Logo Direção Concursos
Pesquisa

Concursos Policiais: José Hott apoia queda do decreto 9.739 na PRF, PF e Depen

Concursos Policiais: José Hott apoia queda do decreto 9.739 na PRF, PF e Depen

Autoridade que ficou bastante conhecida durante o trâmite do concurso público da PRF, o José Hott apoia a queda do decreto 9.739, que, na prática, elimina uma série de candidatos excedentes dos concursos policiais realizados em 2021.

Atualmente, o José Hott se encontra Subchefia de Análise e Acompanhamento de Políticas Governamentais da Casa Civil.

Nas redes sociais, ao ser perguntado o que achava da derrubada do decreto, José Hott respondeu com uso da hashtag: #têmmeuapoio (sic).

As comissões de aprovados têm, desde o final das provas, lutado pela que a aplicação deste decreto ocorra somente após a academia de polícia.

De acordo com o decreto, durante o período de validade do concurso público, o Ministro de Estado da Economia poderá autorizar, por meio de motivação expressa, a nomeação de candidatos aprovados e não convocados, que ultrapassem em até vinte e cinco por cento o quantitativo original de vagas.

Ou seja, na prática, as convocações estariam limitadas a somente 25% do total dos excedentes dos concursos policiais da PF, PRF e Depen, eliminando candidatos aptos, mas fora do quantitativo.

Apesar disso, o presidente afirmou que chamaria mais aprovados dos concursos policiais. Em novembro, a comissão de aprovados de um dos editais conversou com o presidente Jair Bolsonaro sobre a possibilidade de convocação de 3 mil aprovados no certame.

Durante a conversa, o presidente ligou para o ministro da Justiça, Anderson Torres, que informou sobre a possibilidade do governo convocar mais 1.500 aprovados além das vagas, dependendo de aprovação do Ministério da Economia para isso.

Não houve, no entanto, novas atualizações sobre o alegado uso indevido do Decreto 9739/19, que impede que mais candidatos sejam convocados.

Vale a pena ressaltar que a LOA de 2022 prevê a convocação de excedentes no nos concursos da PF, PRF e Depen.

Resumo concursos policiais

PF

  • Situação: concurso realizado
  • Banca: Cebraspe
  • Cargos: Agente, Escrivão, Papiloscopista e Delegado
  • Escolaridade: nível superior (Delegado exige Direito)
  • Inscrições: de 22/1/2021 a 9/2/2021
  • Taxas: de R$ 180 a R$ 250 (dependendo do cargo)
  • Vagas: 1,5 mil vagas + 500 excedentes em 2022
  • Salários iniciais: de R$ 12 mil até R$ 23 mil
  • Link do edital (a partir da página 126)
  • Curso completo neste link
  • Assinatura Ilimitada

PRF

  • Banca: Cebraspe
  • Vagas: 1.500 (+ 500 excedentes em 2022)
  • Cargos: Policial Rodoviário Federal
  • Escolaridade: nível superior
  • Salários: iniciais de R$ 9.899,88
  • Inscrições: 25 de janeiro até 12 de fevereiro
  • Taxa de inscrição: R$ 180
  • Data da prova: 9 de maio
  • Link do edital

Depen

Fevereiro vai ser MELHOR que janeiro!

Se janeiro foi bom para o mundo dos concursos, não se engane: fevereiro pode ser AINDA MELHOR.

Muita gente acha que o ano só começar depois do carnaval.

Spoiler: o nome deles não vai sair no Diário Oficial como aprovado em 2024.

Você que quer estar entre os primeiros e ser aprovado ainda neste ano, só tem uma DIREÇÃO a seguir. Clique na imagem abaixo e mude seu destino:

Larissa Lustoza

Larissa Lustoza

Graduada em Jornalismo, já foi estagiária na área de Assessoria de Comunicação na Secretaria de Cultura do Distrito Federal, repórter por um ano no projeto de extensão da faculdade e estagiária no jornal online Metrópoles. Além disso, possui habilitação em design gráfico e em Lei de Acesso à Informação.

Tenha acesso completo a todo o conteúdo do Direção Concursos

Acesse todas as aulas e cursos do site em um único lugar.

Utilizamos cookies para proporcionar aos nossos usuários a melhor experiência no nosso site. Você pode entender melhor sobre a utilização de cookies pelo Direção Concursos e como desativá-los em saiba mais.