões referentes à folha de pagamento e encargos. Rotinas de folha de pagamento: preparação e manutenção; Cadastros de tabelas, funcionários, horários e diversos parâmetros; Cálculos de: folha de pagamento, 13º salário 1ª e 2ª parcela, férias, rescisão; Relatórios necessários para folha de pagamento, controles e documentos emitidos pela folha; Encargos Sociais: INSS, FGTS, imposto de renda, contribuição sindical e assistencial, CAGED; Confecção de relatórios anuais: RAIS, DIRF, informe de rendimentos; Realizar atividades relacionadas ao E-Social; Fechamento mensal da folha de pagamento e encargos sociais; Gerar e enviar arquivo de pagamento dos funcionários; Manutenção, controle e distribuição dos benefícios; Controle dos pagamentos dos estagiários junto à agência de estágio; Executar outras tarefas semelhantes em complexidade e natureza às anteriormente descritas, por necessidades de trabalho e/ou por solicitação superior; Deverá ter disponibilidade para viagens.
  • Analista de Tecnologia – Componentes e arquiteturas de sistemas computacionais: hardware e software. Representação de dados e sistemas numéricos. Processamento paralelo e distribuído. Fundamentos de sistemas operacionais. (concurso crf ma) Gerenciamento de processos, memórias e sistemas de entrada e saída. Sistemas Windows XP e superiores. Sistemas baseado no kernel do Linux. Virtualização. Algoritmos e pseudocódigos; Programação Estruturada e Orientada a Objetos; Operadores e Estruturas de controle de fluxo; Tipos de dados primitivos e estruturados; Procedimentos e Funções; Estrutura de dados: listas, pilhas, filas, árvores, arquivos e registros; Métodos de ordenação, pesquisa e hashing; Conceitos de orientação a objetos: classes, objetos, métodos, mensagens, sobrecarga, herança, polimorfismo, interfaces e pacotes, tratamento de exceção; Tradução, análise léxica, sintática, semântica, montagem, compilação, ligação e interpretação e interoperabilidade entre sistemas; Desenvolvimento Web: Conceitos básicos e aplicações. HTML, CSS, JavaScript, JQuery, Ajax, JSON, XML, REST, SOAP, UDDI, WSDL. Linguagens C, Java, PHP e Python. Arquiteturas: cliente-servidor, MVC, Web Services e microsserviços; Desenvolvimento para dispositivos móveis nas Plataformas iOS e Android: Conceitos, IDEs, Android SDK, iOS SDK; Aplicativo nativo, híbrido e para web; PlayStore e Apple Store; Banco de dados: Fundamentos, Modelo Relacional: Conceitos, Relações, Domínios, Atributos, Tuplas, Restrições e seus tipos, Integridade, Integridade Referencial e Chaves Primárias e Estrangeiras; SQL: Padrão SQL ISO/IEC 9075:2008. Implementações Oracle Database Server, Postgree SQL Server e MySQL Server. Linguagens de definição (DDL), manipulação (DML) de dados em SGBDs relacionais. Conceito de transação. Objetos de Bancos de Dados: tabelas, triggers, índices, views, constraints, sequences, procedures, packages, functions, synonyms, types e Jobs. Engenharia de Software: Conceitos Básicos. Ciclo de vida do Software. Padrões de Projetos. Análise e Projeto orientado a objetos com UML: diagramas, notações, metodologia para utilização e ferramentas. Metodologias ágeis: Scrum e XP. Testes de Software: TDD, refatoração, tipos e estratégias de testes. Versionamento de software: Subversion e Git. Desenvolvimento ágil: Gerenciamento de dependências: Maven. Deploy automatizado e Integração Contínua: Conceitos e aplicações: Jenkins. Redes de computadores: Fundamentos, meios físicos de transmissão; elementos de interconexão de redes de computadores (gateways, switches e roteadores); estações e servidores; redes LAN, WAN e Wireless; arquitetura, protocolos e serviços de redes de comunicação; arquitetura TCP/IP; conceitos de Internet e Intranet. Segurança da informação: políticas, técnicas e ferramentas. Criptografia, Certificação Digital: Noções sobre certificação digital e sua utilização; ICP-Brasil. Malwares: tipos, segurança e prevenções. Invasão e outras ameaças. Gestão de mudanças, Vulnerabilidade, risco e ameaça. Política de segurança da informação. Backup, RAID, SAN, NAS, Fibre Channel, FCP, CIFS e NFS. Ética profissional.
