Logo Direção Concursos
Pesquisa

Concursos Públicos: promulgada lei de cotas sociais no DF

Concursos Públicos: promulgada lei de cotas sociais no DF

O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal promulgou a Lei nº 6.741, que reserva aos comprovadamente hipossuficientes (baixa renda) 10% das vagas oferecidas nos concursos públicos do DF.

A referida lei, de autoria do deputado distrital Cláudio Abrantes, dispõe sobre reserva de cotas sociais nas vagas disponibilizadas na administração direta e indireta (autarquias, fundações públicas, empresas públicas e sociedades de economia mista). Confira abaixo:

cotas em concursos públicos

O então Projeto de Lei nº 653/2019 foi aprovado na Câmara Legislativa do DF em dezembro do ano passado (2019) e aguardava a sanção do governador Ibaneis Rocha.

Com a sua recusa e nos termos do parágrafo 6° do artigo 74 da Lei Orgânica do Distrito Federal, o órgão legislativo manteve sua decisão na criação desse novo diploma jurídico.

todos os cursos
Clique na imagem e confira todos os cursos do Direção!

Concursos Públicos: panorama

De acordo com a lei, a reserva dos 10% das vagas somente será aplicada quando o número total da oferta for igual ou superior a 10 vagas, sendo considerado hipossuficiente (ou seja, baixa renda), a pessoa que corresponder, cumulativamente, a alguns critérios:

  • Renda familiar mensal per capita de valor de até 1 salário-mínimo e 1/2
  • Ter cursado o ensino médio completo em rede pública ou em instituições privadas em condições de bolsista integra

Assim, o candidato concorrerá, simultaneamente, às vagas de ampla concorrência e às cotas sociais. Porém, no caso de ser aprovado dentro das vagas de ampla concorrência, as das cotas não serão contabilizadas.

Outro ponto interessante prega que se não houver número de candidatos baixa renda aprovados para as vagas reservadas, essas serão revertidas à ampla concorrência.

Validade

Vale o registro de que a lei já está em vigor e tem vigência pelo prazo de 10 anos. No entanto, os concursos públicos com editais já publicados no DF estão isentos de sua aplicação, segundo diz o seu último artigo. Veja:

  • “Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação e tem vigência pelo prazo de 10 anos, não se aplicando aos concursos cujos editais já tenham sido publicados antes de sua entrada em vigor”.

Portanto, concursos públicos com edital publicado, como PCDF (Polícia Civil), PGDF (Procuradoria-Geral), TCDF (Tribunal de Contas), DPDF (Defensoria Pública) e Adasa não terão essa reserva de vagas.

Além desses citados, confira outros órgãos e entidades que trarão oportunidades de vagas nos próximos meses no Distrito Federal (PMDF, PPGGDF e SEDF). Resumo dessas seleções no final desta matéria.

Estude para concursos públicos com o PDF 2.0

Você já sabe o que o PDF 2.0 que todo mundo está comentando? O professor Ronaldo Fonseca preparou um vídeo com todas as explicações sobre essa ferramenta que vai fazer toda a diferença na sua preparação:

Esteja entre os PRIMEIROS em Fevereiro

O ano começa antes do carnaval, e você pode ser um dos primeiros a começar a estudar antes de todo mundo!

Spoiler: o nome deles não vai sair no Diário Oficial como aprovado em 2024.

Você que quer estar entre os primeiros e ser aprovado ainda neste ano, só tem uma DIREÇÃO a seguir. Clique na imagem abaixo e mude seu destino:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é OFERTA_FEVEREIRO_Mobile_600x780px.jpg

Resumo concurso PMDF

Resumo concurso SEDF

Resumo concurso PPGG DF

  • Instituição: PPGG DF
  • Banca: Cespe
  • Ano: 2020
  • Vagas: 250 + 500 CR
  • Escolaridade: nível superior
notícias cotas

Fique por dentro de todas as novidades de concurso público por meio do canal do Direção News, no youtube. Acesse aqui!

 Concursos PúblicosConcursos Públicoscotas em concurso públicoscotas sociaisSISTEMA DE COTASconcurso distrito federalConcurso publicoconcursos distrito federalconcursos no distrito federalconcursos públicosconcursos públicos cotasconcursos públicos distrito federalcotascotas concursos publicoscotas em concursos públicos
Maurício Miranda Sá

Maurício Miranda Sá

Jornalista no Direção Concursos e Servidor Público Federal lotado no TSE (Tribunal Federal Eleitoral), estudou Jornalismo, Rádio e TV na UFRN, Publicidade na UNP, Gerenciamento de Projetos pela ESPM e atuou como assessor de comunicação em diversos órgãos e instituições, como o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contras as Secas), Sindifern (Sindicato dos Auditores Fiscais do RN) e, por cinco anos, foi responsável pela divisão de comunicação da empresa Temos Casa e Art Design, produtos que desenvolveu, produziu e dirigiu no Rio Grande do Norte, sendo um complexo de comunicação com programa de TV, programete de Rádio, revista e portal na internet.

Tenha acesso completo a todo o conteúdo do Direção Concursos

Acesse todas as aulas e cursos do site em um único lugar.

Utilizamos cookies para proporcionar aos nossos usuários a melhor experiência no nosso site. Você pode entender melhor sobre a utilização de cookies pelo Direção Concursos e como desativá-los em saiba mais.