Logo Direção Concursos
Pesquisa

Concurso Público: 32 órgãos federais têm mais vagas que servidores, mostra jornal

Concurso Público: 32 órgãos federais têm mais vagas que servidores, mostra jornal

O Jornal Metrópoles, em reportagem publicada na manhã deste dia 31/5, apresentou levantamento apontando para uma alta defasagem na administração pública federal. 32 órgãos e entidades têm mais cargos vagos que servidores aprovados em concurso público.

Segundo a matéria, o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) é o que tem a situação mais crítica. Em números absolutos, a entidade tem cerca de 20,3 mil funcionários na ativa contra 22,1 mil cargos vagos.

As informações são do próprio Ministério da Economia, que traz as vagas de servidores efetivos referentes ao mês de abril deste ano (2021).

Vale registrar que nos números que serão reproduzidos nesta matéria, não estão incluídas as vagas da Abin (Agência Brasileira de Inteligência) e do Banco do Brasil. Esse último, inclusive, tem concurso público previsto para este ano.

CURSOS PARA CONCURSOS públicos

Concurso Público: veja o panorama das vagas não ocupadas no serviço público federal

Abaixo, você confere a informação que trouxe o Metrópoles por órgão da esfera federal, com suas vagas disponíveis (aprovadas), vagas distribuídas e atualmente ocupadas. Veja:

Registra, a reportagem citada, que o levantamento acerca do quantitativo de cargos vagos refere-se às vagas aprovadas por lei. Outro critério, porém, também pode ser utilizado para verificar o quantitativo de cargos vagos.

Trata-se das vagas autorizadas a serem providas, ou seja, quando o setor de gestão de pessoas do órgão ou entidade dá o aval para o seu preenchimento. Se esse segundo fosse o critério utilizado, esse número de órgãos cairia pela metade (ou seja, 16).

Problemas

Segundo o professor do departamento de Administração da Universidade de Brasília (UNB), Francisco Antônio Coelho Júnior, que foi ouvido pelo jornal Metrópoles, os dados mostram que é necessário promover um dimensionamento da força de trabalho.

  • “Esse dimensionamento considera a proporção entre o número de servidores efetivos perante a quantidade de trabalho que precisa ser feita”, afirmou.
  • “O que temos observado é que, com a ausência de concurso público para determinadas áreas, esse dimensionamento acaba sendo prejudicado, porque pessoas estão se aposentando e não está havendo a renovação”, continuou.
  • “Enquanto falta em alguns, tem outros órgãos públicos que podem ter excesso de contingente”, finalizou.

Nas considerações do professor, a necessidade real de cada cargo depende desse dimensionamento. Alguns órgãos da administração federal já promovem esse trabalho.

Concurso Público: veja oportunidades previstas em 2021 na administração federal

Apesar da “escassez” de editais de concurso público no poder executivo federal (o que não é de todo verdade, visto as 3.000 mil vagas oferecidas nos concursos PF e PRF recentes), alguns editais de seleções federais (de vários poderes) estão previstas.

Abaixo, você confere algumas delas:

  • CGU: o ministro da Controladoria-Geral da União (CGU) anunciou, em evento do Direto Ao Ponto, que aguarda lançar edital do concurso CGU para o provimento de 375 vagas nos cargos de auditor e técnico, em 2022.
  • Concurso TCU: a comissão para o concurso TCU está formada. O certame é organizado pela banca Cebraspe.
  • Concurso Receita Federal: A Receita Federal encaminhou um novo pedido ao Ministério da Economia para a realização do concurso público (concurso Receita Federal) com 699 vagas destinadas aos cargos de Auditor Fiscal e Analista Tributário.
  • Concurso INSS: a autarquia realiza estudos para possível concurso INSS em 2022.
  • Concurso Funai: a Fundação Nacional do Índio (concurso Funai) está elaborando um novo pedido que prevê a realização do concurso destinado ao preenchimento de cargos de níveis médio e superior.
  • Concurso Ibama: a realização do novo concurso para servidores do Ibama (concurso Ibama) poderá ser autorizada nos próximos dias. Além disso, o IBAMA tornou público processo seletivo de contratação temporária em diversos cargos, cujos salários podem chegar ao valor de R$ 2,7 mil iniciais. Veja aqui!
  • Concurso ICMBio: o governo já mostrou que deseja realizar novo concurso ICMBio para o órgão, como medida em combate ao desmatamento ilegal na Floresta Amazônica.
  • Concurso Telebras: a banca do concurso Telebras foi definida. O Cebraspe será responsável, mas os cargos e vagas ainda não foram definidos.
  • Banco do Brasil: de acordo com recente posicionamento do Banco do Brasil, o próximo edital do concurso público está passando pela elaboração das regras. (concurso Banco do Brasil).
  • Concurso Senado: ao que tudo indica, certame deve ocorrer somente em 2021A comissão foi revogada e há previsão de provimentos na PLOA de 2021. O concurso Senado permanece autorizado, mas terá que iniciar os procedimentos para organização do certame novamente. Recentemente, reforma administrativa interna começou a ser debatida.

Um emprego para A VIDA TODA! 💼

Muita gente sequer cogita a possibilidade de realizar um concurso público.

A oportunidade de conquistas a estabilidade e um bom salário é uma ideia distante da maioria dos brasileiros.Mas você sabe que o concurso público é uma forma justa e acessível de conquistar um emprego para sempre.

O que falta para você tomar a decisão que vai mudar de vez a sua vida?

Pare de agir como a maioria. Clique no banner abaixo e garanta sua vaga no evento do dia 10 de março, onde uma grande revelação vai te dar um empurrão rumo ao seu futuro dos sonhos.

concurso publico

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos concursos públicos, em primeira mão? Acompanhe o Direção News por meio do perfil do Instagram!

 Concursos PúblicosCONCURSO PÚBLICOConcursos Públicosconcurso federalConcurso publicoconcurso público 2021concursos federaisconcursos públicos
Maurício Miranda Sá

Maurício Miranda Sá

Jornalista no Direção Concursos e Servidor Público Federal lotado no TSE (Tribunal Federal Eleitoral), estudou Jornalismo, Rádio e TV na UFRN, Publicidade na UNP, Gerenciamento de Projetos pela ESPM e atuou como assessor de comunicação em diversos órgãos e instituições, como o Dnocs (Departamento Nacional de Obras Contras as Secas), Sindifern (Sindicato dos Auditores Fiscais do RN) e, por cinco anos, foi responsável pela divisão de comunicação da empresa Temos Casa e Art Design, produtos que desenvolveu, produziu e dirigiu no Rio Grande do Norte, sendo um complexo de comunicação com programa de TV, programete de Rádio, revista e portal na internet.

Tenha acesso completo a todo o conteúdo do Direção Concursos

Acesse todas as aulas e cursos do site em um único lugar.

Utilizamos cookies para proporcionar aos nossos usuários a melhor experiência no nosso site. Você pode entender melhor sobre a utilização de cookies pelo Direção Concursos e como desativá-los em saiba mais.