  • Consultor de Licitações e Contratos – Comissões de licitação: forma de designação, composição, duração, atribuições e responsabilidades. Pregoeiro e equipe de apoio. Condução de pregão na forma eletrônica e na forma presencial. Bens e serviços comuns e serviços comuns de engenharia que podem ser realizados por pregão. Fases do processo licitatório; pesquisa de mercado e pesquisa de preços; termo de referência, projeto básico e projeto executivo. Procedimentos da Comissão/Pregoeiro e equipe nas Licitações. Necessidade da existência de recursos orçamentários e financeiros. Modalidades de licitação e fracionamento de despesas. Definição do objeto: direcionamento lícito e ilícito; cuidados na definição do objeto. Dispensas e inexigibilidades: situações possíveis; formalização do processo. Elaboração de atos convocatórios; editais e convites. Recursos, prazos e procedimentos. Processo de habilitação dos licitantes. Sistema de Cadastramento de Fornecedores – SICAF. Sistema de Registro de Preços – SRP; Ata de Registro de Preços; órgão gerenciador e órgão participante. Pregão Presencial e Eletrônico: responsabilidades do pregoeiro; procedimentos da sessão pública presencial e eletrônica; pedidos de esclarecimentos e prazos de interposição de recursos. Alterações inseridas nas contratações pela Lei Complementar nº 123/2006. (concurso crf ma) Fiscalização e gestão de contratos administrativos: noções básicas sobre contratos administrativos, cláusulas obrigatórias; garantia contratual; alterações contratuais (termos aditivos e apostilamentos); acréscimos e supressões alterações quantitativas e qualitativas ; recebimentos do objeto e pagamentos em contratos; acompanhamento, controle, fiscalização e gestão da execução contratual; aditivos contratuais e seus limites; direitos e obrigações do contratado; excludentes de responsabilidade do contratado; ocorrências contratuais (faltas, falhas e irregularidades) e seus tratamentos. Sanções, suas modalidades e aplicação. Declaração de inidoneidade e abrangência da suspensão do direito de licitar. Lei n° 8.666/1993 (e alterações posteriores), que institui normas para licitações e contratos da Administração Pública. Lei n° 11.707/2005 (e alterações posteriores), que dispõe sobre normas gerais de contratação de consórcios públicos. Noções de convênios, contratos de repasse e noções da Lei n° 9.790/1999 (e alterações posteriores), que institui e disciplina o Termo de Parceria. Lei n 10.520/2002, que institui a modalidade de licitação denominada pregão, para aquisição de bens e serviços comuns. Decreto n° 7.892/2013, que regulamenta o Sistema de Registro de Preços. Decreto n° 10.024/2019, que regulamenta a licitação, na modalidade pregão, na forma eletrônica, para a aquisição de bens e a contratação de serviços comuns, incluídos os serviços comuns de engenharia, e dispõe sobre o uso da dispensa eletrônica. Jurisprudências, decisões e acórdãos do Tribunal de Contas da União.
  • Contador – Elaboração de Planejamento Orçamentário – Proposta Orçamentária; Acompanhamento mensal do orçamento; Análise e elaboração de reformulações orçamentárias ou transposições; Elaboração e análise mensal do balancete; Controlar a situação orçamentária, financeira e patrimonial; Elaboração junto a outros setores de prestação de contas anual ao CFF e TCU;Alimentar e manter atualizado o Portal Transparência; Emissão de empenhos, pré‐ empenhos, liquidação e pagamentos; Lançamentos de receitas e despesas em sistema específico; Elaboração de prestação de contas mensal; Controle de impostos; Envio de Declaração Mensal de ISSQN e DCTF à Receita Federal; Elaboração anual da DIRF; Elaboração e envio de informações ao E-Social; (concurso crf ma) Envio de declarações aos órgãos competentes; Confecção de pareceres e esclarecimentos para a diretoria; Conciliação bancária; Conferência de balanços; Realização de cálculos de atualizaçãode valores para processos judiciais; Contabilizar as operações financeiras em sistema específico; Registrar as operações bancárias em sistema específico; Analisar documentos referentes à restituição de valores de pagamento indevido. Analisar os cálculos aplicados ao pagamento de sucumbências relativas aos honorários advocatícios; Realizar fechamento movimentação de cobrança e contabilizar as receitas recebidas; Promover a conferência e controle dos suprimentos de fundos; Fechamento de Balanços; Acompanhamento e controle da Dívida Ativa; Acompanhar a gestão dos recursos públicos; Exercer demais atividades reconhecidas como do profissional de Ciências Contábeis.
