Logo Direção Concursos
Pesquisa

Reforma Administrativa: economistas defendem gastos com servidores

Reforma Administrativa: economistas defendem gastos com servidores

Em reunião promovida pela Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público, economistas defenderam que os gastos com servidores públicos são essenciais e criticaram modelo proposta pela Reforma Administrativa.

O coordenador da reunião foi o deputado Professor Israel (PV-DF) que contestou os números dos estudos que se mostram a favor da reforma administrativa.

Usando como exemplo o estudo do Instituto Millenium, o deputado apontou que as pesquisas compararam gastos do pagamento da folha salarial e os gastos com educação e saúde, “desconsiderando que o principal elemento de um hospital é o médico, é o enfermeiro”.

Já o professor de Economia da Unicamp Márcio Pochamnn acredita que o modelo da Reforma Administrativa não parece ter um objetivo de longo prazo.

Além disso, afirmou que a reforma segue um modelo de contratação da República Velha, antes de 1930.

“No meu modo de ver, é um equívoco imaginarmos que esse receituário vai oferecer qualquer perspectiva de melhora. Pelo contrário, ao que parece é que nós estamos tendo como futuro a volta ao passado”, declarou o professor.

O professor de Economia da UFMG Frederico Jayme Jr. afirmou que os gastos públicos podem ser promotor de crescimento econômico. Além disso, ressaltou que o servidor estável tem um papel importante.

“A gente está vendo que está ocorrendo um desmonte do Ibama e da fiscalização ambiental. Mas não fossem os fiscais ambientais para se contrapor a esse desmonte, a situação seria muito pior“, afirmou.

As principais notícias do mundo dos concursos públicos em um lugar. Conheça o canal Direção News e se inscreva: clique aqui e confira!

Em entrevista, deputado criticou modelo proposta de Reforma Administrativa

Em setembro deste ano, o Direção Concursos entrevistou o deputado Professor Israel, criticou o modelo proposto do governo de uma Reforma Administrativa e defendeu a estabilidade dos servidores públicos.

Além disso, o deputado afirmou que instalar outros modelos de regime de trabalho daria mais “vulnerabilidade” aos contratos de trabalho. Assim, o vínculo entre servidores e o Estado se tornariam menos concretos.

O professor declarou que é a estabilidade que faz o serviço público ser prestado de forma correta, sem que o servidor precise “puxar o saco” do chefe, com medo de ser demitido.

No entanto, o deputado concorda que é preciso uma mudança no serviço público. Ele acredita que serviços auxiliares e secundários podem ser terceirizados.

“Não dá para terceirizar saúde, educação, segurança pública, pesquisas e dados. Isso é precioso. É propriedade do país. Agora, eu posso colocar atendentes e vigilantes terceirizados. Posso contratar, de maneira mais simples, os serviços de limpeza, de jardinagem e de cozinha”, afirmou.

Confira a entrevista completa abaixo:

Concursos públicos aguardados

Enquanto a Reforma Administrativa continua o trâmite na Câmara dos Deputados, diversos concursos públicos estão previstos para 2021.

A grande parte são de órgãos incluídos nas Carreiras Típicas de Estado, cuja estabilidade não deve ser afetada. Confira algumas seleções:

CONCURSO SENADO FEDERAL

A comissão para organização do concurso Senado foi destituída. Processo já estava em escolha de banca e a vencedora teria sido a Cebraspe. Motivos seriam devido à pandemia. A previsão de seleção consta no projeto de Lei Orçamentária de 2021, então se pode esperar que o certame ocorra no próximo ano. Saiba mais sobre o concurso Senado aqui.

CONCURSO MPU

Um novo concurso MPU permanece como plano da gestão atual, mas o foco é no combate ao coronavírus. Previsão de arrecadação por inscrições em concurso público consta no projeto de Lei Orçamentária de 2021. Além disso, 97 provimentos estão autorizados.

reforma administrativa 1
Confira os cursos do Direção para este concurso

CONCURSO POLÍCIA FEDERAL

Há um novo concurso Polícia Federal previsto, com falas do presidente afirmando que autorização saíra em breve. São previstas 2 mil vagas.

Comece a se preparar hoje para o concurso Polícia Federal. Conheça os pacotes do Direção Concursos:

concursos públicos e reforma administrativa
Confira os cursos do Direção para este concurso

CONCURSO POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL

Há um concurso PRF previsto para ocorrer com edital lançado ainda este ano, se os desejos da instituição forem seguidos. Previsão é de 2,6 mil vagas para policiais. Projeto básico deve ser enviado para as empresas organizadoras de concursos públicos para escolha de banca.

Esteja entre os PRIMEIROS em Fevereiro

O ano começa antes do carnaval, e você pode ser um dos primeiros a começar a estudar antes de todo mundo!

Spoiler: o nome deles não vai sair no Diário Oficial como aprovado em 2024.

Você que quer estar entre os primeiros e ser aprovado ainda neste ano, só tem uma DIREÇÃO a seguir. Clique na imagem abaixo e mude seu destino:

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é OFERTA_FEVEREIRO_Mobile_600x780px.jpg

reforma administrativanova reforma administrativapec reforma administrativareforma administrativa 2020reforma administrativa atuais servidoresreforma administrativa concursosreforma administrativa o que mudareforma administrativa servidoresreforma administrativa texto
Larissa Lustoza

Larissa Lustoza

Graduada em Jornalismo, já foi estagiária na área de Assessoria de Comunicação na Secretaria de Cultura do Distrito Federal, repórter por um ano no projeto de extensão da faculdade e estagiária no jornal online Metrópoles. Além disso, possui habilitação em design gráfico e em Lei de Acesso à Informação.

Tenha acesso completo a todo o conteúdo do Direção Concursos

Acesse todas as aulas e cursos do site em um único lugar.

Utilizamos cookies para proporcionar aos nossos usuários a melhor experiência no nosso site. Você pode entender melhor sobre a utilização de cookies pelo Direção Concursos e como desativá-los em saiba mais.