  • Farmacêutico Consultor – Central de Abastecimento Farmacêutico: organização de almoxarifados, avaliação da área física e condições adequadas de armazenamento. Controle de estoques de medicamentos e material (concurso crf ma) de consumo. Padronização dos itens de consumo; sistema de compra; sistema de dispensação de medicamentos e materiais de consumo; sistema de distribuição de medicamentos. Comissão de Farmácia e Terapêutica. Farmácia hospitalar: estrutura, conceito, objetivos, manipulação de fórmulas oficiais e magistrais, controle de qualidade, métodos de esterilização; Misturas intravenosas, nutrição parenteral. Controle de qualidade dos produtos farmacêuticos – métodos físicos, químicos, físico-químicos, biológicos e microbiológicos. Farmacoepidemiologia. Farmacologia clínica e terapêutica; vias de administração, absorção, metabolismo, biotransformação e eliminação. Farmacodependência e Farmacovigilância. Serviços/centros de informação de medicamentos. Participação do Farmacêutico dentro da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar. Legislação Farmacêutica: Portarias MS 3.916, de 30/10/1998; 2.616, de 12/05/1998; 344, 12/05/1998; Lei 6.360, de 23/09/1976; Código de Ética Farmacêutica (Resolução CFF 596, de 21/02/2014); Resoluções do CFF 579, 26/07/2013; 300, de 30/01/1997; 308, de 02/05/1997. Organização dos serviços de saúde no Brasil. Organização e princípios do SUS, Constituição Federal artigos 196 a 200. Pesquisa e desenvolvimento de produtos farmacêuticos.
  • Farmacêutico Fiscal – Leis Federais: nº 3.820/1960; nº 5.991/1973; nº 6.360/1976; nº 6.480/77; nº 6.839/1980; nº 8.078/1990 e alterações (artigos 6º, 31, 37 e 39); nº 9.120/1995; nº 9.294/1996 e alterações; nº 9.677/1998; nº 9.695/1998; nº 9.787/1999 e alterações; nº 10.357/2001; nº 10.406/2002; Código Civil (artigos 927 a 951); nº 11.343/2006 e alterações (Título IV, Capítulos I e II); nº 11.903/2009 e alterações; nº 13.021/2014; Lei nº 9.965/2000, Lei nº 13.043/2014 e Lei nº 13.410/2016. Decreto-Lei: nº 2.848/1940 Código Penal e alterações (artigos 273 a 280 e 282 a 285). Decretos Federais: nº 20.377/1931; nº 20.931/1932; nº 74.170/1974 e alterações; nº 85.878/1981; nº 3.181/1999; nº 8.077/2013. 3 Medida Provisória: nº 2.190-34/2001, artigo 11. Portarias do Ministério da Saúde: nº 344/1998 e alterações; nº 802/1998 e alterações; nº 06/1999 e alterações; nº 4.283/2010. Portaria Conjunta SVS/MS nº 01/2013. 6 Resoluções e Instruções Normativas da Anvisa: RDC nº 220/2004; RDC nº 50/2002 e alterações; RDC nº 53/2007; RDC nº 199/2006 e alterações; RDC nº 44/2009 e alterações; IN nº 09/2009; RDC nº 17/2013 (Concessão e Alteração – AFE e AE); RDC nº 17/2012; RDC nº 96/2008 e alterações; RDC nº 320/2002; RDC nº 17/2010 e alterações; RDC nº 306/2004; RDC nº 302/2005 e alterações; RDC nº 80/2006; RDC nº 204/2006 e alterações; RDC nº 16/2007 e alterações; RDC nº 17/2007 e alterações; RDC nº 25/2007; RDC nº 58/2007 e alterações; RDC nº 67/2007 e alterações; RDC nº 52/2009 e alterações; RDC nº 20/2011 e alterações; RDC nº 10/2011; RDC nº 11/2011; RDC nº 47/2013; RDC nº 48/2013; RDC nº 07/2015; RDC nº 157/2017; RDC nº 16/2014 (Capítulos III, IV e V); RDC nº 22/2014; RDC nº 50/2014 e alterações; RDC nº 58/2014; RDC nº 98/2016; IN nº 11/2016; RDC nº 63/2009; RDC nº 220/2004; RDC nº 16/2013; RDC nº 185/2001 e alterações; RDC nº 11/2012; RDC nº 39/2013 e alterações, RDC nº 275/2019, RDC nº 300/2019, RDC nº 304/2019, RDC nº 319/2019. Noções sobre o Sistema Único de Saúde – SUS (Lei nº 8.080/1990 e alterações). Resoluções do Conselho Federal de Farmácia: nº 288/1996 e alteração pela nº 565/2012; nº 292/1996; nº 296/1996; nº 349/2000; nº 354/2000; nº 357/2001 e alterações pela 416/2004 e 597/2014; nº 361/2000; nº 365/2001 e alteração pela nº 515/2009; nº 387/2002 e alteração pela 584/2013; nº 406/2003; nº 415/2004; nº 433/2005; nº 486/2008; nº 437/2005; nº 442/2006, nº 448/2006; nº 463/2007; nº 467/2007; nº 470/2008; nº 477/2008; nº 481/2008; nº 492/2008 e alteração pela nº 568/2012; nº 499/2008 e alteração pela nº 505/2009 e nº 602/2014; nº 500/2009; nº 504/2009; nº 509/2009; nº 516/2009; nº 520/2009; nº 530/2010; nº 538/2010; nº 539/2010; nº 542/2011 e alterações pela nº 545/2011 e nº 571/2013; nº 549/2011; nº 555/2011; nº 566/2012; nº 570/2013; nº 576/2013; nº 578/2013; nº 579/2013 nº585/2013; nº 586/2013; nº 596/2014; nº612/2015; nº 616/2015 e alteração pela nº 645/2017; nº 617/2015; nº 618/2015 nº 619/2015; nº 623/2016 e alterações pela no 641/2017; nº 624/2016 e alterações pela no 666/2018; nº 625/2016; nº 626/2016; nº 635/2016; nº 648/2017, nº 654/2018 nº 656/2018, nº 658/2019, nº 661/2018, nº 672/2019 nº 673/2018. Atualidades na área de saúde (políticas de saúde, política de medicamentos, assistência e atenção farmacêutica e farmacovigilância. Conteúdo de Análises Clinicas).

Um emprego para A VIDA TODA! 💼

Muita gente sequer cogita a possibilidade de realizar um concurso público.

A oportunidade de conquistas a estabilidade e um bom salário é uma ideia distante da maioria dos brasileiros.Mas você sabe que o concurso público é uma forma justa e acessível de conquistar um emprego para sempre.

O que falta para você tomar a decisão que vai mudar de vez a sua vida?

Pare de agir como a maioria. Clique no banner abaixo e garanta sua vaga no evento do dia 10 de março, onde uma grande revelação vai te dar um empurrão rumo ao seu futuro dos sonhos.

Resumo concurso CRF MA

notícias concurso crf ma

Fique por dentro de todas as novidades de concurso público por meio do canal do Direção News, no youtube. Acesse aqui!

 Concursos PúblicosConcurso CRF MAConcursos PúblicosCRF MAConcurso CRF MAconcurso federalconcursos federaisCRF MA
Maurício Miranda Sá

Maurício Miranda Sá

Jornalista no Direção Concursos e Servidor Público Federal lotado no TSE (Tribunal Federal Eleitoral), estudou Jornalismo, Rádio e TV na UFRN, Publicidade na UNP, Gerenciamento de Projetos pela ESPM e atuou como assessor de comunicação em diversos órgãos e instituições, como o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contras as Secas), Sindifern (Sindicato dos Auditores Fiscais do RN) e, por cinco anos, foi responsável pela divisão de comunicação da empresa Temos Casa e Art Design, produtos que desenvolveu, produziu e dirigiu no Rio Grande do Norte, sendo um complexo de comunicação com programa de TV, programete de Rádio, revista e portal na internet.

Tenha acesso completo a todo o conteúdo do Direção Concursos

Acesse todas as aulas e cursos do site em um único lugar.

Utilizamos cookies para proporcionar aos nossos usuários a melhor experiência no nosso site. Você pode entender melhor sobre a utilização de cookies pelo Direção Concursos e como desativá-los em saiba mais.